Geral

Coronavírus: Informações de casos da doença não são atualizados no site oficial

Sistema oficial do ministério permanece desatualizado após quase uma semana

Com o site de informações sobre os números de coronavírus ainda fora do ar desde quarta-feira (4), o Ministério da Saúde vem atrasando a contagem, fazendo veículos de comunicação buscarem alternativas ou deixar de passar para o público a situação da onda de novos casos da covid-19.

Para quem trabalha na área da Saúde e para quem está cursando Jornalismo, ficar sem uma posição dificulta informar e trabalhar nessa época de pandemia, em que a cada momento todas as informações são de suma importância. Seja no combate ao vírus, quanto nos novos modos de precauções que devem ser tomadas conforme a doença vai avançando.

Imagem do site de informações do governo sobre os casos de Covid-19 no país

Segundo o próprio Ministério da Saúde, através de nota na quinta-feira (5), foi identificado um vírus em seu sistema que causou esse atraso nas informações totais dos casos de coronavírus no Brasil. Com atrasos há 6 dias contando com hoje (10), a falta de dados causa preocupações nos estados, e nas pessoas que vivem essa pandemia desde março de 2020. Segue na íntegra a nota do Ministério da Saúde (MS):

O Ministério da Saúde (MS) identificou a existência de vírus em algumas estações de trabalho na manhã desta quinta-feira (5) e, por motivos de segurança, o Departamento de Informática do SUS (DataSUS) bloqueou o acesso à internet, bem como às redes e aos sistemas de telefone, evitando, assim, a propagação do vírus entre os computadores da pasta. Até o momento, não há indícios de que o vírus seja uma tentativa de invasão, pois não houve danos à integridade dos dados. A ocorrência foi limitada a algumas estações de trabalho e, portanto, não comprometeu os servidores da infraestrutura do MS. No momento, os sistemas do MS estão em funcionamento, porém alguns deles enfrentam lentidão em função das medidas de segurança adotadas. O DataSUS investiga a origem do problema e trabalha para restabelecer de forma integral e o quanto antes o acesso seguro dos colaboradores às suas estações de trabalho

O estudante de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida (UVA), Luís Felippe Gonçalves, fala sobre como esse atraso e falta de comunicação do governo atrapalha para quem já trabalha ou pretende atuar nessa área: “É muito importante pro jornalista sempre ouvir várias fontes, e em casos como esse, a fonte oficial deveria facilitar a informação num momento como esse que vivemos, mas essa não tem sido a postura do governo”, conta Luís.

Ainda no auge da pandemia, o governo tinha atrasado, propositalmente, os dados sobre os casos que estavam em bastante ascensão sobre a covid-19, o que causou estranheza tanto para profissionais quanto os populares, e o estudante fala sobre essa relação imprensa e governo: “Acho que deveria melhorar a comunicação com uma assessoria mais bem preparada pra passar as informações”, finaliza.

Para a técnica em Enfermagem, Raíssa Quintanilha, esse atraso de informações atinge diretamente quem trabalha para conter a crescente onda do coronavírus, principalmente no estado do Rio de Janeiro: “Nós temos o controle interno e os profissionais têm quando trabalham nos hospitais, UPAs etc. Mas não são todos quem tem contato um com outro. O que acontece aqui não é a mesma coisa que acontece no interior, aí fica difícil saber como cada região se encontra”, conta a técnica.

Para Raíssa, ficar um dia sem alguma atualização já é bastante complicado porque a cada segundo as informações são importantes, agora ir para o sexto dia sem uma posição do governo, mesmo sendo um caso externo, fica bem mais preocupante: “Precisamos saber sempre como o país está. Se cresce ou diminui, para nós se torna importante pois vamos focando e nos aperfeiçoando a cada dia, mas isso se tivermos cientes de tudo”, conta Raíssa.

Os veículos de imprensa estão buscando por consórcios e em secretarias de cada estado para passarem as informações sobre os casos de coronavírus. Esse atraso acaba afetando a média semanal que fazem sobre a doença, que já atingiu mais de 5,5 milhões de pessoas com quase 162 mil óbitos, até a última atualização no dia 4 de novembro, às 18h30, através do site oficial do Ministério da Saúde. Abaixo encontra a nota atualizada sobre a pausa nas informações.

O Ministério da Saúde informa que já reestabeleceu parte do sistema de informações da pasta e segue monitorando as demais páginas que ainda não estão totalmente normalizadas e podem, eventualmente, precisar de ajustes.

A rede de tecnologia do Ministério da Saúde foi afetada por um vírus na última quinta-feira (5), que atingiu algumas estações de trabalho do órgão. Por medida de segurança, a equipe bloqueou o acesso à internet, controlando a propagação do vírus, evitando maiores prejuízos ao parque tecnológico da pasta e garantindo a segurança dos dados.

Devido ao trabalho de prevenção e segurança do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) algumas páginas ainda podem apresentar instabilidades nos próximos dias e ficar temporariamente indisponíveis”.

Hudson Lisboa – 7° período

LEIA TAMBÉM:

Vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNtech contra Covid é 90% eficaz

1 comentário em “Coronavírus: Informações de casos da doença não são atualizados no site oficial

  1. Pingback: Eleição no Vasco é marcada por polêmicas | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s