Cultura

Secom 2021: ex-BBB e pesquisador debatem sobre cultura do cancelamento e Fake News

Palestra com o ex-integrante do Big Brother Brasil Danrley Ferreira e com o pesquisador Thiago Soares abordou o impacto do cancelamento na sociedade

Na tarde da última terça-feira (25), a Semana da Comunicação (Secom) da Universidade Veiga de Almeida (UVA) deu continuidade a sua programação com uma palestra sobre fake news, preconceitos e cultura do cancelamento no maior reality show do Brasil. A live contou com a presença do ex-BBB e influenciador Danrley Ferreira, e o Pesquisador da Pós-Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Thiago Soares.

Mediada pelos professores Cecília Seabra e Eduardo Bianchi, do Jornalismo e da Publicidade, o bate-papo trouxe os desdobramentos do impacto da cultura do cancelamento na sociedade para a 17ª edição da Secom, que este ano acontece virtualmente pelo YouTube da CasaCom Conecta, e que tem como tema o “Multiculturalismo na Comunicação”.

Mesa virtual fala sobre cultura do cancelamento no Big Brother Brasil (Foto: Acervo Pessoal)

O pesquisador Thiago Soares, que também coordena o Grupo de Pesquisas em Comunicação, Música e Cultura Pop (Grupop), abordou durante a palestra quais transformações ocorreram ao longo das 21 edições do BBB. “Houve uma transformação do Big Brother nos estudos acadêmicos. A entrada do reality na televisão brasileira reconfigurou a história do Brasil com as telenovelas. O BBB atingiu a interseção entre o real e o fictício”, explica o pesquisador. 

Thiago Soares ainda relata como os olhares em relação ao reality show também foram mudando ao longo de suas exibições. “No início dos anos 2000, a academia começa a adentrar nos assuntos de gênero, raça, classes sociais e políticas. Com isso, se reconfiguram os olhares sociais para com o Big Brother Brasil, visto o modo como foi apresentado durante o programa”.

“O BBB é um meio de nós observarmos como a sociedade escolhe e se comporta sobre temas cotidianos”, comentou uma aluna de Comunicação da UVA, durante a live. Observações como essas destacam ainda mais como o reality deixou de ser apenas um simples entretenimento.

Pesquisador de Pós-Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Thiago Soares. (Foto: Acervo Pessoal)

O professor Eduardo Bianchi, mediador da mesa debatedora, cita o autor Erving Goffman, no qual fala sobre o uso das máscaras sociais. Eduardo explica como a sociedade em si vive com performances de pessoas de diferentes personalidades utilizando estigmas sociais. “O programa (Big Brother Brasil) foi feito para que o público avalie as ações e comportamentos do outro”, opina o professor.

O ex-participante da edição 2019 do BBB Danrley Ferreira conta que na edição na qual ele participou foi criada uma polarização entre os confinados, espelhando-se nas eleições presidenciais de 2018. “Foi a edição com mais pessoas pretas da história do programa até então”, conta Danrley. O influenciador também relatou durante a live como foi a experiência dentro do programa .

“Lá dentro você não tem noção de como você é visto aqui fora. Eu entrei como favorito na casa. Aparentemente, a minha história de vida chamou atenção dos espectadores. Eu era um garoto novo, trabalhava vendendo picolé na praia, ser morador da favela e estudar em uma universidade federal de prestígio chamou a atenção de muita gente”, conta o ex-participante.

LEIA TAMBÉM: Secom 2021: evento traz a voz da diversidade brasileira em palestra inaugural

Fake news e reality
Danrley deixa claro o perigo que as notícias falsas têm, e como elas podem afetar a vida das pessoas envolvidas. “Cito o exemplo do Gilberto, participante da edição 2021, que saiu para jantar num restaurante com o Neymar. Como ele (Gilberto) fez uma ação com o Santander, algumas pessoas que não gostam dele, estão subindo uma hashtag dizendo que o banco apoia a aglomeração. Até que ponto as notícias falsas afetam as pessoas? Neste caso, afetou a vida profissional do Gil”, opina influenciador.

O ex-participante também conta como as fake news se propagaram durante sua participação no Big Brother, com episódios em que suas falas eram distorcidas quando fazia algum comentário durante o confinamento na casa.

“Ganhamos um óculos lá dentro, e eu fiquei feliz porque nunca tive óculos originais, eu usava óculos falsos, do camelô (risos). As pessoas foram no meu perfil, pegaram uma foto minha de óculos e começaram a espalhar que eu estava sendo mentiroso, que estava me fazendo de vítima, e não foi assim que aconteceu”, relata Danrley.

Ex-bbb e influenciador Danrley Ferreira. (Foto: Acervo Pessoal)

O pesquisador Thiago Soares aponta também como ser amado afeta os participantes do reality, que precisam lidar com a pressão dos fãs e mídia, encontrando um mundo totalmente novo. Para Thiago, os dois polos opostos de de sentimentos (amor e ódio) são capazes de mobilizar as pessoas em excesso, e portanto, criar essa cobrança.

“Além do ‘ser cancelado’, o ‘ser amado’ também é muito problemático. Me traz à mente a Juliette, que desabafou dizendo: ‘gente, eu não sou aquilo que vocês estão projetando sobre mim‘. As pessoas querem que ela seja do jeito delas. Existe uma dinâmica de cobrança sobre o amor também. Existe uma projeção daquilo que você idealiza do outro, e elas desejam que essa pessoa atinja as expectativas criadas”, explica Thiago.

Quando foi eliminado do programa, Danrley também foi cobrado. Segundo ele, as pessoas queriam que ele participasse de outros programas, fizesse outros projetos, mas ele estava feliz com o que já havia conquistado. “Comecei a me cobrar também. Pensei, será que não sou suficiente para entrar em alguma novela ou programa? Serei só mais um?”, desabafa o ex-BBB.

No final da live os participantes da mesa debateram sobre como o cancelamento pode ser seletivo. Danrley utilizou como exemplo Karol Conká e Rodolffo, ex-participantes do BBB 2021. “O que ela (Karol) recebeu aqui fora foi proporcional ao que ele (Rodolffo) recebeu? Rodolffo saiu com a música bombando nas paradas musicais, lives em canais de TV e afins. A Karol Conká é uma mulher preta, e o peso cai muito mais sobre ela, pelas questões raciais e machistas da sociedade”, finaliza o influenciador.

A estudante de Jornalismo da UVA Luiza Nascimento, acompanhou a live, e conta o que achou do bate-papo. “Eu não acompanhei o Danrley quando ele saiu e também não conhecia o Thiago Soares, mas a live deles foi bastante produtiva. Acho que ter abordado este assunto na Secom foi extremamente importante, para as pessoas entenderem que somos seres humanos e que todo mundo tem falas e formas de agir que não irão agradar uma parcela da sociedade”, opinou a estudante.

A jovem ainda acrescenta o que acredita ser uma alternativa mais saudável, diferente do que acontece. “Cancelar a pessoa não é uma ideia inteligente, acho que o melhor seria conversar e mostrar de forma pacífica o certo. Acho que quando idolatramos alguém é muito perigoso pelo mesmo motivo, todos temos qualidades e defeitos”, finaliza Luiza.

Assista abaixo, na íntegra, a palestra ‘Cancelados X Amados: Fake News, preconceito e política do cancelamento no paredão do maior reality show do Brasil’.

A 17ª Semana da Comunicação da UVA acontece até o dia 28 de maio, totalmente virtual, com mais palestras e atividades para alunos e professores. Mais informações sobre o evento e a programação, você encontra no Instagram da Secom 2021.

LEIA TAMBÉM: Secom 2021: segundo dia tem Luiza Trajano e o case de sucesso da Magalu

Victoria Muzi – 1º período

Sob supervisão de: Bárbara Souza – 7° período

4 comentários em “Secom 2021: ex-BBB e pesquisador debatem sobre cultura do cancelamento e Fake News

  1. Pingback: Secom 2021: terceiro dia tem Christiano Vellutini e Gabriel Junqueira para falar sobre a pluralidade musical | Agência UVA

  2. Pingback: Secom 2021: live comemorativa dos 100 anos da Folha de São Paulo inicia terceiro dia de evento | Agência UVA

  3. Pingback: Secom 2021: segundo dia de evento debateu sobre a representatividade feminina nas telas | Agência UVA

  4. Pingback: Alunos e professores comentam a Secom 2021 | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s