Da sala de aula

Estudantes universitários se reinventam na maneira de estudar em época de pandemia

Com aulas on line, adaptação às disciplinas práticas foi ainda mais difícil

A pandemia do Coronavírus causou profundas mudanças em muitos setores da sociedade, entre eles a educação, que está se redescobrindo durante este período de isolamento social. Universidades aderiram ao modelo de ensino à distância, o que obrigou alunos e professores a se adaptarem em um curto espaço de tempo, o que ainda gera alguns transtornos para os alunos em relação ao acesso do sistema e à realização de atividades.

Fernanda de Sá Coutinho, de 19 anos, aluna do curso de Psicologia, relata que a instituição em que estuda aplicou o sistema virtual de aulas do Microsoft Teams logo na primeira semana de quarentena e que os primeiros dias de aula no novo modelo foram complicados. “Foi difícil para se adaptar, muita gente perdeu semanas de aula porque não estava conseguindo entrar. Tem toda a questão da internet e entrar pelo celular é difícil, nem todo mundo têm acesso a um computador ou notebook’’.

Fernanda Coutinho acompanhando as aulas virtuais em sua casa. (Foto: Arquivo pessoal)

Para o graduando de Jogos Digitais, Vitor Terra Vollaro, de 19 anos, no começo das aulas online foi complicado acompanhar, principalmente por seu curso ter disciplinas muito práticas, que dependem de equipamentos altamente tecnológicos que se encontram no laboratório da faculdade. “Como minhas matérias dependem muito do computador, não foi algo que facilitou a todos, porque utilizamos programas que são pesados e nem todos têm um equipamento que rode perfeitamente como os da faculdade’’.

Vitor Terra (abaixo) desenvolvendo um projeto de game para fins acadêmicos de maneira remota. (Foto: Arquivo pessoal)

Mesmo com todas as dificuldades impostas pelo ensino virtual, Fernanda e Vitor ressaltam a união dos estudantes e professores para lidar com esse momento tão difícil pelo qual o mundo passa. Fernanda conta que alunos de períodos mais avançados criaram perfis em redes sociais para auxiliar outros alunos que estejam com dificuldades para assistir às aulas. “Criaram uma página no Instagram para ajudar quem tivesse com dúvidas, cada período tinha um representante’’. Vitor complementa: “Todos os professores estão dispostos a nos ajudar caso tenhamos alguma dúvida sobre algo da matéria tanto pelo WhatsApp ou por e-mail’’.

*Matéria produzida pela aluna Maria Eduarda Duarte Spranger para a disciplina Teoria e Técnica da Notícia, ministrada pela professora Maristela Fittipaldi.

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

1 comentário em “Estudantes universitários se reinventam na maneira de estudar em época de pandemia

  1. Maristela Fittipaldi

    Parabéns, Maria Eduarda! Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s