Geral

Grupo Companhia das Letras assume 100% de controle da editora Zahar

Com a chegada da Zahar, o Grupo Companhia das Letras passa a ter dezessete selos editoriais

Grupo Companhia das Letras assumiu 100% do controle da tradicional editora Zahar na última sexta feira (04). A Zahar foi fundada em 1956 pelo editor Jorge Zahar, no Rio de Janeiro, e, juntas, as duas editoras somam mais de seis mil títulos.

A editora de livros é dirigida por Ana Cristina Zahar, filha de Jorge, Mariana Zahar, neta e vice-presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), e Ana Paula Rocha, diretora de operações. A Companhia das Letras é controlada pela Penguin Random House, com 70% de participação.

Estande da Editora Zahar durante a Bienal do Livro em 2019. (Foto: Reprodução/Instagram)

O processo de integração entre as duas editoras será conduzido por um comitê que contará, por parte do Grupo Companhia das Letras, além de Luiz Schwarcz, com a colaboração do publisher Otávio Costa e do editor Ricardo Teperman; pelo lado da Zahar, participarão as diretoras Ana Cristina Zahar (que permanecerá como consultora editorial após o processo de integração), Mariana Zahar e Ana Paula Rocha.

A relação entre as editoras é antiga. Durante cerca de trinta anos, a Zahar distribuiu os livros da Companhia das Letras no Rio, enquanto a editora paulista distribuía os livros da Zahar entre as livrarias de São Paulo. Por muito tempo, as duas editoras também dividiram o mesmo estande nas Bienais Internacionais do Livro. Além disso, Luis Schwarcz, diretor-presidente e um dos fundadores da Companhia das Letras, teve Jorge Zahar como um de seus mentores durante o seu processo de formação como editor e publisher.

Ana Cristina Zahar e Mariana Zahar falaram sobre a decisão de passar o controle da editora para a Companhia das Letras. “Zahar e Companhia das Letras têm uma longa história de parceria e sempre partilhamos o mesmo padrão ético. Depois de mais de sessenta anos de trajetória independente, estamos confiantes que o Grupo Companhia das Letras é o melhor para abrigar e manter com qualidade um catálogo de tamanha relevância”, disseram.

O Grupo Companhia das Letras publicará ao todo, entre edições regulares e especiais, duzentos e quarenta títulos em 2019, e a Zahar, que continuará tendo sua sede no Rio de Janeiro, trinta títulos.

Breno Silva – 7º período

0 comentário em “Grupo Companhia das Letras assume 100% de controle da editora Zahar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s