Tecnologia

74,5% dos brasileiros se reconhecem como gamers, aponta pesquisa

Segundo o levantamento, a maioria dos jogadores se identifica como preto ou pardo

O mundo dos games nunca chamou tanta a atenção nacional como atualmente. Vistos, cada vez menos, como uma atividade de nicho, os jogos eletrônicos têm ganhado novos adeptos nos últimos anos, é o que aponta a última Pesquisa Game Brasil (PGB). Referência na análise de consumo de jogos, a 9ª edição do levantamento revela um crescimento de 2,5 pontos percentuais em comparação ao ano anterior ao indicar que 74,5% da população brasileira se considera gamer.

A pesquisa atingiu sua maior marca desde o seu início em 2013 (Foto: Divulgação/PGB)

Dentre os 13.051 participantes do estudo, ouvidos durante os meses de fevereiro e março, 76,5% relataram enxergar os games como seu principal meio de entretenimento. Influenciadas pelo período pandêmico, as pessoas tiveram que encontrar novas maneiras de relaxar e se distrair mesmo estando dentro de casa. Dados da pesquisa mostram que mais de 70% dos entrevistados afirmaram terem jogado mais enquanto permaneciam em isolamento social.

Para Guilherme Chambela, coautor do artigo “A Ascensão dos Esportes Eletrônicos”, a pandemia de Covid-19 teve um papel preponderante no aumento do consumo de jogos  no Brasil. 

“Devido aos longos períodos de isolamento social vividos na pandemia, as pessoas tiveram que mudar seus hábitos e se adequar a realidade momentânea que estávamos vivendo. Os jogos para muitos foram uma forma de escape da realidade, um momento de descontração. Como forma de se socializar, muitas pessoas se aventuraram pelo mundo dos jogos online e acabaram descobrindo uma paixão pelos games”, explica.

De acordo com o levantamento, ainda que os jogos sejam populares em grupos diversos, a maior parte do público gamer se identifica como preto ou pardo (49,4%) e ocupam a faixa etária de 20 a 24 anos (25,5%). Já o prêmio de plataforma “queridinha” dos usuários ficou para o smartphone, com 48,3% do total. Bem mais barato e acessível do que os outros equipamentos, os celulares existem em maior quantidade pelo país, o que democratiza a prática. Ainda segundo Chambela, outros dois fatores que ajudaram no crescimento do mercado de games foram o acesso à tecnologia e o contínuo processo de digitalização. 

“Os jogos sempre estiveram presentes na vida do brasileiro, porém o acesso a esses produtos era tido como um luxo, e não eram todas as famílias que tinham como adquirir esse luxo. Com a digitalização e com a ferramenta mobile isso mudou muito, até hoje o custo para se adquirir um novo console não cabe no orçamento da maioria dos brasileiros, porém com um celular é possível acessar uma variedade imensa de games, o que abriu uma nova vertente desse mercado que é o que mais cresce nos últimos anos”, afirma.

Maior parte do público gamer é mulher (Foto: Divulgação/PGB)

Vale ressaltar que, embora sejam mais caros, os computadores seguem em segundo como meio preferido dos usuários que desejam se aventurar no mundo dos jogos online e offline, com 23,3% da preferência do público. Para Paulo Vitor (21), estudante de jornalismo, o PC foi a plataforma na qual mais se identificou como jogador. 

“Todas as plataformas têm seus bons jogos. Entretanto, o PC, sem dúvida, foi onde encontrei aqueles pelos quais mais me apaixonei, como, por exemplo, League Of Legends,  Football Manager, entre outros”, conta. 

Por fim, o estudo também prevê que, aliadas aos jogos eletrônicos, diversas outras tendências digitais, como o Metaverso, devem ganhar maior notoriedade daqui para frente. 

O artigo “A Ascenção dos Esportes Eletrônicos”, de Guilherme Chambela, pode ser lido aqui.

Foto de Capa: Reprodução/Pexels

Anne Rocha (5º período), com revisão de Gabriel Folena (5º período)

LEIA TAMBÉM: E-cariocão: primeira etapa do circuito carioca de esportes eletrônicos acontece na Gamboa

LEIA TAMBÉM: Fióti, do Laboratório Fantasma, exalta a união do rap com o universo dos games

2 comentários em “74,5% dos brasileiros se reconhecem como gamers, aponta pesquisa

  1. Pingback: Sexta edição do Festival Ecrã acontece no Rio de Janeiro em formato híbrido | Agência UVA

  2. Pingback: Produtividade: 5 apps que ajudam a organizar as tarefas do dia a dia | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s