Cinema

Transmissão do Globo de Ouro 2022 é cancelada pela NBC por falta de diversidade

Devido a diversos protestos de atores e também de Streamings, a premiação perdeu o patrocínio da Rede NBC.

As premiações de Hollywood não conseguiram entregar muitas estatuetas neste ano, tendo que se readaptar durante a pandemia com modificações em seu formato. Para piorar, se veem em meio às polêmicas. Após muitas reclamações de atores e também de serviços de streaming quanto ao Globo de Ouro, foi a vez do canal de TV norte-americano NBC anunciar, na última segunda-feira, dia 10 de maio, que não irá mais transmitir a premiação em 2022, pelas acusações de não empregarem diversidade em relação aos membros da equipe.

Depois de sofrer severas acusações nos últimos meses, a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), organização que é composta por 90 jornalistas responsáveis por integrar o júri da premiação, decidiu aprovar na última semana diversas mudanças que o órgão deveria implementar a fim de que incluísse mais representatividade com as minorias.

“Continuamos acreditando que a HFPA está comprometida com uma reforma significativa. Mas uma mudança desta magnitude requer tempo e trabalho e acreditamos que a HFPA precisa de tempo para fazê-lo bem”. comunicou a NBC.

A premiação do Globo de Ouro não será transmitido pela primeira vez em 2022. (Foto: AFP/Arquivos)

Apesar dessa decisão, de não passar o Globo de Ouro 2022 em sua grade, a NBC ainda acredita que é possível que no ano seguinte possa voltar a televisionar a premiação caso os representantes acatem as mudanças solicitadas pedidas em sua agenda de reformas. Por parte da HFPA, esta ainda não fez declarações, deixando sem clareza se a premiação vai de fato ocorrer ainda no ano que vem ou não.

Gustavo Lacerda, CEO da Luzes Produtora, explica que essa situação do Globo de Ouro já vem sendo discutido há algum tempo em Hollywood e até na premiação do Oscar que já acatou algumas mudanças significativas. Ele ainda comenta sobre as campanhas de boicotes contra a premiação.

“A gente está diante na verdade de uma mudança histórica que envolve a premiação de Hollywood. O próprio Oscar já vinha sendo questionado por questões de representatividade e inclusão tratou de realizar mudanças ao longo dos anos como forma de abranger um pouco mais suas premiações. É lastimável e inédita essa situação do Globo de Ouro, certamente apontando para um fim derradeiro desta premiação. Acho que a NBC se junta a uma crítica geral, porque obviamente ela não vai querer se associar a uma premiação que é realizada pela HFPA”, explica Gustavo Lacerda.

A maioria dos integrantes da HFPA são associados que tem parceria com meios de comunicação de muita visibilidade e de muita importância em cada país, como por exemplo o Jornal Le Figaro, na França e o El País, na Espanha. Este órgão tem sido severamente condenado incessantemente por não dar muitas chances para os artistas minoritários, que em muitos casos não tem o mesmo tratamento nas listas do Globo de Ouro como os demais.

Fernanda Santos, de 19 anos, que trabalha no Call Center da Junta de Missões Mundiais, e que é muito fã de cinema, sempre que pode tenta acompanhar essas premiações. Ela fala o que pensa sobre esse boicote de atores e atrizes de Hollywood por uma causa nobre.

“Eu tento sempre acompanhar. Eu gosto muito de ver toda a produção dos filmes e as preparações dos atores É uma coisa que me interessa bastante e ver a roupa das atrizes nessas premiações também. Acho que a representatividade é extremamente importante hoje em dia. E bem legal que muitos atores, atrizes estejam abraçando essa causa. Mudanças são necessárias sim, sempre foram”, afirma Fernanda.

Na quinta-feira da semana passada, dia 6, foram aprovadas, por maioria esmagadora dos membros da HFPA, diversas providências como o aumento dobrado quanto ao quadro de associados durante o período de 1 ano e meio, empregar jornalistas negros e também a mudança no sistema de admissões. O órgão afirma que aos poucos vai se adaptar a este novo cenário, com o propósito de tornar este meio mais inclusivo e diversificado. Porém nem mesmo estas declarações foram minimamente necessárias para persuadir os estúdios e também atores americanos.

Por parte dos serviços de Streaming, como a Netflix e o Amazon, já mostraram não terem mais vontade de firmar parcerias novamente com a HFPA, até que alterações significativas sejam implementadas. A Warnernedia, que é proprietária da Warner Bros e HBO, também se juntou à causa na última segunda-feira, se dizendo contra eventos do órgão, até que medidas sejam tomadas seriamente.

Catarina Mello Schultz de 22 anos que estuda cinema no Canadá, comenta sobre a decisão agora da NBC de cancelar a transmissão do Globo de Ouro. Para ela esses boicotes são parte de uma crítica por algo que não deveria mais acontecer e que são as poucas oportunidades dadas a uma determinada classe, sendo que outras continuam recebendo as melhores chances.

“Eu acho que é algo esperado, por assim dizer. Em 2021 não há espaço para situações que não abranjam a diversidade que existe na sociedade, descobrir que não há um votante negro na Hollywood Foreign Press Association é um choque mas acaba não sendo surpresa. Na edição de 2021 mesmo o Globo de Ouro recebeu bastante críticas por não ter indicado a série de Michaela Coel, ‘I May Destroy You’ (que ela criou, roteirizou, estrelou e dirigiu) uma das séries mais aclamadas do ano e mais discutidas para, no fim, nenhuma indicação na premiação. Em 2020, o HFPA não indicou Greta Gerwig para a melhor direção apesar de ‘Adoráveis Mulheres’ ter sido indicado a Melhor Filme. Premiações como Globo de Ouro também recebem críticas pela falta de transparência e aparente falta de ética”, explica Catarina.

As celebridades também se uniram para protestar contra a premiação. Atores como Scarlett Johansson, Mark Rufalo e também Tom Cruise estão fazendo campanhas contra a HFPA por falta de diversidade em seus eventos. Tom Cruise foi o mais impactante. O astro de Hollywood decidiu devolver diretamente as suas três estatuetas recebidas anteriormente para a sede da empresa responsável pelo prêmio na última segunda, dia 10. Por ele ser um ator de tão grande prestígio e visibilidade, essa ação pode fazer com que outros repitam essa atitude, pressionando mais a HFPA.

O astro Tom Cruise também aderiu ao boicote ao devolver seus três prêmios à organização. (Foto: THE GROSBY GROUP)

“É um absurdo, porque o que nós temos aí na verdade é um escândalo que não diz respeito apenas à inclusão como à ética também. Com atores, produções que teriam sido beneficiadas pelo júri. Esse é um problema sério de ética que põe em cheque Hollywod, que dificilmente vai querer salvar o Globo de Ouro no meio desta história, haja vista esses boicotes todos que já vem sendo feitos tanto pelos atores, streamings e agora a NBC”, enfatiza Gustavo Lacerda.

Esta decisão da NBC de não mais transmitir a premiação do Globo de Ouro, veio como um choque para a organização, que dependia estritamente deste patrocínio em relação aos direitos de transmissão desta celebração. E, para piorar mais a situação, há o temor de que esse tipo de atitude por parte da HFPA, possa não ter superação, por parte dos observadores desta indústria.

Leia Também: Como a Indústria de mídia física de filmes se mantém frente ao Streaming atualmente?

Leia Também: Oscar 2021 revela otimismo em relação à diversidade

Rafael Barreto – 8º período

2 comentários em “Transmissão do Globo de Ouro 2022 é cancelada pela NBC por falta de diversidade

  1. Pingback: Quadro de Picasso é vendido em leilão em Nova York por US$ 103,4 milhões de dólares | Agência UVA

  2. Pingback: Filme de Mário Peixoto é recuperado e transmitido novamente em nova escala de inovação | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s