Tecnologia

Celulares em perspectiva

Você conhece a história do aparelho celular? Confira na reportagem especial de Rafael Barreto

Os telefones celulares que muitos usam hoje para mandar mensagens, fotografar, fazer pagamentos, usar as redes sociais através da Internet, orginalmente serviam apenas para fazer e receber ligações. Porém, com o advento da Internet e das “novas tecnologias”, este aparelho hoje se mostra uma ferramenta de importante uso no dia-a-dia do brasileiro, funcionando, muitas vezes, como um computador de bolso.

Nesta reportagem especial, a Agência UVA percorre os passos da história do aparelho até os dias atuais e conversa com especialistas e populares sobre seu uso.

O primeiro celular do mundo foi completamente desenvolvido em 1983 pelo Engenheiro Eletrotécnico Martin Cooper. O criador que seria conhecido como “Pai do telefone celular” havia feito um protótipo em 1973, um modelo Motorola DynaTAC 8000X, que seria o primeiro aparelho celular a ser comercializado globalmente no ano de 1983.

Motorola DynaTAC 8000X, criação de Martin Cooper, foi o primeiro e um dos mais importantes aparelhos celulares da história. (Foto: Reprodução/The Atlantic)

Foi na década de 1990 que a tecnologia, como conhecemos hoje quanto aos celulares, começou a ser patenteada. Nesse período, surgiram as primeiras mensagens de texto, tecnologia de nível através das redes de conexão como DEN, CDMA e GSM. No Brasil, o primeiro aparelho a ser comercializado foi o Motorola PT-550, juntamente com a rede de telefonia do Rio de Janeiro, em 1990. Em seu visor era mostrado somente sete números e alertas do sistema.

O Motorola PT-550 foi o primeiro aparelho a usar mensagem por texto. (Foto: Motorola/Divulgação)

A tecnologia touch screen que hoje é tão conhecida e presente em quase todos os celulares foi desenvolvida muito tempo atrás. Foi o modelo IBM Simon, o primeiro aparelho a contar com essa inovação, em 1994. Era possível usar agenda de contatos, calendários, relógio, bloco de notas presentes no dispositivo. Muitas pessoas pensam que essa tecnologia é de hoje, no entanto já tem mais de 25 anos de criação.

Cláudio Fico, Coordenador do Curso de Gestão da Tecnologia da Informação da Universidade Veiga de Almeida, fala sobre o uso dos aparelhos celulares como ferramentas de aprendizado.

“Certamente, as novas tecnologias emergentes para os smartphones estão trazendo valor agregado que permitem realizar uma série de ações, bem como um foco diferenciado nos ambientes acadêmicos virtualizados, bibliotecas virtuais e materiais didáticos digitais. Também cabe um destaque para os livros digitais e as redes em que podemos acessar artigos científicos. É fato que hoje já podemos estudar de forma séria, mesmo estando em deslocamento de um local para o outro”, comenta Cláudio Fico.

No ano de 1996 surgia o primeiro celular dobrável. O Motorola StarTac teve como inspiração os aparelhos de comunicação que os membros da nave Enterpraise possuíam na série de TV Star Trek. Sua popularidade continuou até o início dos anos 2000 e era visto em muitas oportunidades nas maiores produções hollywoodianas da época como “8 Milímetros”, protagonizado por Nicolas Cage.

O Motorola StarTac foi criado tendo como base o comunicador da série Star Trek. (Foto: Motorola/Divulgação)

Foi no início dos anos 2000 que os celulares tiveram seu maior processo evolutivo. Nessa época, ficaram marcados na história mundial os avanços quanto à velocidade de transmissão e ao acesso às informações contidas na Internet. Esse período teve algumas limitações, mas foi a base para o que temos hoje, em pleno ano de 2021.

Davi Ramos, estudante de 17 anos, usuário da Samsung, explica que as tecnologias nos celulares sempre serão bem vindas. Ele exemplifica ao falar que antigamente para fazer uma pesquisa era preciso se deslocar até uma biblioteca e achar um livro, enquanto hoje só com o aparelho em mão se consegue a informação precisa no Google ou até mesmo acessar o tal livro de seu interesse.

“Acredito que o celular e a tecnologia são ferramentas que devem ser muito aproveitadas nesse meio. Se for ver há 20, 30 anos atrás, não tinha uma fonte de pesquisa tão fácil como existe hoje, com o Google e outros. Era preciso buscar em livros, ir em bibliotecas para conseguir ter acesso à fonte de informação, e hoje com dez cliques na tela, você já está lendo um livro, um trecho resumido de um livro” diz, Davi.

Quanto às câmeras presentes nos dispositivos, os primeiros celulares com esse recurso eram muito diferentes se comparando com os de hoje, com pixels congelados, gráficos quadriculados e as cores em uma paleta com muitas limitações. Outra inovação que apareceu também nesse momento foi poder escutar músicas pelo celular. Se antes existiam aparelhos dedicados apenas a esse objetivo como Ipods e MP3 Players, em decorrência da evolução dos aparelhos celulares, somados com a cada vez mais forte concorrência das fabricantes, os celulares que reproduzem música se tornaram cada vez mais comuns no mercado.

Com o surgimento do Iphone, em 2007, o mercado mudou drasticamente desde essa época até hoje. Com seu produto, a Apple conseguiu revolucionar este mercado, fazendo surgir novas concorrentes que ofereceriam o que havia de melhor das tecnologias em seus celulares como Samsung, LG, Sony entre outras. Devido a esse processo, os celulares começaram a possuir telas capacitivas com full touchscreen, 3G (na segunda geração de iPhones), câmeras, músicas e outros elementos.

Com o surgimento do Iphone em 2007, o mercado de Smartfones ficou cada vez mais competitivo. (Foto: Apple)

O estudante de jornalismo, Dorval Francisco, de 26 anos, que também é usuário de Iphone comenta que com a evolução das tecnologias presentes nos smartfones, hoje temos muito mais facilidade em agilizar diversos procedimentos do nosso cotidiano.

“Com a evolução que o mundo teve ao longo dos anos, foi importante e necessário essa evolução da tecnologia. Hoje em dia, com o celular é possível fazer de tudo desde pagar uma conta, comprar determinada coisa, escrever um texto, pesquisar, acessar as redes. Tudo na palma da mão”, afirma Dorval.

Leia Também: Apple sofre acusações por parte da UE por práticas não competitivas na App Store
Leia Também: Exigência do governo apela para que Apple e Samsung disponibilizem carregadores nos novos celulares

Rafael Barreto – 8º período

0 comentário em “Celulares em perspectiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s