Da sala de aula

Criatividade é importante para prática de exercícios na quarentena

Durante isolamento, foi preciso se reinventar para não deixar atividades físicas de lado

No fim do século XX e nas primeiras duas décadas do século XXI, um termo, ou melhor, um estilo de vida se consolidou no Brasil: “Geração saúde”. Com o isolamento social que se instaurou no Brasil após a chegada da pandemia do Covid-19, o público que tinha os esportes como algo do cotidiano teve que se reinventar e começar a se exercitar dentro de casa. Uma tarefa que não é simples. O uso da imaginação é essencial para fazer atividades físicas.

Foi o caso do Luis Felippe Cardoso, de 19 anos, estudante de Publicidade. O jovem, que fazia academia regularmente e jogava em um time de basquete por sua universidade, demorou para começar a fazer seus exercícios caseiros. “Só passei a fazer atividades físicas quando percebi que estava engordando. Mesmo me exercitando, estou acima do peso”, confessa Luis. Ele também diz que é um pouco complicado se exercitar, pois não tem em casa qualquer tipo de halter, barra ou peso, e tem que improvisar com sacos de arroz, feijão, mochila cheia de cadernos e livros e saco de carvão.

Luis Felippe tentando voltar à sua forma física. (Foto: Arquivo Pessoal)

Luis Felippe não é o único que encontra obstáculos. Vínicius Marques, de 26 anos, estudante de Administração e recepcionista de uma academia, passa por dificuldades na hora de se exercitar. Ele diz que, pelo fato de ter trabalhado em academia, tem amigos que eram profissionais e assim consegue diversos exercícios para serem feitos em casa, sem a obrigação de ter halteres, embora ele os tenha. Sua dificuldade se encontra na hora de conciliar seus estudos e trabalhos da faculdade e a hora de se exercitar, mas ele declara: “É algo que me faz bem e acho essencial para a saúde. Não me vejo sem praticar algum esporte ou atividade física”.

Nenhuma destas situações se encontra na realidade do professor de Educação Física Gustavo Abrantes, de 30 anos. Por trabalhar na área dos esportes, ele tem uma relação muito próxima com as atividades físicas, conseguindo conciliar seus exercícios e trabalho. Gustavo mantém uma rotina regular e conta com equipamentos como colchonete e halter para ajudar. O professor aproveita para incentivar quem não se exercita. “Procure fazer alguma atividade ou alguma prática esportiva que traga prazer a você. O grande segredo é encontrar aquilo que lhe traga prazer”.

*Matéria produzida pelo aluno Victor Alves dos Santos Vieira para a disciplina Teoria e Técnica da Notícia, ministrada pela professora Maristela Fittipaldi.

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

1 comentário em “Criatividade é importante para prática de exercícios na quarentena

  1. Maristela Fittipaldi

    PARABÉNS, Victor! Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s