Entretenimento Música

VMA: Anitta e Blackpink fazem história na edição deste ano

A premiação foi apresentada pelos rappers LL Cool J, Nicki Minaj e Jack Harlow

No último domingo (28), foi celebrado o Video Music Awards deste ano, em Nova Jersey, nos Estados Unidos. A iniciativa da MTV tem como intenção premiar grandes contribuições visuais para o meio musical, além de trazer performances dos artistas em alta no momento. Sempre marcada por momentos icônicos e com foco no público jovem, essa edição contou com aparições e performances de diversos artistas, sendo apresentada por LL Cool J, Jack Harlow e Nicki Minaj.

A premiação se iniciou com a performance de Jack Harlow e seu hit “First Class”, com aparição surpresa de Fergie, dona da música a qual ele interpolou em seu sucesso, que foi vencedora do prêmio de Canção do Verão. Sua apresentação foi seguida imediatamente por Lizzo, cantando seus sucessos “About Damn Time” e “2 Be Loved”. 

Jack Harlow, Fergie, MTV, VMAs, VMA 2022, Video Music Awards, awards, heels, silver heels, platform heels, crystal heels, performance
Fergie retorna aos palcos da premiação após anos longe para reviver seu sucesso de 2006 ao lado de Jack Harlow (Foto: Christopher Polk/Variety)

A brasileira Anitta se consagrou como a primeira artista do país a se apresentar na premiação. Ano passado, a cantora foi anunciada como performer da edição, mas se apresentou durante os comerciais americanos em ação de publicidade, que não são transmitidos no Brasil. Dessa vez, a artista dominou o palco principal para apresentar seu hit “Envolver”, além de um medley de funks seguido de sua famosa frase “Vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje, né?”, dessa vez em inglês. 

Anitta também se tornou a primeira brasileira a vencer uma categoria na premiação. Logo após sua performance, a brasileira foi surpreendida com a vitória de Melhor Clipe Latino com “Envolver”, que foi dirigido por ela mesma. Em seu discurso, ela ressaltou suas origens no funk, como o ritmo já foi considerado crime, e encoraja seu público a persistir em seus objetivos.

A vitória da brasileira e a inclusão de músicas do funk em sua performance atraíram elogios do público que acompanhava a premiação nas redes sociais, ressaltando a importância da artista para quebrar paradigmas sobre a cultura do país.

Ainda sobre primeiras vezes, o grupo de k-pop Blackpink, que levou para casa os prêmios de Melhor Grupo e Melhor Performance no Metaverso, se consagrou como o primeiro ato feminino sul-coreano a se apresentar no evento. Elas trouxeram muita coreografia para celebrar seu novo lançamento “Pink Venom”, que fará parte de seu novo álbum, com lançamento previsto para outubro. Uma das integrantes do grupo, Lisa, ainda recebeu o prêmio de Melhor K-pop por seu trabalho solo.

Um dos momentos marcantes da edição foi a homenagem ao grande nome da noite: a rapper Nicki Minaj, que foi consagrada com o Vanguard Award. O prêmio mais importante da noite não é votado pelo público e é anunciado com antecedência, premiando artistas com grandes contribuições e impacto significativo em clipes na cultura pop. Considerada a rainha do rap, Nicki teve sua carreira marcada por inúmeros hits e clipes memoráveis. Ela apresentou um medley de seus maiores sucessos, incluindo seu novo lançamento “Super Freaky Girl”.  Em seu discurso, Nicki agradeceu aos artistas que deram oportunidades que mudaram sua carreira, além de iluminar a importância de discutir e trazer compreensão para saúde mental, citando Michael Jackson e Whitney Houston, que lutavam contra seus conflitos mentais na época em que faleceram.

Outro grande homenageado da noite foi a banda de rock Red Hot Chili Peppers com o título de Ícone Global, que também não é votado pelo público. Depois de uma performance eletrizante, ao receber sua estatueta, dedicaram o prêmio ao baterista do Foo Fighters Taylor Hawkins, que faleceu em março deste ano, pouco antes de se apresentar no Lollapalooza em São Paulo. O grupo também venceu a categoria de Melhor Rock.

Essa edição também foi marcada pelo retorno da categoria de Melhor Vídeo de Longa Duração, com vitória de Taylor Swift e seu curta-metragem para a música “All Too Well (10 Minute Version) (Taylor’s Version)”, que estrela Sadie Sink e Dylan O’Brien. A última vencedora da categoria foi Beyoncé com o filme que acompanha seu álbum “Lemonade”, em 2016. Além disso, Taylor venceu a categoria mais importante da noite, de Vídeo do Ano. Em seu discurso de vitória, a cantora agradeceu o apoio dos fãs anunciando o lançamento de seu novo álbum de inéditas, “Midnights”, para 21 de outubro.

Entre outros premiados, estão Bad Bunny por Artista do Ano, Harry Styles por Álbum do Ano e Lil Nas X por Melhor Colaboração com Jack Harlow.

Foto de capa: Reprodução/MTV

João Pedro Agner (3° período) com revisão de Gabriel Folena (6º período)

LEIA TAMBÉM: “Envolver” e “o passo de Anitta”: como a cantora chegou à canção mais ouvida no mundo

LEIA TAMBÉM: Grande Prêmio do Cinema Brasileiro: ‘Marighella’ ganha oito estatuetas

3 comentários em “VMA: Anitta e Blackpink fazem história na edição deste ano

  1. Pingback: Big Time Rush retorna ao Brasil com a “Forever Tour” | Agência UVA

  2. Pingback: IZA e Two Door Cinema Club são os principais lançamentos musicais da semana | Agência UVA

  3. Pingback: Opinião: quem cobriu o Rock In Rio? | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s