Cinema

Live-action de “O Rei Leão” ganhará sequência por Barry Jenkins, diretor de Moonlight

Clássico da Disney vai ganhar uma continuação. Ainda não há data para estreia

Após o sucesso na bilheteria com o primeiro filme, o live-action da Disney, “O Rei Leão”, de 2019, ganhará uma sequência. Segundo o Deadline, famoso site norte-americano com foco na indústria do entretenimento, o cineasta Barry Jenkins, que foi o diretor de “Moonlight”, vencedor do Oscar de melhor filme de 2016, será o responsável pela continuação.

Em nota obtida pela CNN, Jenkins disse, na última terça-feira, que está feliz com a oportunidade.

“Ter a oportunidade de trabalhar com a Disney para expandir esse conto magnífico de amizade, amor e legado enquanto avanço com meu trabalho de narrar as vidas e almas do povo dentro da diáspora africana é um sonho que se torna realidade”, conta o diretor.

O cineasta Barry Jenkins no tapete vermelho do Oscar em 2016.
(Foto: Reprodução/ Twitter Barry Jenkins)

Apesar de arrecadar US$ 1,6 bilhão na bilheteria mundial, o primeiro filme recebeu diversas críticas, tanto pelos fãs do filme original quanto por críticos de cinema. Com o anúncio da sequência, as redes sociais lotaram de diversos comentários, como “ninguém pediu” e “tinha necessidade?”.

Nicolas Machado, de 16 anos, é fã da Disney e diz que gostou do primeiro filme. No entanto, o jovem afirma que o longa tem fatores negativos como a dublagem e algumas cenas fracas em relação à obra original. Ele tem a expectativa de que o próximo filme atinja melhores avaliações. “Como um fã da Disney espero que o filme seja bom e que consiga consertar os erros do primeiro”, conta Nicolas.

No Rotten Tomatoes, famoso site dedicado à divulgação de críticas, o filme recebeu apenas nota 5,9 de no máximo 10. O jornalista Márcio Rodrigues, de 28 anos, acredita que a tentativa de tornar o filme realista fez com que a magia da obra original fosse embora. Ele também considera que o principal problema do filme é o ultra-realismo e a busca pela perfeição, fazendo com que o longa se torne ineficaz. Márcio ainda diz que o cineasta Barry Jenkins é muito talentoso e pode fazer um ótimo trabalho na sequência. “Acho sim (o Barry Jenkins) uma excelente escolha. A Disney entende a força que a marca “O Rei Leão” tem e faz todo sentido ela, como empresa, querer explorar isso”, opina Márcio.

O foco da Disney é explorar ainda mais o universo de “O Rei Leão”.
(Foto: Reprodução/Disney)

O site Deadline diz que a sequência deve explorar ainda mais o universo do filme e há possibilidade da história contar a origem de Mufasa, pai do protagonista Simba. Não se sabe se Donald Glover (Simba) e Beyoncé (Nala), retornarão para a continuação. O filme ainda não tem previsão de estreia.

João Henrique Reis – 4° período

1 comentário em “Live-action de “O Rei Leão” ganhará sequência por Barry Jenkins, diretor de Moonlight

  1. Pingback: 8 de outubro é comemorado o Dia do Nordestino | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s