Cosplay vai além de um simples hobby

Foi pela falta de opções no mercado que a paulistana de ascendência italiana Aline Giangarelli, 28 anos, decidiu investir na profissão de cosmaker, em 2013. Desde a adolescência ela já se vestia de cosplay em eventos, e quem confeccionava suas roupas era uma tia costureira.

“Acabei aprendendo com ela, e primeiro foquei em pequenos acessórios, como luvas e cintos. Comecei bem amadora mesmo, inicialmente era só para mim. Mas aí fiz um curso de especialização, porque os clientes prezam muito pelos detalhes e pelo conhecimento sobre o universo dos personagens. Até a cor de um botão importa”, destaca Aline, que vende seus trajes via internet por uma faixa de preço entre R$120 e R$600.

A maioria dos cosmakers que ela conhece também é cosplay, ou seja, entende a fundo dos personagens, muito além do que se pode ver numa foto. “Hoje eu vivo disso, faço roupas em uma semana até 60 dias, dependendo da agenda. Quando há eventos (como Comic-Con, Anime Friends e Brasil Game Show), a lista de espera aumenta”, conta Aline. Segundo ela, 60% dos pedidos que recebe são para trajes de heróis do game ‘League of Legends’, seguido por encomendas dos animes ‘Naruto’ e ‘One Piece’.

Outros profissionais não dedicam tempo integral aos trajes de cosplays. O técnico em informática carioca Thiago Moreira, 32 anos, por exemplo, é cosmaker nas horas vagas desde 2000. “Meu interesse inicial foi fazer meus próprios itens. Hoje trabalho com vários tipos de maquinário industrial”.

A maioria dos pedidos que Thiago atende são de armaduras e espadas. “Os valores que cobro são, no mínimo, 100% em cima do que gasto com materiais. Para ser bom nisso é preciso ter dedicação, gostar de criar, seguir fielmente as referências dadas pelos clientes e terminar tudo no prazo. As mudanças que ocorrem hoje na área são principalmente tecnológicas e de novas opções de matérias-primas”, analisa Thiago.

Uma escolha de carreira tão longe da tradicional pode ser arriscada. Contudo, um levantamento feito pela Universidade de Chicago mostra que as carreiras que abrigam os profissionais mais felizes não oferecem salários milionários. Ana Carolina Lynch, coach de carreiras, comenta que o diferencial de profissões como cosplayer é o orgulho e coerência trazidos da vida pessoal para a profissional.

“Acho que primeiro é legal fazer um auto avaliação. Enquanto uma coisa é um hobbie, ela se faz por poucas horas no dia sem obrigação. Mas sendo profissão, vou ter que me haver com os lados negativos, então tenho que ver se aguento esses dois lados. Quando a gente vai analisar se o hobbie deve virar profissão, tenho que ver se primeiro eu quero fazer isso sistematicamente todos os dias ou se ele só me dá prazer e eu acho legal porque é um hobby”.  Aponta Ana Carolina.

Apesar deste novo caminho profissional já gerar renda para algumas pessoas, ele ainda não é uma profissão reconhecida, e por isso, é inevitável que haja algum preconceito sobre a atividade. Gláucia Motilia, 16 anos, é cosplayer por diversão, já se vestiu de ‘Tenten’, personagem do anime ‘Naruto’, e ‘Tauriel’, a elfa arqueira de ‘O Hobbit’. Ela conta que já foi questionada e chamada de infantil por representar as personagens, mas que isso não a impediu de continuar a fazer o que ama. “As pessoas perguntam por que eu faço isso, e dizem que eu estou jogando dinheiro fora. Meus próprios pais reclamam, mas isso não me fez parar porque sempre tive mais pessoas a favor do que contra. Então, só posso dizer que me trouxe, na maior parte do tempo, coisas boas”.

Leia também:

Cosplay: Arte ou não?

Saiba quanta custa ser cosplayer


Gabriella Motilia , Gustavo Barreto, Larissa Mendes,  Lucas Barretto e Luana Feliciano – 6º período

2 comentários sobre “Cosplay vai além de um simples hobby

  1. Pingback: Saiba quanta custa ser cosplayer |

  2. Pingback: Cosplay: Arte ou não? |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s