Esporte

Fifa anuncia os finalistas do prêmio de melhor do mundo

Federação Internacional de Futebol escolheu os finalistas de todas as categorias

A Fifa anunciou os três finalistas dos prêmios The Best, que contempla o de melhor do mundo na temporada de 2018/19. Os concorrentes são: o argentino Lionel Messi, do Barcelona, o português Cristiano Ronaldo, da Juventus, ambos vencedores do troféu cinco vezes cada um, e o zagueiro holandês Van Dijk, do Liverpool, vencedor na eleição da Uefa na última sexta-feira (30). Destaque para os dois principais goleiros da seleção brasileira: Ederson, do Manchester City, e Alisson, do Liverpool, que disputam o prêmio de melhor goleiro do mundo com o alemão Ter Stegen, do Barcelona.

O coordenador, editor e comentarista de futebol, da Rede Globo, Pedro Moreno, considera bem justa a escolha dos finalistas.

“É importante a gente lembrar que é um prêmio que valoriza a individualidade. E nesse quesito é muito difícil conseguir tirar Messi e Cristiano Ronaldo do páreo. E restando aí uma só vaga, achei muito correto que fique com Van Dijk, pela temporada extraordinária”, conta.

O estudante Danilo Martins também acha a escolha justa, embora ele aponte que muitos jogadores mereciam o top 3 dessa temporada.

“Um exemplo seria do goleiro Alisson, campeão da Champions e Copa América. Mas a escolha foi justa, Lionel fez uma temporada espetacular para um Barcelona abaixo da média, Van fez um ano espetacular e Ronaldo faz de tudo para estar sempre no topo, foi campeão do italiano, e por Portugal, mais uma vez”, comenta.

O argentino, Lionel Messi, também concorre ao Prêmio Puskás, de gol mais bonito da temporada, pelo toque de cobertura contra o Bétis, em março. Seus adversários são o colombiano Quintero, pela cobrança de falta pelo River Plate diante do Racing, em fevereiro, e o húngaro Dániel Zsóri, do Debrecen, autor de uma bicicleta contra o Ferencváros. O brasileiro Matheus Cunha, do RB Leipzig, era um dos 10 indicados, mas ficou fora do trio finalista.

Um outro brasileiro que estava na lista de concorrentes do prêmio da FIFA, mas não teve votos suficientes para disputar o prêmio, foi o técnico Tite. Os finalistas da categoria de melhor treinador são o espanhol Guardiola, do Manchester City, o argentino Mauricio Pochettino, do Tottenham Hotspur, e o alemão Jürgen Klopp, do Liverpool. Os três indicados na categoria de melhor treinador são de clubes ingleses.

O Brasil irá contar com representante no Fifa Fan Award, dedicado aos torcedores. Se trata de Silvia Grecco, mãe do palmeirense Nickollas, que narra as partidas para o filho deficiente visual. Ela concorre com Justo Sánchez, uruguaio, fã do Cerro Porteño, que passou a acompanhar os jogos do rival Rampla Juniors em homenagem ao filho falecido. Ambas as histórias foram contadas pelo Grupo Globo e disputam o prêmio com os holandeses, pela festa na Copa do Mundo Feminina.

Entre as mulheres, a supremacia é americana. São elas: Megan Rapinoe e Alex Morgan, que disputam com a britânica Lucy Bronze. As goleiras finalistas são a chilena Christiane Endler, a holandesa Sari Van Veenendaal e a sueca Hedvig Lindahl.

Na categoria de técnicos de equipes femininas, duas mulheres disputam com um homem. A favorita é Jill Ellis, bicampeã da Copa do Mundo à frente dos Estados Unidos. Os outros concorrentes são a holandesa Sarina Wiegman, da seleção de seu país, e Phil Neville, comandante do English Team.

O prêmio, que foi criado em 1991 pela Fifa, divide opiniões sobre seu critério de avaliação, mas muitos gostam da premiação anual.

“Particularmente, eu gosto do prêmio. Creio que essa disputa entre Messi e Ronaldo só veio a valorizá-lo. A conquista até surpreendente do Modric no ano passado veio também a dar uma “esperança” de que é possível um vencedor fora Messi e CR7, embora eu ache que esse ano voltará ao domínio de um dos dois”, comenta Pedro Moreno.

Raphael Santos, formado em Turismo, gosta da premiação, mas faz uma ressalva sobre os critérios na hora da escolha dos finalistas.

“Acho que os critérios deveriam ser mais nítidos, como acontece com as escolas de samba. Assim, ficaria claro como os concorrentes são escolhidos. Por achismo sempre gera discussão”, conta.

Opinião dos entrevistados sobre quem deve ser o melhor do mundo

Pedro Moreno: “Pra mim, o prêmio de melhor jogador do Mundo desse ano deve ir para o Messi. Foi uma das maiores temporadas da carreira dele em números e é um absurdo pensarmos que mais uma vez quando se imagina um início de uma queda na “curva”, ele consiga responder com uma regularidade em alto nível. Van Dijk e Cristiano Ronaldo também fizeram ótima temporada, mas abaixo de Messi. Na minha opinião, holandês ficaria com a segunda posição”.

Danilo Martins: “Lionel Messi merece vencer”.

Raphael Santos: “Para essa temporada fico com o holandês Van Dijk”.

Os vencedores de todas as categorias do Fifa The Best e as seleções do ano da FIFPro’s serão conhecidos em cerimônia no dia 23 de setembro, em Milão, na Itália.

Luhan Alves- 6° Período

0 comentário em “Fifa anuncia os finalistas do prêmio de melhor do mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s