Cultura

Britney Spears: entenda como movimento #FreeBritney foi crucial na liberação da tutela da cantora

Britney Spears, referência mundial do pop, agradece aos fãs pelo movimento #Free Britney

No dia 29 de Setembro, no estado da Califórnia (EUA), a cantora Britney Spears conseguiu se libertar da tutela do pai, após 13 anos. A cantora alcançou sua independência novamente devido ao movimento conhecido como #FreeBritney, que levou milhares de fãs a protestarem e lutarem pela sua liberdade.

O pai da cantora, James Spears, desistiu de ser seu tutor após inúmeras denúncias de seus tratamentos abusivos. Entretanto, a saída de James Spears está prevista para acontecer somente na audiência que estava marcada sobre o caso em Janeiro de 2022.

Todavia, a cantora solicitou na justiça dos Estados Unidos o aceleramento do fim da tutela do pai, que foi concedida pela juíza Brenda Penny e o papel de tutor passou a ser do contador John Zabel. Na audiência, no dia 12 de Novembro, será decido o fim do processo de tutela da princesa da música pop.

Capa dos álbuns da cantora Britney Spears. (Foto: Divulgação/Pinterest).

Entenda mais sobre o caso

Apenas com 17 anos, Britney Spears lançou seu primeiro disco que vendeu aproximadamente 30 milhões de cópias. A cantora já ganhou um Grammy, entrou na parada Billbord com quatro álbuns, faz parte do livro de recordes, já faturou diversos prêmios e conquistas no mundo da música. Entretanto, a vida de Britney mudou completamente quando seu pai, James Spears, ganhou sua tutela em 2008.

A cantora foi uma das famosas mais atormentadas do mundo pelas mídias. Britney vivia cercada de paparazzi em todo lugar que frequentava, era ridicularizada e sofria piadas e sátiras em programas de televisão, sua vida era violentada em qualquer momento e qualquer horário.

O episódio considerado principal para que James Spears conseguisse a tutela, foi quando Britney Spears bateu no carro de um dos paparazzi com um guarda-chuva.

(Foto: Reprodução de capa de ‘Baby One More Time’ (Britney Spears).

Essa situação foi o ponta pé para o surgimento do movimento #FreeBritney em 2008, com o objetivo de derrubar a tutela. O movimento tomou força quando a cantora desapareceu das redes sociais por alguns meses e começou a sofrer tratamentos abusivos de seu pai. James Spears controlava totalmente a vida da cantora, ele tinha total poder de controle da vida pessoal, financeira e dos trabalhos produzidos pela Britney.

Movimento #FreeBritney. (Foto: Reprodução/ Internet).

O movimento alcançou grandes proporções nas plataformas sociais ao longo dos anos e acabou atingindo os meios comunicações em massa, como a televisão. Para Otávio Daros, Doutorando em Comunicação pela PUC-RS, e o publicitário e youtuber Gabriel Mahalem, o movimento é de extrema importância e suas proporções também. Como explica Daros:

“O movimento é resultado de um longo processo que teve início em 2008, com a introdução da própria tutela. Desde do início, existiam especulações sobre como a tutela estava funcionando e os efeitos para a vida da artista, mas sem um consenso entre a maioria dos fãs sobre o que poderia e deveria ser feito. Essa situação começa a mudar apenas em 2019, quando surgem denúncias graves de abusos. Com isso, as manifestações individuais iniciadas pelos primeiros fãs se transformam em algo coletivo, ganhando a forma de movimento que exige o fim imediato da tutela e a investigação dos envolvidos. As redes sociais tiveram um papel fundamental para a formação e desenvolvimento do movimento, fazendo com que, pouco a pouco, ultrapassasse os limites da comunidade de fãs. Contudo, sua legitimidade junto ao público mais geral veio a crescer à medida que se tornou assunto na mídia jornalística”, afirma Otávio Daros.

“O movimento Free Britney foi fundamental para chegarmos no resultado que chegamos, sem ele, definitivamente nada teria acontecido. O melhor de tudo foi que ele não era apenas entre fãs da Britney, todos os amantes de música se posicionaram, por causa dessa união, o sucesso veio. Isso ajudou também a abrir os olhos do mundo para outros pontos de abusos que sofriam os artistas dentro de toda a indústria pop”, comenta Gabriel Mahalem.

O agradecimento de Britney Spears

No dia 4 de Outubro, Britney Spears usou suas redes sociais para agradecer ao apoio, ao carinho e o esforço dos fãs que lutaram pela sua liberdade e pelo movimento #FreeBritney. O agradecimento alcançou o trending topics do Twitter, com inúmeros comentários e postagens dos fãs e de personalidades celebrando o fim da tutela.

“Movimento #FreeBritney: não tenho palavras… Por causa de vocês e sua resiliência constante em me libertar da minha tutela, minha vida agora está nesta direção! Eu chorei ontem à noite por duas horas porque meus fãs são os melhores e eu sei disso. Eu sinto seus corações e vocês sentem o meu. Isso eu sei que é verdade”, declara a cantora em seu Twitter.

Twitter feito por um fã da cantora comemorando o fim da tutela.
Twitter feito por um fã celebrando o fim da tutela e agradecendo ao advogado que defendeu Britney Spears na justiça.

A volta aos palcos

Segundo informações do site TMZ, a cantora não tem planos de voltar aos palcos. Atualmente, Britney contou, em seu Instagram, que está escrevendo um livro sobre uma garota que foi assassinada. Para Otávio Doras e Gabriel Mahalem, a decisão da cantora pode mudar sua trajetória no mundo da música.

“Uma tutela como essa que Britney se encontra impõe limitações das mais diversas, da liberdade pessoal à profissional. Por isso, tanto sua manutenção quanto seu término vão gerar consequências para a vida e carreira da artista. Se os fãs vão ser pacientes em relação ao retorno aos palcos? Faz parte do ser fã criar e manter expectativas em torno dos próximos passos do artista, ainda mais após um hiato ou momento de grande conflito. Ao mesmo tempo, devido às circunstâncias atuais, essa questão parece ter ficado em segundo plano para a maioria dos fãs, mais preocupados com a sua condição de vida”, expõe o doutorando.

“A Britney foi impedida de seguir o seu plano de vida, isso nunca deve ser negado a alguém, você não ter direitos básicos sobre o seu corpo é desumano. Acredito que o foco dela agora será em viver mais seu lado humano de tudo, focando no que faz ela feliz de fato. Por isso acredito que a volta na música não é um foco”, diz o publicitário

LEIA TAMBÉM: “Verdades Secretas 2”, primeira novela para streaming na Globo, quebra recordes e é sucesso online

LEIA TAMBÉM: Artistas causam polêmica ao se posicionarem contra a vacina da Covid-19

Gabriella Portela Lourenço – 2° período

Com revisão de Aline Meireles – 4 º período

2 comentários em “Britney Spears: entenda como movimento #FreeBritney foi crucial na liberação da tutela da cantora

  1. Gostei muito da matéria!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s