Saiba quanta custa ser cosplayer

Essa arte exige um certo investimento. A maioria dos cosplayers produz suas próprias fantasias, incorporando a criação à prática na cultura dos cosplays. No entanto, há quem contrate cosmakers para a produção ou ainda, aqueles que procurem montar suas peças por meio da junção de peças já prontas. Por exemplo, um cosplay da guerreira ‘Lara Croft’, do videogame ‘Tomb Raider‘ pode custar pouco mais de R$200, combinando peças de preços variados de lojas como Renner, C&A, Forever 21 e pedidos fretados da Amazon.

1d79f0_e606934ecb634aca8fb530f8ba9cb289_mv2

Infográficos de partes individuais dos trajes de cosplay

Já um cosplay de ‘Goku’, protagonista do anime ‘Dragon Ball Z’ pode chegar a R$300, sendo a peça mais cara a peruca de penteado icônico, que custa R$99,90 no Mercado Livre, por exemplo. Existem também cosplays que não podem ser construídos com  peças que normalmente se venderiam em lojas de departamento como é o caso da ‘Saori Kido’, personagem de ‘Cavaleiros do Zodíaco’. O único jeito de conseguir se vestir como ela sem produzir o material, é por meio do site Ali Express, em que cada uma das peças que a compõem estão à venda entre R$200 e R$300.

1d79f0_e10ad1bb507b4139a01041d2740e9022_mv2

Infográficos de partes individuais dos trajes de cosplay

No entanto, é interessante notar que esse dinheiro pode sim ser um investimento, se o cosplayer participar de concursos, sempre presentes em eventos de anime. A cosplayer profissional Enako revelou em um programa televisivo japonês que em dois dias do Comic Market 90 (Comiket 90) ganhou cerca de 10 milhões de ienes, o equivalente a 87 mil euros, confirmando igualmente que sobrevive apenas do Cosplay. O Comiket (maior evento do mundo) e outros eventos de grandes dimensões no Japão são conhecidos por pagar muito bem a Cosplayers populares, e na entrevista Enako afirmou que, por evento, ganha entre 2600 a 3500 euros ou até mais de 8700 euros mês.

A prática do cosplay é algo muito maior do que quem não a conhece costuma pensar. Seja como um cosmaker, capaz de criar essas caracterizações para a vida real, ou como o cosplayer que desfila a fantasia e propaga pelo universo pop, nerd ou geek. A jornalista de cultura geek Andrea Calmon, 30 anos, explica que, por isso, os cosplayers se esforçam ao máximo para que a prática seja sempre lembrada pelos benefícios que traz às pessoas.

1d79f0_a55fdb579577444eb3e99e4875865e91_mv2

Infográficos de partes individuais dos trajes de cosplay

“Fantasias e adereços são simplesmente tecidos, tintas, linhas e outros materiais. Já os sonhos são o elemento lúdico que compõem as ilusões capazes de transformar tais fantasias nos catalizadores para uma vida mais amena e com mais diversão. E essa talvez seja a verdadeira essência desse universo representado pela palavra cosplay”.

Leia também:

Cosplay: Arte ou não?

Cosplay vai além de um simples hobby


Gabriella Motilia , Gustavo Barreto, Larissa Mendes,  Lucas Barretto e Luana Feliciano – 6º período

2 comentários sobre “Saiba quanta custa ser cosplayer

  1. Pingback: Cosplay vai além de um simples hobby |

  2. Pingback: Cosplay: Arte ou não? |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s