Economia Geral Sociedade

Segundo IBGE, a taxa de desemprego aumentou na segunda semana de setembro

Após queda, na semana anterior, desemprego diante da pandemia voltou a crescer

Nesta sexta-feira (2), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados que apontam que a taxa de desemprego aumentou na segunda semana de setembro de 13,8% para 14,1% em apenas sete dias. Cerca de 500 mil brasileiros estiveram em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho no período.

Além disso, o número de pessoas inseridas no mercado de trabalho aumentou em cerca de 300 mil em uma semana, um crescimento de 0,3%. Para o IBGE, essa situação é tratada como estabilidade.

A coordenadora da pesquisa PNAD COVID19 Semanal (6 a 12 de setembro de 2020), Maria Lúcia Vieira, enfatiza, no podcast divulgado pelo IBGE, que há uma estabilidade da população ocupada, depois de ter sofrido variações positivas nas últimas três semanas. “A população desocupada também ficou estável”, aponta a coordenadora.

O IBGE também destacou que houve uma redução no número de pessoas que não procuraram trabalho devido à pandemia ou por falta de emprego na localidade que moravam, cerca de 16,3 milhões de cidadãos. A taxa de trabalhadores informais no país ficou estável em relação à semana anterior, passou de 34,6% para 34,3%.

LEIA TAMBÉM: Desemprego cresce e atinge novo recorde durante a pandemia

Alessandra Borges – 8º período

0 comentário em “Segundo IBGE, a taxa de desemprego aumentou na segunda semana de setembro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s