Esporte Internacional Política

Especialistas e populares comentam as sanções esportivas sofridas pela Rússia

Especialistas e torcedores comentam sobre as restrições impostas aos russos, que vão desde a o cancelamento de eventos, até a exclusão dos comitês esportivios.

E de repente tudo começa. Sirenes tocam e explosões iluminam a cidade. Na rua as pessoas correm desesperadas, assustadas com a presença de tanques e com os estrondos dos bombardeios. Para alguns, é nesse momento em que se pausa o filme ou, na pior das hipóteses, se acorda do pesadelo, mas, infelizmente, para os ucranianos essas duas opções não existem mais. Não desde que tropas militares russas invadiram seu território.

Na quinta-feira (24), durante a madrugada, o presidente da Rússia Vladimir Putin autorizou, em pronunciamento na TV, o que ele chamou de “operação militar especial” nas regiões separatistas do leste da Ucrânia. A decisão foi tomada após tensões entre os dois países terem aumentado consideravelmente nos últimos meses.

Desde aquele dia, a Rússia tem sofrido inúmeras sanções do ocidente a fim de estimular o término do conflito. O setor esportivo não ficou de fora e, em pouco tempo, diversas entidades internacionais anunciaram suas decisões. As sanções aplicadas vão desde obrigar atletas russos a competirem sob bandeira neutra até bani-los dos torneios dos quais participavam.

Thomas Bach, Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI): “pedido do comitê para que federações excluam russos e bielorrussos de eventos esportivos é de responsabilidade do governo russo” (Foto: Reprodução/Pixabay)

As medidas tomadas pelas federações trouxeram à tona uma grande reflexão para o meio esportivo. Afinal, é justo os atletas pagarem pelas ações de Putin? Segundo o jornalista Jamil Chade, não é. Perguntado sobre o tema durante a gravação do podcast “Futebol Sem Fronteiras”, ele alegou que os atletas deveriam, pelo menos, ser ouvidos anteriormente. 

“Não é justo, principalmente no esporte individual. Não sem saber a opinião daquele atleta sobre a guerra. Sem saber se ele pode se expressar”, afirmou. 

Contudo, os jornalistas não foram os únicos a apresentar suas opiniões a respeito das sanções. Após receber duras críticas de jogadores ucranianos e ser cobrado a se posicionar, o capitão da seleção russa de futebol, Artem Dzyuba, declarou-se contra qualquer guerra, mas disse não concordar com toda a raiva que vem sendo derramada sobre os russos. 

“Eu sou contra padrões duplos. Por que se pode fazer tudo, mas todos os cães estão pendurados em nós. Todo mundo está sempre gritando sobre esportes fora da política, mas na primeira oportunidade, quando se trata da Rússia, esse princípio é completamente esquecido?”, publicou o jogador em seu Instagram. 

Além de expor sua opinião sobre a guerra, Dzyuba ainda “alfinetou” companheiros de profissão em sua postagem

Para o estudante de jornalismo Bismark Alves (21), torcedor de futebol, os atletas russos não têm relação com aquilo que é pensado pelo governo. “Lógico que alguns deles podem ter os mesmos pensamentos, por mais insanos que sejam”, disse ele.

“As federações querem dar uma resposta aos ataques russos, afetando esportivamente o país, porém prejudicar todo o cenário futebolístico russo é injusto”, explica.

André Silva (20), outro amante do esporte, também compartilha do mesmo pensamento. Segundo ele, os atletas e a sociedade russa não devem pagar pelas decisões tomadas por Putin.

“Na minha opinião eles deveriam sentar e ver a melhor opção para o governo e para todos que moram no país”, esclarece.

André ainda acrescenta que, embora não tenham obrigação, “os jogadores russos precisam se pronunciar, visto que eles têm uma voz alta justamente pelo fato de jogarem futebol”.

Dentre as diversas sanções aplicadas, há o banimento da seleção russa da Copa do Catar, a suspensão de times russos das competições internacionais e o cancelamento do GP da Rússia marcado para setembro. Apesar de temporárias, as medidas ainda não possuem data para serem retiradas. 

Anne Rocha (5º período), com revisão de Leonardo Minardi (7º período)

LEIA TAMBÉM: História das Olimpíadas teve cancelamento por guerras
LEIA TAMBÉM: Palmeiras é tricampeão da Libertadores

2 comentários em “Especialistas e populares comentam as sanções esportivas sofridas pela Rússia

  1. Pingback: Cristina Dissat conta os desafios do Fim de Jogo, que completa 18 anos | Agência UVA

  2. Pingback: Flamengo inicia sua preparação para a final do Carioca | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s