Geral

Ministro divulga fim da taxa adicional para embarque de voos internacionais

Meta faz parte das medidas regulatórias que o Ministério da Infraestrutura têm estudado para aumentar o número de passageiros

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, divulgou na última segunda-feira (28) mudanças na aviação civil e uma delas é o fim da taxa adicional para embarques de voos internacionais. Atualmente, quem vai para fora do Brasil precisa pagar cerca de US$ 18,00, taxa que foi criada em 1999 para reduzir a dívida pública.

Em coletiva de imprensa após o Fórum de Líderes da Associação Latino-Americana de Transporte Aéreo (ALTA), o ministro contou que a meta é aumentar o número da aviação civil brasileira. O objetivo é chegar a 200 milhões de passageiros em 200 localidades do Brasil até 2025 com os investimentos que o governo tem feito. “Nós vamos dar mais conectividade ao país. Criando condições para que possamos ter mais rotas”, explica Gomes. Atualmente, são 120 milhões de passageiros em 140 localidades.

Tarcísio Gomes, Ministro da Infraestrutura, comenta as metas do governo para a aviação civil. (Foto: Reprodução/ Agência Brasil)

Em redes sociais, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, comenta o caso. “Essa é uma das medidas que o governo cria para incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas no setor. Objetivo é atrair também empresas internacionais na concorrência de voos domésticos. Seguimos avançando!”, comemora Bolsonaro.

A taxa de adicional cobrada nas tarifas em voo internacionais foi criada em 1999, durante a presidência de Fernando Henrique Cardoso, com o objetivo de reduzir a dívida do país. A taxa adicional de embarque é cobrada por cada companhia aérea no momento da compra da passagem. Este valor é destinado à Infraero, órgão que administra os aeroportos do país. Com esse dinheiro é realizado o pagamento dos salários dos funcionários do aeroporto, dentre outras despesas.

Para a advogada Flávia dos Santos, o fim da taxa em voos internacionais poderá movimentar a economia do país. “Vai ser muito mais barato viajar para o exterior, as passagens no Brasil são uma das mais caras do mundo, sem contar com a taxa. Agora sem ela podemos economizar e gastar com outras coisas mais importantes”, comenta Flávia.

Novas mudanças pela frente

O ministro Tarcísio Gomes disse que além do fim das taxas, o Ministério da Infraestrutura pretende transferir 41 aeroportos para a iniciativa privada até 2022, que serão 63 aeroportos concedidos, além de investimentos nas aviações regionais, como nos aeroportos nos interiores da Amazônia, do Nordeste e de Minas Gerais.

Tainá Valiati – 7° período

0 comentário em “Ministro divulga fim da taxa adicional para embarque de voos internacionais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s