Cultura

‘Girl From Rio’: novo clipe de Anitta quebra estereótipos

Duas artistas que participaram da atração conversaram, com exclusividade, com a Agência UVA e contaram como foi trabalhar neste projeto

Após uma forte divulgação nas redes sociais, o tão aguardado clipe de Anitta finalmente foi lançado na sexta-feira (30), trazendo a imagem de um real Rio de Janeiro, diferente do que é estereotipado para o público de fora do país.

O single mistura a sonoridade da clássica bossa nova de “Garota de Ipanema”, com traços do trap. A canção “Girl from Rio” é toda cantada em inglês e leva o nome do próximo álbum da artista, que ainda não teve sua data de lançamento anunciada, mas que deve ser divulgado em 2021. A Agência UVA conversou, com exclusividade, com duas artistas que participaram da gravação e também ouviu uma especialista sobre a importância do trabalho de Anitta – veja abaixo alguns trechos da conversa.

O clipe surpreendeu a todos, tendo o Piscinão de Ramos como um dos principais cenários das gravações, local onde a cantora realizou seu primeiro grande show gratuito, junto a cenas com estética dos anos 1960, mesclando o período com os tempos atuais.

O trabalho teve a direção de Giovanni Bianco, figurino de Dani Ueda, unido a um time de grandes artistas, como a dupla de produtores Stargate (que também assina trabalhos para Beyoncé, Rihanna e Britney Spears), a cantora e compositora RAYE (que já compôs para John Legend e Beyoncé) e GALE, que já trabalhou com a cantora em “Me gusta”.

E é com esse time que Anitta marca sua missão rumo a mais um passo em sua carreira internacional, de onde, segundo ela mesma já revelou em entrevistas, provém metade de sua renda atual.

Imagens de divulgação das cenas de representação do Rio na década de 1960.
(Foto: Reprodução / Mar+Vin)

Renata Feital, Coordenadora dos Cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Marketing do Campus Barra, ressalta que Anitta é uma grande empreendedora, ao saber quem é o seu público alvo e utilizar de mídia espontânea.

“Ela traz um lado que não é exposto do Brasil, que são as pessoas que moram nas periferias, que vão em praias que não são tão badaladas, que estão em corpos com uma beleza diferente da que foi imposta para a gente. E quando ela faz isso, há uma projeção e uma identificação de alguns grupos que acabam divulgando isso de graça”, comenta a coordenadora.

O ônibus que ilustra a capa do single nas plataformas de música, acabou viralizando e assim que Anitta postou em suas próprias redes, não demorou muito para que vários brasileiros fizessem suas versões de “Girl From Rio”. Até algumas figuras públicas entraram na brincadeira também, ajudando então na divulgação para o clipe.

Capa do single que viralizou nas redes.
(Foto: Reprodução / Mar+Vin)

Dessa forma, o single é capaz de mostrar ao mundo um pouco mais da cultura brasileira, especialmente do Rio de Janeiro, sobre uma perspectiva de quem realmente nasceu e viveu na cidade. E junto à música, o clipe também busca evidenciar este contexto.

Amanda Vianna, 23 anos, uma das artistas participantes do clipe, conta o quão gratificante foi a experiência de fazer parte do trabalho de Anitta, uma cantora internacional e reforça a importância dessa quebra de estereótipos.

“Uma sacada genial de Anitta, acho que a música ‘Garota de Ipanema’ é um clássico carioca conhecido mundialmente, então aproveitar o que já se tem como a cara do Rio e transformar em uma batida de trap, trazendo esse outro lado oculto para o turista, é como falar “sabe o que vocês conhecem, então, não é só isso”, elucida Amanda, que também é bailarina e estudante de dança da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Anitta se propôs a exaltar vários tipos de corpos, como já havia feito em outros clipes, mas dessa vez com o intuito de mostrar para o mundo, quebrando o estereótipo da brasileira, trazendo empoderamento e valorizando todos os tipos de beleza.  

Nilma Duarte, de 48 anos, moradora do bairro de Lins de Vasconcelos, adorou participar do clipe, realizado, como disse ela, “em um ambiente descontraído junto a uma equipe bem receptiva”.

 “A minha realidade é justamente essa, moro na favela, sou preta, gorda, mãe chefe de família e essa é a realidade de muitos cariocas. Mudou muito esse conceito de que a ‘Garota de Ipanema’ é a representatividade do Rio de Janeiro, com corpos esculturais, de manequim 36, olhos claros, cabelos loiros e não é isso, somos uma mistura de brasilidade carioca”, esclarece Nilma, que já fez trabalhos artísticos para a também cantora Ludmila.

O trabalho remonta, de certa forma, momentos da vida e carreira da cantora, nascida em Honório Gurgel, subúrbio do Rio, que ascendeu como artista musical no Brasil e agora colhe frutos internacionalmente.

O lançamento do clipe teve festa de comemoração realizada em Miami, no bar à beira da piscina Strawberry Moon, do hotel The GoodTime, do qual Pharrel Willians é sócio e que tem uma decoração inspirada nos anos 50.

“Girl From Rio”, já está disponível em algumas plataformas de streamings e o clipe pode ser visto através do Youtube oficial da cantora.

LEIA TAMBÉM: Dia da Língua Portuguesa é celebrado com programação voltada à cultura de diferentes nacionalidades

LEIA TAMBÉM: “O Auto da Boa Mentira”: filme baseado nos contos de Ariano Suassuna estreia nesta quinta-feira (29)

Indaya Morais – 7° período

0 comentário em “‘Girl From Rio’: novo clipe de Anitta quebra estereótipos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s