Geral

Batalha de streaming esquenta com novos serviços para consumidor

Saiba mais sobre as diversas opções disponíveis que aumenta cada vez mais esse segmento no mercado

Saiba mais sobre as diversas opções disponíveis que aumenta cada vez mais esse segmento no mercado

A internet foi responsável por mudar a forma de como se consome conteúdo. Com o advento dessa mídia, serviços de vídeo via streaming surgiram e, a partir disso, as pessoas passaram a ter a possibilidade de assistir o que quiserem e na hora que quiserem. O primeiro passo foi dado pela Netflix, mas vendo o sucesso que a companhia atingiu com a plataforma, era só uma questão de tempo até outras gigantes entrarem nesse mercado.

Netflix

netflix
A Netflix possui um valor de mercado de US$ 351, 14 bilhões (Foto: Divulgação/Twitter)

A Netflix é a maior plataforma de séries e filmes do mundo, além de ter sido a pioneira no mercado de streaming como conhecemos hoje. A empresa foi fundada em 1997 nos Estados Unidos, surgindo como um serviço de entrega de DVD pelo correio. A mudança para o streaming ocorreu em 2007, inicialmente apenas em solo estadunidense. Em 2010, a marca se expandiu para o Canadá, e hoje está em mais de 190 países.

Procurando aumentar o valor de sua marca e não ser tão dependente das obras de outros estúdios, a Netflix decidiu investir em conteúdo próprio. Atualmente, a empresa produz centenas de horas de programação original em diversas partes do mundo. A sua primeira grande produção foi House of Cards, lançada em 2013. Em 2016, a empresa anunciou que pretende ter 50% de seu catálogo feito apenas de conteúdos originais.

house of cards
House of Cards foi o primeiro grande sucesso da plataforma (Foto: Divulgação/Netflix)

Outro aspecto que ajudou no sucesso do serviço de streaming da Netflix foi o seu preço. A mensalidade da plataforma é muito mais barata que qualquer plano de TV por assinatura, fora o fato do cliente escolher o que ele vai consumir sem depender de uma grade de programação. Mesmo sofrendo reajustes ao longo dos anos, o preço nunca deixou de ser atrativo ao consumidor.

image-2
A Netflix disponibiliza 3 opções de planos (Foto: Divulgação/Netflix)


A companhia também popularizou o hábito de “maratonar” seriados. Por disponibilizar todos os episódios das temporadas de suas produções originais de uma só vez, os clientes acabaram criando a cultura de assistí-los em um curto período de tempo. Segundo uma análise feita pela própria Netflix, seus usuários maratonam uma série pela primeira vez nos seus 12 primeiros dias de assinatura. E 90% desse montante completa uma maratona nos 12 primeiros meses que usufruem do serviço.

Bryan Turbae, estudante e assinante da Netflix, afirma que para ele o bom da sua experiência com o serviço é a possibilidade de assistir praticamente em qualquer lugar, já que a Netflix está disponível em vários dispositivos.

“Eu gosto bastante da plataforma porque ela me oferece diversas opções de filmes e séries e todo mês chega algo novo para nós (clientes) assistirmos”, comenta Bryan.

A Netflix, ao decidir investir nesse mercado, tornou-se a responsável por fomentar o que seria o principal meio de distribuir produções na era da internet.

Prime Video

prime video
A Amazon também está no marcado de streaming (Foto:Divulgação/Prime Video)

O Prime Video é o serviço de streaming da Amazon. Criado em 2006 e intitulado inicialmente de Amazon Unbox, a plataforma oferecia o aluguel e compra de seriados e filmes. Em 2011, a plataforma foi rebatizada de Amazon Instant Video e passou a oferecer cinco mil filmes e programas para aqueles que eram clientes Amazon Prime.

Suas primeiras séries originais chegaram em 2013 e foram as comédias Alpha House e Beta, que foram disponibilizadas exclusivamente online. Em setembro de 2015, o serviço perdeu o “Instant” em seu nome e ficou apenas como Amazon Video nos Estados Unidos.

Entre as principais atrações do serviço de streaming estão a adaptação do best-seller de Neil Gailman, Deuses Americanos, The Man In The High Castle e Jack Ryan.

amazon prime
Algumas da principais produções originais do Prime Video (Foto: Divulgação/Prime Video)

Diferente da Netflix, o Prime Video demorou para expandir o seu serviço para outros países. Somente em 2016, a companhia anunciou que iria realizar uma expansão global da sua plataforma que incluía o Brasil.

O preço é outro ponto que difere as empresas. Enquanto a Netflix apresenta diversos planos que vão do mais básico para um plano premium, o Prime Video apresenta apenas uma opção de assinatura, porém mais barata que qualquer uma das outras ofertadas pela concorrente. Os usuários pagam uma mensalidade de R$ 14,90, e nos seis primeiros meses o valor cai para R$ 7,90. Embora o Prime Video permita até três acesso simultâneos, não é possível associar diferentes contas ao mesmo plano. Ou seja, pessoas que dividem a conta sempre estarão no mesmo espaço.

Caio Soares, assinante do Prime Video, conta os pontos positivos e negativos que teve com a plataforma. Para ele, o Prime Video possui boas produções originais e uma interface de site tão boa quanto o da Netflix, mas fica devendo em alguns outros aspectos.

“Uma vez, eu precisei entrar em contato com o SAC da plataforma e tinham apenas atendentes que falavam em inglês ou espanhol, o que dificultou bastante para mim. Se eles (Prime Video) conseguirem concertar esses problemas e expandirem mais o seu catálogo original, o serviço tem potencial para bater de frente com qualquer um”, conta Caio.

Globo Play

unnamed
Serviço de streaming do Grupo Globo cresce cada vez mais (Foto: Divuldação/Globo Play)

Globo Play é a plataforma de streaming de vídeo sob demanda criado pelo Grupo Globo. O seu lançamento ocorreu em 26 de outubro de 2015. A plataforma oferece trechos de novelas, séries e minisséries, assim como trechos e as íntegras dos programas jornalísticos e esportivos da emissora, de forma gratuita.

Embora a plataforma seja gratuita, há uma assinatura disponível para aqueles que queiram ter acessos a conteúdos exclusivos. A mensalidade custa R$19,90 e as pessoas podem testar o serviço na íntegra por sete dias.

A Globo sempre procurou dar relevância para sua plataforma, então visando isso, a emissora disponibilizou os quatro primeiros episódios da série Justiça no mesmo dia de sua estreia na televisão. Assim como a transmissão da série Carcereiros, que aconteceu quase um ano antes online.

O serviço ainda disponibiliza que os usuários possam assistir a programação da emissora que está acontecendo ao vivo. Porém, o recurso é limitado somente a alguns estados.

HBO GO

unnamed
A HBO está presente no Brasil desde 1994 (Foto: Divulgação/HBO)

Criado pelo canal de televisão por assinatura HBO, o serviço oferece todo o conteúdo original produzido pela marca, além de filmes de outros estúdios que incluem a Warner Bros e a Sony Pictures. A plataforma foi lançada em 18 de fevereiro de 2010, e em 2013, a HBO anunciou que o seu serviço de streaming chegaria ao Brasil. Em 2014, os assinantes da Claro TV que possuíam em seus pacotes o canal HBO MAX passaram a ter acesso ao HBO GO.

O catálogo da HBO GO pode não ser tão vasto como o de outros serviços, mas apresenta produções originais de altíssima qualidade. Entre eles estão séries que são sucessos de audiência atualmente como Game of Thrones e WestWorld.

Se qualidade de produções é algo que não falta na HBO GO, o mesmo não dá para dizer sobre a performance do serviço em si. A navegabilidade do serviço é pouca intuitiva, o que pode ocasionar dificuldades para o usuário quando ele for procurar algo para assistir. Até o sistema de buscas sofre com problemas: se o cliente, por exemplo, digitar o nome de uma série, os episódios vão aparecer completamente fora de ordem. Somente acessando a página de determinada produção, os episódios aparecem divididos corretamente por temporadas.

A plataforma também sofre com falhas, quando um grande número de usuários acessam a plataforma ao mesmo tempo. Durante a estreia da temporada final de Game of Thrones, várias pessoas ao redor do mundo ficaram impossibilitadas de assistir ao programa, devido a problemas técnicos. O que piora ainda mais a situação é que na estreia da sétima temporada, o mesmo aconteceu. Ou seja, embora mais de um ano tenha se passado, os problemas permaneceram.

hbo
O catálogo da HBO apresenta mais de 2.500 títulos (Foto: Divulgação/HBO GO)

Inicialmente, a plataforma era exclusiva apenas para aqueles que tivessem os canais HBO por meio de uma assinatura de TV a cabo. Isso limitou bastante o alcance que a HBO GO poderia ter, visto que televisão por assinatura nunca foi algo popular no Brasil, devido ao enormes preços praticados pelas empresas que oferecem o serviço. Apenas no fim de 2016, o acesso à plataforma ficou disponível para qualquer um. A mensalidade custa R$ 34,90.

Disney+

disney
A plataforma terá mais de 500 filmes em seu catálogo (Foto: Divulgação/Disney)

Anunciado em 2018, o Disney+ é o serviço de streaming da Walt Disney Company. Será lançado nos Estados Unidos no dia 12 de novembro de 2019 e terá as principais marcas de entretenimento da companhia que incluem Walt Disney Studios, Lucasfilm. Pixar, Marvel Studios, National Geographic Channel e 20th Century Fox.

A plataforma também contará com produções feitas exclusivamente para o serviço como o prelúdio de Rogue One – Uma História Star Wars, protagonizado por Cassio Andor (Diego Luna); O Mandaloriano que irá explorar as aventuras de um caçador de recompensas (Pedro Pascal) entre os episódios VI e VII de Star Wars.

O universo Marvel também terá produções exclusivas pelo Disney+. Entre as produções confirmadas estão: a série Loki, com Tom Hiddlestone reprisando o papel do deus da trapaça; WandaVision, que focará na Feiticeira Escarlate e Visão e a série do Falcão e Soldado Invernal. Além da animação What If, que mostrará versões alternativas dos acontecimentos do universo cinematográfico da Marvel.

interface disney
Interface da plataforma irá separar as produções por playlists (Foto: Divulgação/Disney)

A assinatura custará US$ 6,99 por mês ou US$ 69,99 por ano. A intenção da empresa é levar o serviço para as demais regiões no decorrer de 2021. O Disney+ será a única plataforma, que desde o seu lançamento, terá a capacidade de bater de frente com a poderosa Netflix.

E com tantas opções disponíveis, todas essas plataformas terão espaço no mercado?

Michele Cruz Vieira, doutora e mestre em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e pesquisadora do Laboratório de Pesquisa em Culturas e Tecnologias de Comunicação (Labcult), diz que o streaming traz muitas possibilidades de trabalhar com diversos públicos e com múltiplas estratégias de marketing, tornando-os mais flexíveis do que na era massiva.

“Acredito que se uma empresa traçar estratégias constantes para atingir seu público ela sobreviverá, devido a estas possibilidades de trabalhar conteúdos que a internet nos traz. Uma empresa tem que pensar na convergência como estratégia”, afirma a pesquisadora.

Leia também: Streaming e produções nacionais no centro dos debates da Rio2C


Breno Silva – 6° período

 

1 comentário em “Batalha de streaming esquenta com novos serviços para consumidor

  1. Pingback: Amazon anuncia exibição da nova série de ‘Star Trek’ em seu serviço de streaming | AgênciaUVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s