Saúde

Após polêmicas, Ministério da Saúde volta a atualizar dados do Covid-19

País chega a 707.412 casos confirmados de Covid-19. São 37.134 mortes

Na tarde desta terça-feira (9), o Ministério da Saúde voltou a divulgar os números acumulados de mortes e contágio por conta do Covid-19. Desde a última sexta (5), os números não apareciam na divulgação oficial feita pela pasta diariamente nas redes sociais e o portal do Ministério sobre o coronavírus passou a revelar apenas casos e mortes confirmados no dia anterior.

Em resposta ao governo, alguns dos principais veículos de imprensa do país (Grupo Globo, Grupo Estado e Grupo Folha) fizeram uma parceria para criar um consórcio, composto por especialistas e pesquisadores da área, para garantir atualizações diárias sobre os números da doença.

A mudança na divulgação dos dados gerou críticas de especialistas, autoridades e população em geral. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou, na segunda-feira (8), à noite, que os dados voltassem a ser informados com os casos consolidados e não apenas diariamente.

No último balanço, então, o Ministério da Saúde registrou, na última segunda (8), 15.654 novos casos e 679 óbitos causados pelo Covid-19 em 24 horas. No total, são 37.134 mortes e 707.412 casos desde o começo da pandemia.

Pasta sem um ministro
Até agora sem um líder oficial depois da demissão de Nelson Teich, o Ministério da Saúde respondeu às críticas anunciando que uma nova plataforma para divulgar os dados está sendo desenvolvida.

LEIA MAIS: Insônia: especialistas dão dicas para melhorar a qualidade do sono

Durante conferência realizada pelo Ministério da Saúde nesta segunda (8), o diretor de Análise de Saúde e Vigilância de doenças não-transmissíveis, Eduardo Macário, explicou que a nova plataforma utilizará os sistemas de informação oficiais para oferecer dados mais precisos e aprofundados.

Além disso, o órgão público também anunciou que pretende investir cerca de R$ 1,2 bilhões em duas novas estratégias para reforçar a assistência à população no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a pandemia. O Ministério da Saúde pretende repassar recursos financeiros aos municípios que criarem Centros Comunitários de Referência e Centros de Atendimento para identificarem e tratarem precocemente os casos leves da doença.

LEIA MAIS: Coronavírus: brasileiros residentes na Europa falam sobre seu isolamento

A secretária substituta de Atenção Primária à Saúde, Daniela Ribeiro, ressalta a importância desse investimento nos centros de atendimento. “A rede de cuidado à saúde tem que estar organizada e permitir a continuidade das ações. As gestantes precisam ser atendidas, as crianças precisam ter seu esquema vacinal completado, os diabéticos e hipertensos precisam ir à farmácia básica pegar suas medicações, precisam de consultas. O acesso tem que existir, mas precisa ser organizado”.

LEIA TAMBÉM: Semana de Meio Ambiente começa abordando a relação entre Covid-19 e poluição
LEIA TAMBÉM: Coronavírus: supermercado adota regras de prevenção ao contágio

Rhuan Bastos – 7º Período

1 comentário em “Após polêmicas, Ministério da Saúde volta a atualizar dados do Covid-19

  1. Pingback: Coronavírus: Brasil registra mais de 700 mil casos de Covid-19 | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s