Comunicação

Workshop sobre Lei de Acesso a Informação marca início do Festival 3i

Na 2a edição do evento, jornalista Marina Atoji apresentou as diversas funcionalidades da legislação e deu dicas para sua utilização

Foi dada a largada do Festival 3i. Três workshops marcaram, na manhã desta sexta-feira (18), o início do maior encontro de jornalismo digital, empreendedor e inovador do Brasil, que ocorre na Lapa, no Rio de Janeiro. Ministrados por representantes das organizações responsáveis pelo evento, entre elas, Ponte, Nexo e Agência Publica, as oficinas, que visam aprimorar o conhecimento acerca das novas tendências da profissão, contaram com a participação de estudantes e profissionais da área.

Uma delas foi a oficina “Aprendendo a fazer pedidos pela Lei de Acesso a Informação (LAI)”, realizada nesta manhã pela gerente-executiva da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Marina Atoji. A jornalista se ateve a explicar as funcionalidades da legislação, além de mostrar o passo a passo para se realizar os pedidos com base nela e dar dicas estratégicas para a realização de solicitações eficazes, exercitando-as com os presentes. As formas de recorrer à uma recusa de acesso a informação via LAI também foram explicitadas por Marina.

Para a gerente da Abraji, a possibilidade de qualquer cidadão e, especialmente o jornalista, de acompanhar as ações do poder público e, consequentemente, exercer um controle sobre ele, é a grande virtude da Lei de Acesso a Informação.

“Sem duvidas, ela é uma ferramenta muito rica por fornecer uma infinitude de dados e, portanto, pautas para nós, jornalistas, e por nos tirar da posição de reféns de assessorias de imprensa, que muitas vezes disseminam somente aquilo que as convém e também de forma desregrada quanto à prazo, por exemplo”, explica.

Marina Atoji concede dicas para estudantes e jornalistas realizar pedidos via LAI. (Foto: Leandro Victor/Agência UVA)

Presente no workshop, a coordenadora de jornalismo do campus Barra da Tijuca da UVA, Renata Feital, destaca o potencial do jornalismo investigativo e independente frente às novas práticas da comunicação.

“Acho que a grande mídia já está inclusive buscando aprender com esses novos profissionais, que vêm se destacando por desenvolver uma série de técnicas novas para obter uma informação mais verídica e democrática. Este é, sem duvidas, o futuro da nossa profissão. Um jornalismo sem amarras, não atrelado a autarquias e que fale por si próprio”, comenta.

Outros três workshops serão realizados ainda nesta sexta (18), a partir das 17h, com destaque para o que será promovido pela teaching fellow do Google, Adriana Garcia, sobre inovações no jornalismo. Posteriormente, ocorrerá a palestra de abertura oficial do evento. Ela está marcada para acontecer às 19h e contará com a participação do diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas – referência mundial em inovação no jornalismo – Rosental Calmon Alves. Na sequência, às 20h, haverá um Coquetel para os participantes presentes.

Durante a noite, Google promoverá oficina sobre inovação no jornalismo. (Foto: Leandro Victor/Agência UVA)

O Festival 3i ocorre na Fundição Progresso e vai até o próximo domingo (20). Confira a programação completa no site do evento e fique por dentro de tudo que está rolando no maior evento de jornalismo independente do país também através das redes sociais da Agência UVA.

Leandro Victor – 7º período

0 comentário em “Workshop sobre Lei de Acesso a Informação marca início do Festival 3i

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s