Cultura

Parceria entre Netflix e produtora de Spielberg visa criar filmes originais

O cineasta deve ficar responsável por alguns filmes.

Na última segunda-feira, dia 21 de junho, foi anunciado pela Netflix que o diretor norte-americano Steven Spielberg, junto com sua produtora Amblin Partners, firmaram uma parceria com o objetivo de criar diversos filmes. A ideia é desenvolver pelo menos dois filmes por ano, mas não existe ainda uma determinação prévia de quanto durará o contrato.

A Netflix tem feito altos investimentos no setor cinematográfico. (Foto: Unsplash)

O compromisso foi oficializado depois de algumas informações na mídia de que o diretor estaria pessimista com a forma como os filmes têm sido feitos pela web e teria realizado algumas práticas para impedir que as produções da Netflix chegassem a concorrer ao Oscar. Apesar dessas alegações, o próprio Spielberg desmentiu, segundo a imprensa especializada estrangeira.

Juntamente com o acordo feito pela Netflix, o diretor que é responsável por títulos como “ET”, “Indiana Jones” e “Jurassic Park”, declarou que esta nova forma para desenvolver seus filmes, vem como uma chance única de contar novas histórias agora com a ajuda da Netflix e também conseguir alcançar os fãs a partir de uma outra perspectiva.

Indiana Jones foi um dos grandes filmes dirigidos por Spielberg. (Foto:  Divulgação / Paramount Pictures)

Algumas dessa novas produções ainda podem ser focadas para o cinema, tendo a necessidade de se avaliar em cada ocasião qual o melhor direcionamento. A Netflix também terá responsabilidade pelo financiamento de alguns títulos, o que abre chances para que o próprio Spielberg esteja à frente de algumas produções.

O diretor também não deixou de tecer elogios ao seu bom relacionamento com Ted Sarandos, copresidente da Netflix, que apesar de ser alguém vindo de fora deste ramo, conseguiu virar um dos maiores e mais poderosos empresários em Hollywood.

“Na Amblin, a narração de histórias estará para sempre no centro de tudo o que fazemos, e desde o minuto em que  Ted Sarandos (co-CEO da Netflix) e eu começamos a discutir uma parceria, ficou muito claro que tínhamos uma oportunidade incrível de contar novas histórias juntos e alcançar o público de novas maneiras”, disse Spielberg em comunicado.

O anúncio, feito nesta última segunda-feira, não deixa explícito se realmente o diretor chegará a dirigir algum filme ou se será só por parte da sua produtora. Esta parceria foi feita em um período em que a indústria decidiu trocar o lançamento de filmes diretamente do cinema para os serviços de assinatura virtual, até antes de ir para o cinema em alguns casos. Algumas produções nem chegaram a estrear nas telas de cinema. A modificação também é feita em decorrência da pandemia.

Evangelo Gasos, coordenador do curso de Cinema da Universidade Veiga de Almeida, comenta sobre essa futura parceria entre Spielberg e Netflix. Para ele, o diretor repensou o modo de fazer cinema para firmar esse acordo.

“O Steven Spielberg era um dos que encabeçava essa defesa de que, para concorrer ao Oscar, não valia ser exibido no streaming. Acho que se essa parceria está acontecendo, ele pode ter repensado a situação , talvez a pandemia tenha contribuído de alguma forma pra isso”, enfatiza Evangelo.

Outro título do diretor que tinha data para estrear nos cinemas pela Paramount foi “Os 7 de Chicago”, porém, devido às restrições da pandemia, foi adquirido pela Netflix por conta do fechamento de diversos cinemas. Também não é explicado nem garantido se as produções que serão realizadas por Spielberg para Netflix chegarão a passar nos cinemas em algum momento.

Steven Spielberg não é o primeiro diretor a firmar uma parceria com o serviço de streaming. Anteriormente, outros grandes diretores de Hollywood fizeram acordos como Martin Scorsese com seu filme “O Irlandês”, Spike Lee com “Destacamento Blood”, que teve a presença do já falecido ator Chadwick Boseman que interpretou o Pantera Negra, e o diretor David Fincher com “Mank”.

Leia Também: Cining, plataforma de streaming de cinema, chega ao Brasil nessa semana

Leia Também: Netflix: da aposta ao sucesso absoluto

Rafael Barreto – 8º período

2 comentários em “Parceria entre Netflix e produtora de Spielberg visa criar filmes originais

  1. Pingback: Após anos desaparecidas, obras de pintores renomados são redescobertas e leiloadas na França | Agência UVA

  2. Pingback: Documentário sobre campeã do BBB21 chegou essa semana no Globo Play | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s