Geral

LG decide parar fabricação de celulares globalmente: decisão também afeta o Brasil

Após diversos prejuízos desde o segundo semestre de 2015, empresa sul-coreana decidiu encerrar suas atividades na fabricação de aparelhos celulares.

No dia 5 de Abril, a LG anunciou que irá parar com sua fabricação no setor de celulares. Isso não só afeta o mundo todo, como especificamente o Brasil, já que esta atitude interfere diretamente na fábrica de Taubaté, interior de São Paulo. Esta é a única fábrica da empresa sul-coreana voltada para o desenvolvimento no setor de celulares disponível no Brasil.

Com a decisão da LG, a fábrica de Taubaté foi bastante afetada. (Reprodução/ TV Vanguarda)

A unidade de Taubaté é a principal responsável pelo setor de celulares da LG no Brasil. Segundo informações da própria empresa também será parado o desenvolvimento no setor de notebooks e monitores na fábrica de Taubaté, deixando assim mais complicada a situação da fábrica do Vale do Paraíba. A ideia seria transferir a produção destes produtos para a fábrica de Manaus, tendo como estímulo para essa decisão os incentivos fiscais dados a esta área no Amazonas, diferente de como acontece no estado de São Paulo.

O Coordenador do Curso de Gestão da Tecnologia da Informação, Claudio Fico, explica como a decisão da LG pode impactar o Brasil e toda América Latina e ainda explica sobre a situação da fábrica de Taubaté que não conseguirá fazer com que todos os trabalhadores de uma fábrica se desloquem para outra, devido a capacidade máxima da fábrica de Manaus.

“Certamente há um abalo no mercado financeiro em termos de Brasil e até América latina, isso não é nada favorável. Infelizmente, uma boa parte desses funcionários serão desligados, pois a fábrica de Manaus não terá capacidade de absorver todos, sem falar no custo de transição. O impacto é grande, pois há diversas empresas que atuam em parceria com produtos e serviços e que deixarão de atuar e, com isso, provavelmente, teremos desligamentos também nessas empresas”, afirma Claudio Fico.

A decisão de encerrar suas atividades no mercado de celulares é devido a um prejuízo causado desde o segundo semestre de 2015, em que a atividade mundial neste setor, sofreu uma perda durante 23 trimestres seguidos, causando assim perda de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares até o fim do ano passado.

“Muito ruim uma empresa do porte da LG deixar de atuar em um seguimento tão importante. Sabemos da importância do uso do smartphone, tendo em vista a criação e migração de serviços para tal tecnologia. É preciso perceber que neste seguimento temos grandes empresas na disputa pelo mercado e fazendo investimentos diferenciados. É fato que nos últimos anos a competição ficou acirrada por conta da Apple, da Samsung e da Motorola”, enfatiza, Cláudio Fico.

Já havia alguns rumores acerca de qual seria o futuro cenário em que a LG estava entrando segundo a imprensa internacional desde que começou 2021. O Jornal The Korea Times noticiou que a empresa já tinha aberto conversas para que se discutisse a possível venda de toda sua fabricação em nível mundial no setor de celulares. Apesar disso, a agência de notícias Bloomberg publicou no final do último mês, que depois de não terem obtido êxito com as negociações com empresas alemães e vietnamitas, a LG decidiu acabar com este setor, em vez de necessariamente colocá-lo à venda.

Além da fábrica situada em Taubaté, a LG possui outra que se encontra na Zona Franca de Manaus (AM), responsável pela produção de equipamentos como geladeiras, ar-condicionado, fogão, micro-ondas, freezer e outros produtos do setor de eletrodomésticos, chamado linha branca. Já em São Paulo, a empresa possui cerca de mil funcionários, e a prevsão é de que com o encerramento da fábrica de celulares cerca de 400 funcionário teriam seus empregos em risco, sendo prejudicados.

Com a divulgação nesta última segunda-feira, dia 5 de março, a LG, se torna a primeira grande empresa do ramo de produção de celulares a deixar o mercado. Já era conhecido que a empresa estava tendo baixos lucros com a venda de celulares e já vinha numa tentativa de conseguir se manter firme frente às suas concorrentes como Samsung e Apple, por exemplo. Com o rápido avanço por parte das desenvolvedoras chinesas, que optam por comercializar seus produtos celulares olhando o custo benefício e, ainda mais o fato de as gigantes do mercado estarem disponibilizando maiores modificações, a marca sul-coreana acabou sendo superada em dois setores, não conseguindo alcançar grande destaque neste mercado competitivo mesmo sendo uma grande empresa, o que levou à decisão de encerrar suas atividades na área de celulares.

Leia Também: Apple Glass terá tecnologia contra acidentes e impactos

Nomofobia: doença atrelada à tecnologia tem afetado parte da sociedade

Rafael Barreto – 8º período

estudante de Jornalismo e amante de cultura pop e games!!

2 comentários em “LG decide parar fabricação de celulares globalmente: decisão também afeta o Brasil

  1. Pingback: Venda do Jovem Nerd para Magazine Luiza: O que muda agora? | Agência UVA

  2. Pingback: Banco Central autoriza pagamento pelo WhatsApp | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s