Esporte

Governo do RJ cancela contrato com consórcio responsável pelo Maracanã

Dívidas e polêmicas com o atual consórcio pesaram na decisão, anunciada nesta segunda-feira (18) pelo governador Wilson Witzel

Estádio volta a ser controlado pelo poder público. Nova licitação será feita nos próximos meses

Maracanã, inaugurado para a Copa de 50, é o principal palco do futebol brasileiro no País Foto: Pixabay

O governador do Rio De Janeiro, Wilson Witzel (PSC), anunciou na manhã desta segunda feira (18), em coletiva no Palácio Da Guanabara, o rompimento com o Consórcio Maracanã S/A responsável pela atual gerência do Estádio do Maracanã. O prazo para a decisão entrar em vigor é de 30 dias a partir deste 18 de Março.

Segundo o próprio governador, o não pagamento da outorga e a falta de uma garantia para a quitação de débitos foram fatores preponderantes para a decisão de cancelar o contrato ainda vigente. De acordo com números levantados pelo poder público, a dívida atingiu R$ 38 milhões ainda em maio de 2017. Além disso Witzel revelou que também foram consultados os clubes cariocas e Federação De Futebol Do Estado do Rio De Janeiro (a FERJ) antes de confirmar a medida.

Mesmo tendo contratos ainda em andamento com o consórcio, Flamengo e Fluminense se mostraram receptivos em relação a nova medida do Estado.  Em pronunciamento oficial, o Flamengo comemorou a decisão do governador Wilson Witzel. “Esperamos que a nova licitação corrija um dos grandes problemas do edital passado, contemplando agora a possibilidade dos clubes do Rio de Janeiro participarem da administração daquele que é um verdadeiro templo do futebol mundial”, disse o rubro-negro em nota oficial.

Também interessado em uma novo futuro para o estádio, o Fluminense se manifestou satisfeito com a medida e espera maior poder dos clubes na nova administração do estádio. “O Fluminense Football Club avalia como positiva a decisão do Governo do Estado do Rio de Janeiro e espera que, a partir de agora, os clubes passem a ter participação mais ativa na concessão e administração do estádio”, diz o posicionamento do tricolor, também em nota. 

Com a rescisão dos termos, os contratos ainda vigentes com os clubes não devem ter mais efeito após o prazo de 30 dias, mas foi garantida pelo poder público a parceria com os clubes nas decisões sobre o futuro do estádio.

Apesar da troca de comando, o calendário para a atual temporada permanecerá o mesmo, inclusive os jogos da Copa América, em junho desse ano.


Felipe Pereira – 7º Período

3 comentários em “Governo do RJ cancela contrato com consórcio responsável pelo Maracanã

  1. Pingback: Empresas formam consórcio e manifestam interesse no Maracanã | AgênciaUVA

  2. Pingback: Flamengo e Fluminense apresentam proposta conjunta pela gestão do Maracanã | AgênciaUVA

  3. Pingback: GP de Fórmula 1 deve voltar a ser sediado no Rio | AgênciaUVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s