Esporte

Depois do jogador britânico Jake Daniels, árbitros escoceses assumem publicamente suas sexualidades

Inspirados por outros profissionais do futebol, Craig Napier e Lloyd Wilson anunciam homossexualidade

O mês de junho, conhecido como Mês do Orgulho LGBTQIA+, acabou de começar, mas já chegou quebrando tabus. Depois dos jogadores de futebol Josh Cavallo, primeiro futebolista inglês a assumir sua sexualidade, na década de 1990, e Jake Daniels, que se declarou homossexual poucas semanas atrás, foi a vez dos árbitros revelarem ao mundo suas respectivas orientações sexuais. Na quinta-feira (2), os escoceses Craig Napier e Lloyd Wilson decidiram se assumir publicamente como homossexuais. 

Em entrevista à Federação Escocesa de Futebol, Napier fez questão de frisar a importância de ver outras personalidades do esporte, que passam pela mesma situação que ele, dizerem a verdade sobre suas sexualidades.

“Não acho que isso é notícia, mas penso que, no momento, realmente precisa ser. Necessitamos de mudanças para que as pessoas sintam que podem ser seu verdadeiro eu e, assim, viver felizes e confortáveis em sua própria pele. Então isso precisa transpassar para o futebol”, explica.

Para a Federação Escocesa, Napier revelou suas inspirações e as maiores dificuldades para se assumir 

Ao todo, ele apitou 32 partidas de diferentes competições escocesas ao longo da temporada 2021/2022, das quais 10 foram pela Scottish Premiership, primeira divisão da liga de futebol do país. Durante o vídeo, o árbitro ainda aponta que, apesar de todas as críticas e preconceitos, é fundamental que outras pessoas também tenham coragem para tomar uma atitude. 

“É algo com o qual convivo há muito tempo, e foi uma jornada difícil até chegar aqui. É muito importante que pessoas como eu estejam dispostas a fazer isso”, ressalta.

Inspirado por Napier, o também árbitro Lloyd Wilson contou sobre sua sexualidade em um vídeo gravado para o canal do YouTube da Back Onside, instituição de caridade de saúde mental. 

“Uma caminhada de quase 17 anos rodeada de mentiras, uma vida que eu não quero mais. Agi do jeito que outras pessoas talvez quisessem que eu vivesse ou, pelo menos, da maneira que eu acreditava que elas queriam, o que de certa forma também foi ditado pelo mundo do futebol”, desabafa Wilson.

Ao longo da conversa, Lloyd também falou sobre a paixão que sente pela profissão e comentou quais são suas expectativas para a próxima temporada. 

“Acredito que haverá duas reações. Algumas pessoas vão olhar para essa entrevista e pensarão que estou tentando lutar contra a opressão. Enquanto isso, outros irão achar que eu sofrerei ainda mais depois disso”, diz. 

Confira abaixo a entrevista completa com o árbitro Lloyd Wilson: 

Foto de Capa: Reprodução/Freepik

Anne Rocha (5º período), com revisão de Leonardo Minardi (7º período) e Gabriel Folena (5º período)

LEIA TAMBÉM: Pela primeira vez em 32 anos, um jogador de futebol do Reino Unido se assume gay

LEIA TAMBÉM: Torcidas organizadas LGBT lutam contra a homofobia estrutural no futebol

2 comentários em “Depois do jogador britânico Jake Daniels, árbitros escoceses assumem publicamente suas sexualidades

  1. Pingback: Lewis Hamilton ganha título de cidadão honorário do Brasil | Agência UVA

  2. Pingback: Novas regras barram participação de atletas trans em diferentes modalidades esportivas | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s