Saúde Sociedade

Junho Violeta: um mês de combate à violência contra os idosos

Em decorrência do aumento de casos de violência conta idosos, "Junho Violeta" passa a alertar maus tratos e incentiva as denúncias.

Em junho se celebra o mês do orgulho LGBTQIA +, porém, desde o ano passado, a data passou a ter um significado a mais. O “Junho Violeta” é um mês dedicado, também, à conscientização contra a violência aos idosos. O tema vem tomando maiores proporções e, no primeiro semestre de 2021, somou cerca de 33 mil denúncias, quase metade do contabilizado em 2020. Devido aos dados alarmantes, a OMS decidiu dar destaque os cuidados com uma data especial.

Érica Faleiro, assistente social da Casa São Luiz, residência referência em cuidados com a terceira idade, enfatiza a importância de dar visibilidade ao tema. De acordo com ela, quanto mais pessoas entenderem a gravidade da questão, mais eficiente será a garantia dos direitos de todos, já que existem chances de grande parte das pessoas passarem por isso.

“Quanto mais pessoas tiverem conhecimento do tema e se comprometerem com o combate a violência ao idoso, mais haverá queda nos números de vítimas”, afirma Érica.

Érica com uma das residentes da Casa São Luiz em um evento
(Foto: Divulgação/Casa São Luiz)

A assistente social expõe que a violência pode vir de diferentes formas e lugares, sendo em sua maioria dentro do âmbito familiar e, por esse motivo, as vítimas encontram maiores dificuldades na hora de fazer as denúncias. As agressões podem ser físicas, psicológicas, financeiras, patrimoniais, entre outras.

“Os episódios de violência ficam em evidência quando o idoso chega ao hospital e conta para as pessoas mais próximas o que vem acontecendo, ou até mesmo quando pessoas estranhas ao nicho familiar, como cuidadores de idosos, começam a acompanhar o dia a dia da vítima”, detalha.

Érica argumenta que muitos idosos não têm condições de denunciar; já outros se sujeitam a sofrer à violência em silêncio, por serem cometidas pelos familiares ou pessoas queridas. “Vivemos em um país que está envelhecendo, e com isso precisamos aprender a lidar com esse público, não somente realizando tarefas referente aos cuidados físicos mas também aprendendo que, apesar da aparência fragilizada, temos uma pessoa que tem seus direitos garantidos pela Lei. Precisamos respeitá-los”.

Tipos de violência e como denunciar:

  • Psicológica: xingamentos, gritos, humilhações, diminuição ou qualquer ataque verbal;
  • Abandono: privá-los de ter contato com família, amigos e outros entes queridos, ou deixá-lo em instituições e casas de repouso;
  • Abuso econômico: quando filhos, netos, sobrinhos ou outros familiares se apropriam de bens ou recursos através de ameaças ou sem consentimento.

Para denunciar, ligue para o Disque 100 (Disque Direitos Humanos), ou o Disque 190 (Polícia Militar). O atendimento é realizado 24 horas por dia, inclusive aos fins de semana.

Sobre a Casa São Luiz

A Casa São Luiz é a instituição de longa permanência para idosos (ILPI) mais antiga do país, com 131 anos de funcionamento, localizada no bairro do Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro. Entre seus residentes, 14% são atendidos por filantropia. Entre os membros da equipe da Casa estão enfermeiros, cuidadores, e uma gerontóloga (profissional da saúde especialista nos processos de envelhecimento).

Foto de capa: Malu Danezi/Agência UVA

Malu Danezi (3ª período), com revisão de Leonardo Minardi (7º período)

LEIA TAMBÉM: Crise de ansiedade coletiva: psicóloga chama atenção para efeitos da doença

LEIA TAMBÉM: Laboratório farmacêutico promove campanha de conscientização ao diabetes tipo 2

2 comentários em “Junho Violeta: um mês de combate à violência contra os idosos

  1. Pingback: Pandemia não foi a única responsável por crescimento da insegurança alimentar no Brasil, explica especialista | Agência UVA

  2. Pingback: Junho Violeta: a CSL apoia a iniciativa - Casa São Luiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s