Da sala de aula

Música transmite bem-estar

Lives e apresentações têm animado o público durante a quarentena

Diante da pandemia de Coronavírus, muitas pessoas estão fazendo o isolamento social sugerido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e passando muito tempo dentro de casa, trabalhando em home office, procurando fazer exercícios físicos e vendo notícias sobre as consequências do Covid-19, que deixam a população cada vez mais ansiosa e deprimida. Nessa situação delicada, a música tem ajudado a animar o dia das pessoas. Muitos artistas têm feito lives pelo Youtube, Instagram e outros aplicativos em suas residências e com seus próprios equipamentos, tomando todos os cuidados necessários.

Lucas faz lives pelos Zoom. (Foto: Instagram: @djkaslu)

Lucas Bento Barboza, DJ e produtor musical, 22 anos, vem animando as pessoas dentro de casa fazendo lives e festas pelo aplicativo Zoom. “Sempre tive um receio das lives, mas precisava divulgar meu trabalho de alguma forma, então vim tentando produzir bastante e vi pessoas que, nesses tempos, estão dependentes de entretenimento. Resolvi gravar sets e lançar em lives para animar as pessoas”. Essas transmissões também têm o intuito de fazê-lo não perder o contato com os amigos e fãs, pois ele sente falta da pista, de fazer as pessoas dançarem e de sentir o “calor humano”.

Tainá já se apresentou na varanda para os vizinhos. (Foto: Instagram: @tainaseabra_)

Quem também tem apostado na música como aliada é Tainá Pinho Seabra, cantora e compositora, 21 anos, que faz cover para o Facebook e para o Youtube desde 2013. Em 2019, lançou sua primeira música autoral. A pandemia afetou muito sua rotina, pois estava com vários projetos para esse ano. “Eu e meus amigos criamos nossa própria gravadora, mas com essa pandemia fica difícil voltar a trabalhar, então resolvi fazer lives no Instagram para alegrar os dias dos meus seguidores e crescer cada dia mais no mundo da mídia”. Na varanda de sua casa, ela também resolveu fazer um show para distrair seus vizinhos nessa quarentena.

Em virtude desta nova demanda, o Youtube vem crescendo muito durante a pandemia devido às lives. Já no Instagram, sempre existiram lives, mas, com a quarentena, aumentaram as visualizações. Com a pandemia, muitas pessoas começaram a fazer shows, professores de Educação Física passaram a destacar a importância dos exercícios físicos na rotina, vários debates sobre política têm abordado a situação do país, entre outros assuntos, e as pessoas viram uma brecha para que possam ser ouvidas e divulgar seu trabalho.

*Matéria produzida pela aluna Ana Flávia Nóbrega da Silvas Serafim para a disciplina Teoria e Técnica da Notícia, ministrada pela professora Maristela Fittipaldi.

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

2 comentários em “Música transmite bem-estar

  1. Maristela Fittipaldi

    PARABÉNS, Ana Flávia! Bjs!

  2. Pingback: Clipe retrata histórias de mulheres de periferias cariocas durante a pandemia | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s