Geral

Opinião: a primeira cobertura ao vivo a gente nunca esquece

No artigo, o autor retrata como é realizar a cobertura de um evento ao vivo, pelo olhar do estudante de comunicação

Por Breno Oseias

Como estudante de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida (UVA), sempre tive o sonho de “cobrir” um evento ao vivo, semelhante ao que vemos na televisão. Agora posso dizer que realizei esse sonho. Meu nome é Breno Oseias e estou apenas no segundo período, mas graças às oportunidades oferecidas pela faculdade, e pela vida, venho contar os bastidores de como foi minha primeira experiência jornalística em um grande evento como o Rio2C.

O Rio2C, para quem não conhece, é o maior evento de criatividade da América Latina, realizado todos os anos na Cidade das Artes, zona oeste carioca. O festival reúne pessoas de todos os ramos da criatividade: cinema, televisão, plataformas, agências, empresas, imprensa, enfim. Nos seis dias de Rio2C, apareceram por lá celebridades, estudantes, empresários, influenciadores, gente do universo acadêmico e curiosos do tema. Legal, né?

De início, confesso que o nervosismo deu as caras. A responsabilidade de cobrir o evento pelas redes sociais daqui da Agência UVA despertou diferentes sentimentos dentro de mim. Mas, ao chegar à Cidade das Artes, logo vieram emoções de deslumbramento com tudo aquilo que estava ao alcance dos meus olhos.

A Cidade das Artes, local do evento, é um espetáculo à parte. Poder encontrar, naquele lugar, pessoas pelas quais tenho admiração, e ainda exercitar um pouco a profissão que escolhi seguir, é o pacote completo.

Logo após encontrar minha parceira de cobertura, e colaboradora da Agência, Malu Danezi, começamos a planejar que caminhos iríamos percorrer pelo evento, afinal, era impossível ir em cada uma das mesas – são cerca de 10 palestras e mesas redondas acontecendo na mesma hora – imaginem só.

Aos poucos nos ambientamos e capturamos imagens, para divulgar nas redes sociais. Credenciados pela imprensa, tínhamos acesso a lugares exclusivos na conferência. Um dos momentos mais legais foi quando pudemos ouvir um pouco sobre o trabalho dos assessores de imprensa do festival. Que trabalho bacana eles devem fazer – pensei.

O evento por si só foi incrível, mas ter contato com estrelas como Carol Barcellos, jornalista da TV Globo, Roger Flores, comentarista da mesma emissora, e a querida Joice Berth, influenciadora na área da comunicação, arte e cultura, foi algo inesquecível – todos estão nas fotos acima comigo.

Para ver um pouco do meu trabalho, confira nosso Instagram, uma das bolinhas na primeira página do Insta está o Rio2C.

Foto de capa – Breno Oseias

Breno Oseias (2° período), com revisão de Leonardo Minardi (7° período)

LEIA TAMBÉM: Fióti, do Laboratório Fantasma, exalta a união do rap com o universo dos games
LEIA TAMBÉM: Documentaristas renomados falam sobre seus trabalhos na Rio2C

0 comentário em “Opinião: a primeira cobertura ao vivo a gente nunca esquece

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s