Geral

Em documentário, Papa Francisco diz ser a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo

Atual Papa é conhecido por suas declarações revolucionárias, que divergem dos dogmas conservadores do catolicismo

O Papa Francisco declarou ser favorável a união civil de pessoas LGBTI’s e ainda afirmou que faz-se necessário uma lei de união civil para proteção dessas pessoas. Os comentários fazem parte do documentário “Francesco”, dirigido pelo cineasta americano, Evgeny Afineevsky, que estreou dia 21 de outubro, no Festival de Roma, na Itália. Temas como pandemia, meio ambiente, racismo, abuso sexual e guerras foram abordados no longa. Confira o trailer!

O jornal argentino, “La Nación”, contou que o documentário mostra a vida de um italiano homossexual que vive na cidade de Roma. Ele tem três filhos e escreveu uma carta para o Papa pedindo para enviar seus filhos à paróquia, mas teve medo de que as crianças fossem discriminadas.

“Pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família”, afirma Papa em documentário.

Além dos comentários do Papa sobre a união civil, o documentário mostra Francisco encorajando um casal gay a frequentar a igreja com seus três filhos.

“Basicamente, é um comentário que demonstra toda a conexão que o Papa tem e sempre teve com os marginalizados. Com isso, ele agrada a grupos menos conservadores pela demonstração de empatia, aberto ao diálogo de respeito e acolhida. Mas também não desagrada, pelo menos não por completo, os mais conservadores, uma vez que nada do que ele disse quebra a definição do que é o sacramento do matrimônio para a Igreja”, comenta a professora e católica, Marianne Godoy.

Segundo o jornal americano, The New York Times, as falas do Papa Francisco no documentário são consideradas uma das declarações mais fortes feitas por ele desde quando assumiu o posto, em fevereiro de 2013.

“O discurso do Papa Francisco gera impacto, entretanto, não vai mudar a cabeça de ninguém. O preconceito faz parte da sociedade, é um processo histórico, que acontece há anos, faz parte do contexto social, cultural e faz parte da vida das pessoas”, comenta, Eduardo Bianchi, doutor em comunicação e pesquisador na área LGBTQI.

File:Papa Francisco na JMJ - 24072013.jpg - Wikimedia Commons
Papa Francisco. Foto: Reprodução Flikr

Em nota divulgada pela Santa Sé, o Vaticano disse que a declaração do Papa Francisco sobre a união civil gay não muda a posição da Igreja Católica, e que as falas foram tiradas de contexto.

A União Civil, é um vinculo regulamentado pelo Estado no cartório. Já o casamento, é a união voluntária entre duas pessoas que desejam constituir uma família, formando um vínculo conjugal baseado em condições dispostas pelo direito civil.

“Em 2013, eu dei uma entrevista e fui execrado pela ala mais conservadora da Igreja Católica. A união entre duas pessoas do mesmo sexo não é uma questão religiosa, é uma questão civil. É um direito. Sempre considerei uma injustiça e não cabe a mim julgar, não cabe a mim impor regras religiosas ao outro. A questão é do Estado” comentou o Padre Fábio de Melo, em live com o empresário Marcus Montenegro no dia 29 de outubro.

LEIA MAIS: Flip 2020 está confirmada em versão online

LEIA MAIS: Cristo Redentor será reformado para comemoração de 90 anos

Raphael Pimentel – 7o período

0 comentário em “Em documentário, Papa Francisco diz ser a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s