Cidade

Ex-governadores Garotinho e Rosinha são presos novamente no Rio

Ação também prendeu um subsecretário do estado e mira outras duas pessoas. Todos são suspeitos de participação em esquema fraudulento

Sob acusação de fraude em dois programas habitacionais, os ex-governadores do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho e Rosinha Matheus, foram presos na manhã desta terça-feira (03). A operação batizada de Secretum Domus foi solicitada pelo Ministério Público (MP), e realizada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência, órgãos ligados ao MP. Além do casal, outras três pessoas também estão na mira da ação. Uma delas é o subsecretário estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Sérgio dos Santos Barcelos, também preso.

Segundo a denúncia, o suposto crime teria ocorrido nas duas administrações de Rosinha como prefeita em Campos dos Goytacazes, norte do estado do Rio, entre 2009 e 2016. O MP fluminense afirma ainda que, em contratos celebrados conjuntamente, a Prefeitura de Campos e o grupo Odebrecht superfaturaram a construção de cerca de 10 mil casas populares, obras relativas aos programas Morar Feliz I e II. A ação tem como base a delação premiada de dois executivos da empresa, que afirmaram que o montante negativo aos cofres públicos pode chegar a R$60 milhões.

Anthony Garotinho sendo barbeado pela esposa, Rosinha Matheus, em foto postada pela ex-governadora em 30 de agosto no Facebook. (Foto: Reprodução/Facebook)

Essa não é a primeira vez que o casal recebe um pedido dessa ordem. Somente entre o período de novembro de 2016 a novembro de 2017, Garotinho chegou a ser preso três vezes, todas por acusações de crimes eleitorais, como compra de votos e repasse irregular para campanhas, motivo pelo qual Rosinha também foi para a prisão em novembro de 2017. Para o cientista político Guilherme Carvalhido, o evento desta terça (03) os coloca em um panorama negativo. “Fica ainda mais difícil eles conseguirem recuperar a imagem que tinham no passado”, comenta.

Os ex-governadores estavam em seu apartamento, no Flamengo, Zona Sul do Rio, quando foram presos. Eles foram levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, Zona Norte da cidade. Apesar disso, a Secretaria de Administração Especial (SEAP) ainda não informou onde serão realizados os exames de corpo de delito e nem a unidade prisional para onde serão encaminhados.

No entanto, a polícia descartou a possibilidade do casal prestar depoimento ainda nesta terça (03) e afirmou que Rosinha e Garotinho farão apenas os procedimentos necessários para a admissão no sistema carcerário. A família Garotinho ainda não se pronunciou sobre as prisões desta terça (03).

Leandro Victor – 7º período

1 comentário em “Ex-governadores Garotinho e Rosinha são presos novamente no Rio

  1. Pingback: Anthony Garotinho e Rosinha deixam a prisão no RJ | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s