Geral Tecnologia

Apple poderá apostar em ligações via satélite para o iPhone 13, diz analista da empresa

Expectativa é de que o evento de anúncio ocorra na primeira quinzena de setembro; usuários e especialistas comentam sobre

Mesmo sem uma data de lançamento confirmada, as novidades que cercam o iPhone 13 já começam a circular entre especialistas, entusiastas e profissionais da área. Uma das funcionalidades possíveis mais interessante é a capacidade do aparelho de realizar ligações telefônicas via satélite, sem precisar de acesso as já conhecidas redes 2G, 3G, 4G e 5G.

E como isso seria possível? Utilizando satélites de baixa órbita terrestre, os LEO (Low Earth Orbit), na sigla em inglês. Para tal funcionalidade, o celular usará um chip Qualcomm X60 personalizado. A informação foi revelada por Ming-Chi Kuo, analista da Apple no mercado telefônico e conhecido por sempre revelar notícias cruciais sobre os lançamentos e novidades da empresa norte-americana.

Não existem confirmações sobre qual empresa a Apple estaria buscando para o fornecimento desse serviço, mas as possíveis candidatas são a Starlink, da SpaceX, referência no mercado, além da Globalstar, outra grande companhia da área.

“Existem muitos cenários em potencial de uma cooperação no modelo de negócios da Apple com a Globalstar. O mais simples deles é que, se a operadora de telefonia do consumidor já tiver alguma relação com Globalstar, o usuário poderá usar diretamente o serviço de comunicação por satélite no iPhone 13”, disse Kuo em nota ao portal Macrumors.

Outras possíveis funcionalidades do aparelho:

  • O iPhone 13 terá suporte para ligações via satélite para a realização de chamadas de emergência
  • Haverão três opções de memória: 128 GB, 512 GB e 1 TB;
  • Suporte para carga rápida com adaptadores de 20W e 25W;
  • As versões Pro e Pro Max devem trazer displays LTPO com funcionalidade always-on (quando a tela tem alguns pontos sempre acessos), e taxa de atualização de 120 Hz;
  • O processador será o A15 Bionic;
  • Melhora na bateria;
  • Não haverá o clássico sensor de digital para desbloqueio de tela

Os preços devem ser mantidos, apesar das inúmeras novidades. Portanto, o iPhone 13 Mini custaria 699 dólares, enquanto o iPhone 13 tradicional custaria 799 dólares. Já os iPhone 13 Pro e o iPhone 13 Pro Max custariam 999 dólares e 1099 dólares, respectivamente. No Brasil, ainda não existe nenhuma previsão de preço ou data de lançamento.

Leia também: Celulares em perspectiva: conheça a evolução dos aparelhos celulares

”De acordo com Mark Gurman, a Apple decidiu não incluir o Touch ID sobre a tela para o lançamento do Iphone 13, apenas disponibilizando aos clientes o Face ID como a única opção de autenticação biométrica disponível para o iPhone.”

A evolução dos modelos anteriores para o atual é bem notável, apesar de alguns problemas. Luan Lima, de 22 anos, utiliza os serviços da Apple há alguns anos e espera que a empresa conserte alguns erros para o lançamento do iPhone 13.

”Hoje eu tenho um iPhone 11 e as vezes ele dá uns bugs. Uns aplicativos não carregam, tenho que esperar uns minutos pra eles abrirem. Já comuniquei ao suporte e nada até agora”, diz o estudante.

Sobre o preço, Luan desabafa e vê como uma afronta as cifras altíssimas pra obter o aparelho aqui no Brasil.

”O preço pra mim não vale isso nunca. Pagar um caminhão de dinheiro no novo iPhone é um completo absurdo, a maioria dos brasileiros não tem condições de pagar isso tudo em um aparelho celular”, discorre Luan.

Lançamento do iPhone 11 no Brasil é marcado por filas e falta de estoque |  iHelp BR
Fila enorme no lançamento do iPhone 11 em uma Apple Store. Imagem: Bruno Rosa – Extra | Reprodução.

É possível mesmo o iPhone 13 estabelecer conexão via satélite?

Segundo Sascha Segan, analista de telecomunicações da PCMag, a Globalstar é uma empresa de satélites, porém possuí uma faixa de espectro terrestre na zona de 2,4 GHz, sendo essas as bandas 53 e n53. O modem Qualcomm X60, mencionando anteriormente, seria o responsável por viabilizar o acesso à essas bandas.

No entanto, esse espectro da Globalstar pode ser somente utilizado em comunicações terrestres, não com satélites. A empresa vem tentando implementar as bandas b53/n53 (conexões via satélite) há mais ou menos uma década. Kuo afirma que o iPhone 13 terá uma versão personalizada que se conecta à essas frequências, utilizando o modem Qualcomm X65.

Rodrigo Barone – 6º período

Com supervisão de Aline Meireles 4 º período

2 comentários em “Apple poderá apostar em ligações via satélite para o iPhone 13, diz analista da empresa

  1. excelente reportagem !! Parabéns pela informação compartilhada.

  2. Ótima reportagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s