Da sala de aula

Organizações de saúde afirmam não existir alimento milagroso contra Covid-19

Fake News sobre alimentos milagrosos têm sido compartilhadas online

Desde o início da pandemia, diversos boatos sobre alimentos que podem curar ou evitar a contaminação pelo novo Coronavírus circulam a internet e geram desinformação. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), não existe qualquer comprovação científica de que algum alimento ou suplemento específico possa alcançar tal resultado.

A autônoma Paula Vieira, de 29 anos, conta que após ler em uma página das redes sociais sobre o aumento no consumo da Vitamina C dificultar a transmissão do vírus, foi imediatamente à farmácia em busca pela suplementação. Dias depois, assistindo a um telejornal, ela descobriu que a informação era falsa. “Assim que li, resolvi sair para procurar pela vitamina. Nós vemos tanta coisa ruim que quando aparece algo assim, nem paramos para questionar”, ressalta.

Uma situação similar aconteceu com Camila Rosa, de 24 anos, que recebeu em seu celular uma mensagem dizendo que comer alho poderia evitar a contaminação pelo Covid-19. Desconfiada, a estudante de Direito fez uma busca rápida pela internet e encontrou diferentes fontes desmentindo o conteúdo da mensagem. “O pior de toda essa situação é saber que outras pessoas talvez não tenham a mesma atitude que eu tive de procurar saber mais antes de compartilhar”, a jovem explica.

A nutricionista Glaucia Justo reitera que não há uma dieta preventiva para o Covid-19, mas uma alimentação saudável, rica em nutrientes e balanceada, além da prática regular de atividade física, é importante para amenizar os efeitos tanto do novo Coronavírus quanto de outras doenças. Glaucia alerta para o perigo das fake news na medicina durante a pandemia: “É preciso estar atento às falsas informações revestidas de dicas para ajudar. Devemos levar em consideração o que é divulgado pelos órgãos oficiais, como o Ministério da Saúde e a OMS”.

O Ministério da Saúde divulgou em sua página oficial, no dia 2 de março, um aviso sobre a disseminação de conteúdos duvidosos e pediu cautela ao compartilhar informações sobre alimentos que supostamente ajudem na luta contra a proliferação da Covid-19.

*Matéria produzida pela aluna Juliana de Almeida para a disciplina Teoria e Técnica da Notícia, ministrada pela professora Maristela Fittipaldi.

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

1 comentário em “Organizações de saúde afirmam não existir alimento milagroso contra Covid-19

  1. Maristela Fittipaldi

    PARABÉNS,Juliana! Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s