Comportamento Sociedade

Veganistas: O que são? Como vivem? E o que comem?

O movimento do Veganismo cresce e gera cada vez mais curiosidade. Entenda mais sobre o assunto

Você provavelmente já deve ter ouvido falar do veganismo. Nos últimos anos, o movimento tem crescido bastante em todo o mundo e, aqui no Brasil, a história não é diferente. Uma grande quantidade de pessoas tem abolido a utilização de produtos de origem animal e se tornado veganas. Mas você sabe o que é um vegano?

O QUE É VEGANISMO?

“O veganismo é uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade. Dos veganos junk food aos veganos crudívoros – e todos mais entre eles – há uma versão do veganismo para todos os gostos. No entanto, uma coisa que todos nós temos em comum é uma dieta baseada em vegetais, livre de todos os alimentos de origem animal, como: carne, laticínios, ovos e mel, bem como produtos como o couro e qualquer produto testado em animais.”

Definição criada pela The Vegan Society, da Inglaterra: a mais antiga entidade vegana do mundo.

Logo da “The Vegan Society”, Organização Inglesa que atua internacionalmente no movimento Veganista. (Imagem: Reprodução/The Vegan Society)

A Sociedade Vegana (The Vegan Society) foi criada há mais de 70 anos, mas o veganismo como prática existe há muito mais tempo. Segundo a própria Sociedade, existem evidências de pessoas escolhendo evitar produtos animais há 2.000 anos.

Quem estuda hoje o veganismo e suas implicações na saúde é a estudante de Nutrição do oitavo período da UVA, Cláudia Barros, 23. Segundo ela, as pessoas que desejam aderir ao veganismo precisam tomar alguns cuidados e procurar uma orientação médica e nutricional

“Para aderir a este estilo de vida, é necessário procurar um profissional de nutrição afim de planejar o seu cardápio e não ter nenhuma perda nutricional futura. Até porque tem vitaminas que ficam acumuladas por conta do período inteiro de vida, aí a pessoa adere hoje a esse estilo de vida e daqui a 10 anos começa a ter várias deficiências”, alerta Cláudia.

A estudante ressalta ainda que esse quadro, se agravado, pode levar até a morte. Segundo ela, a entrada no veganismo sem ajuda profissional pode se tornar perigosa. “A pessoa não entende quais são os alimentos que são realmente necessários na alimentação, e isso pode comprometer a saúde”, garante.

Qual é a diferença entre veganismo e vegetarianismo?

Muitos não sabem diferenciar veganismo de vegetarianismo. A dieta seguida pelos veganos é uma espécie de “vegetarianismo extremo”, mais restritiva e vai além de só a alimentação. Confuso? Um Site vegetariano criou uma tabela para explicar melhor o assunto. Confira:

A estudante Yasmin Madureira, 20, é vegetariana há 3 anos. Ela conta que no começo aderiu a dieta porque queria emagrecer mas acabou comprando a causa animal, comovida pelo que chamou de “sofrimento e injustiça que os seres sem voz vivem”.

“Minha maior vontade é alcançar o veganismo e reduzir ao máximo o consumo de produtos de origem animal, com o objetivo de boicotar a indústria perversa que sobrepõe suas questões capitalistas aos que não tem como se defender. Acho incrível essa ideologia e admiro muito as pessoas que conseguem chegar a esse estágio”, conta Yasmin.

(Imagem: Reprodução/ Facebook The Vegan Society)

Produtos Veganos

Surfando na onda veganista, surgiram inúmeras marcas com novos produtos voltados para esse público. Além disso, grandes e tradicionais empresas também resolveram se atualizar e buscar esse novo mercado, que também pode ser muito lucrativo.

O veganismo é uma postura política, e não apenas uma dieta. Então, por motivações éticas, os veganos não consomem nada de origem animal em nenhuma área de suas vidas: alimentação, vestuário, espetáculos ou qualquer outro tipo de atividade que envolva sofrimento animal.

A vegetariana Lua Espinola, 33, é dona de uma marca natural para a pele e o corpo. Ela produz e comercializa produtos veganos. Lua afirma que esses produtos por virem da natureza e não de um laboratório possuem um resultado significativamente melhor, porque tratam o ser por inteiro, de maneira holística e não apenas estética.

Lua em stand de exposição da Semente Bio, sua marca de produtos naturais artesanais
(Foto: Reprodução/Facebook)

Para os veganos, é importante mostrar sua filosofia de vida às empresas, através de boicote a produtos e serviços obtidos com sofrimento de animais. Em outras palavras, todo ingrediente ou insumo de origem animal ou ainda testados em animais são riscados da lista de compras veganas. Os produtos boicotados mais populares são couro (pele), gelatina, lã, mel, laticínios e ovos, além da carne, é claro.

Veganismo nas Redes

(Foto: Reprodução/Instituto Luisa Mell)

O movimento Vegano é bem presente nas redes sociais brasileiras. A maior estrela da causa no país é Luisa Mell, dona de um perfil do instagram com mais de 3 milhões de seguidores e fundadora de um instituto que leva seu nome, que atua em defesa dos animais.

São comuns postagens dela de resgates realizados a animais em situação de maus tratos ou abandono. Através das ações de seu instituto, Luisa já conseguiu fazer até que a maior rede de petshops do Brasil deixasse de vender animais. Ela também criticou e comprou briga com diversas empresas e celebridades e também converteu muitos seguidores.

Outra rede social que é palco de debates sobre o tema é o twitter. Não é incomum aparecem hashtags como, #segundasemcarne, #govegan, #veganosbrasil, entre outras.

No Youtube, existem dezenas de canais veganos, que compartilham receitas, dicas, debatem sobre alimentação, saúde e a causa animal, e outros assuntos de interesse a comunidade vegana. O maior deles é o “Presunto Vegano”, que já ultrapassou os 450 mil inscritos. Confira abaixo três receitas do youtube de churrasco vegano.

Como fazer churrasco vegano, por Presunto Vegetariano:

Como fazer churrasco vegetariano, por VegetariRANGO:

Churrasco vegano, por Vaganagem:

O que assistir para saber mais

Diversos documentários disponíveis online abordam a temática veganista. Se você quer saber mais sobre o tema ou está decidido que o veganismo é para você, passar horas assistindo os filmes é a maneira mais fácil de aprender e conhecer os detalhes desta ideologia.

Confira a lista abaixo conta com 3 títulos selecionados:

1. Cowspiracy

Cowspiracy (“A Conspiração da Vaca”, em tradução livre) é um documentário sobre meio ambiente que segue o intrépido cineasta Kip Andersen à medida em que ele revela qual é a indústria mais destrutiva que o planeta enfrenta hoje, e investiga por que as principais organizações ambientalistas do mundo estão com muito medo de falar sobre isso.

Disponível na Netflix.

2. Terráqueos

Earthlings (Terráqueos) trata obre a absoluta dependência da humanidade em relação aos animais (para estimação, alimentação, vestuário, diversão e desenvolvimento científico), mas também ilustra o completo desrespeito para com os assim chamados “provedores não-humanos”.

3. A Carne é Fraca

Alguma vez você já pensou na trajetória de um bife antes de chegar ao seu prato? É do que trata este documentário, daquilo que não é divulgado. Saiba os impactos que o ato de comer carne representa para a sua saúde, para os animais e para o planeta. Com depoimentos dos jornalistas Washington Novaes e Dagomir Marquezi, entre outros. Disponível na Netflix e no Youtube.

Matheus Marques – 8º período

0 comentário em “Veganistas: O que são? Como vivem? E o que comem?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s