Saúde

Covid-19 no Brasil: contágio aumenta mesmo em imunizados pela vacina

Anvisa volta a tornar obrigatório o uso de máscaras

No Brasil, a COVID-19 vem sofrendo alta, mesmo em pessoas que já tomaram a vacina. Já são mais de 35 milhões de casos em todo o país, segundo dados divulgados na última terça-feira (29) pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (CONASS), que disponibiliza um painel atualizado diariamente sobre os casos da Covid-19 em âmbito nacional, desde o início da pandemia em 2020.

Entre os que não escaparam da nova onda do vírus, mesmo vacinados, está Gabriel Santos de Jesus, de 23 anos, da Ilha de Itaparica, na Bahia. No estado, o número de casos subiu para 1.717.916, e os mortos já somam 30.844. Diagnosticado com a Covid no dia 21 de novembro, Gabriel conta que contraiu o vírus pela primeira vez mesmo tomando três doses da vacina. Os sintomas foram fracos.  

“Senti a perda do paladar, do olfato e dores de cabeça. Permaneceram apenas por durante dois dias, e agora estou usando a máscara como forma de prevenção de contágio”, diz Gabriel.

Já no Rio Janeiro, que registrou 219 casos na última segunda-feira segundo o DATA RIO a estudante Maria Luísa da Tijuca, de 21 anos, também contraiu a Covid-19 após receber três doses da vacina, mas não pela primeira vez.

“Já é a terceira vez que contraio a doença, e conheço outras 4 pessoas que pegaram. Confesso que não estava me cuidando, entretanto, meus sintomas estão fracos e não adquiri nenhuma sequela do vírus”, afirma a universitária de fonoaudiologia. 

Para Marcus Vinicius, de Santa Cruz (bairro na Zona Oeste do Rio), os sintomas vieram fortes mesmo após a terceira dose da vacina. O professor de matemática de 24 anos diz conhecer outras três pessoas que contraíram o vírus recentemente.

“Sendo a primeira vez que me contamino com o vírus, os sintomas estão bem fortes, como febre, dor no corpo e tosse. No momento, estou usando máscaras e álcool em gel por precaução. Não estava me cuidando antes de pegar”, declara Marcus.

O número de casos da Covid-19 no Rio de Janeiro chegou a 2.632.580, sendo o quinto estado com mais casos de contaminação no país. São Paulo ocupa o primeiro lugar, com mais de 6 milhões de casos em todo estado, segundo dados emitidos pelo Painel Rio COVID-19 do Data Rio.

Retomada de restrições

A Anvisa determinou uso obrigatório de máscaras em aeroportos e aeronaves, mais uma vez. A medida foi retomada no último dia 25 de novembro, e anteriormente, a obrigatoriedade esteve em vigor entre 2020 e o dia 17 de agosto de 2022.

O uso obrigatório das máscaras poderá ser dispensado apenas para crianças com menos de 3 anos de idade, pessoas com transtorno do espectro autista, pessoa com deficiência intelectual, deficiências sensoriais ou quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado da máscara de uso facial. A retirada da máscara é recomendada apenas para alimentação.  

Instituições de ensino também voltaram a exigir o uso obrigatório de máscaras, como a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), que mais uma vez considera o item obrigatório.

O Brasil atingiu 80,95% de vacinados com a 2ª dose ou dose única. No Rio de Janeiro, o número de vacinados soma 79,67%; na Bahia, são 72,42%; em São Paulo, 88,96%, de acordo com os últimos dados divulgados pelo IBGE

Em território nacional, são 689.665 mortos.

Foto de capa: Pexels

Reportagem Thiago Eiras com edição de texto de Gabriel Folena

LEIA TAMBÉM: Os 7 momentos marcantes da CPI da Covid

LEIA TAMBÉM: O vegetarianismo durante a pandemia de Covid-19

0 comentário em “Covid-19 no Brasil: contágio aumenta mesmo em imunizados pela vacina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s