Geral

Caso Mariana Ferrer: vídeo de julgamento gera revolta nas redes sociais

Além da absolvição do réu André Aranha, a jovem foi desrespeitada pelo advogado do acusado durante a audiência

A audiência que julgou e absolveu o empresário André de Camargo Aranha, acusado pela blogueira Mariana Ferrer de tê-la estuprado, causou revolta e mobilização de populares, celebridades e até times de futebol nas redes sociais, por conta da decisão judicial e pela forma que a jovem foi tratada.

De acordo com o promotor responsável pelo caso, não houve provas de que o acusado teve a intenção de estuprar, o que está sendo tratado como “estupro culposo”. Além disso o advogado do acusado, Cláudio Gastão da Rosa Filho, aparece humilhando a vítima no vídeo da audiência. O assunto se tornou um dos trending topics do Twitter na terça-feira (03).

Vídeo do julgamento de estupro gerou revolta
(Imagem: Reprodução / Audiência Mariana Ferrer)

O caso que gerou a acusação da vítima, que na época tinha 21 anos e era virgem, aconteceu em dezembro de 2018, em um camarim privado, durante uma festa realizada em Florianópolis, Santa Catarina. A suspeita da jovem é que tenha sido drogada, e portanto, não tem total lembrança dos fatos ocorridos.

A blogueira Fernanda Souza, de 26 anos, que é ativista da causa feminista no Feminismo por Fernanda Souza, conta que todas as mulheres foram um pouco atingidas junto com a vítima. “Foi como ter levado um soco no estômago. Me senti diminuída, com medo e me perguntando quantas Marianas passam por isso diariamente”, comenta Fernanda, que falou ainda sobre o quanto a absolvição do acusado afeta a justiça brasileira.

“É a abertura para mais casos semelhantes ao da Mari Ferrer. Como assim o estuprador não teve a intenção de estuprar? É inadmissível que isso tenha acontecido. Todos os dias a luta feminista é diminuída por homens machistas que contribuem muito para a cultura do estupro, e isso foi um dos pilares para ocorrer essa sentença absurda”, desabafa Fernanda.

O fato gerou grande número de manifestações nas redes sociais, e muitas pessoas pediram justiça pela Mariana Ferrer.

Fernanda Souza explica que não se calar já é uma grande ajuda ao enfrentamento da violência contra as mulheres. “Em vários pontos do país, onde iremos nos manifestar contra esse absurdo e desrespeito, você não se posicionando, já é um posicionamento. Viu um amigo seu sendo machista? Repreenda. Coloque isso em prática no seu dia a dia”, diz a blogueira.

Casos de violência contra as mulheres acontecem recorrentemente, e de acordo com estudos, os números de feminicídios cresceram durante a pandemia. Para denunciar situações como essas, acione a Central de Atendimento à Mulher – ligue 180.

José Paulo Sobral – 4° período

Revisão – Bárbara Souza

LEIA TAMBÉM: Jornalistas e cientista político comentam caso Carol Solberg

0 comentário em “Caso Mariana Ferrer: vídeo de julgamento gera revolta nas redes sociais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s