Esporte

Fórmula 1: Charles Leclerc vence GP de Monza em dia de festa para a Ferrari

Piloto de Mônaco conquistou a primeira vitória da equipe italiana em casa desde 2010

Um dos jovens mais promissores da Fórmula 1 conquistou, no último domingo (08), sua segunda vitória seguida na categoria. Charles Leclerc, nascido em Mônaco, venceu o GP de Monza, segurando Lewis Hamilton e Valteri Bottas até a última volta.

O piloto Monegasco trouxe para a Ferrari uma vitória em casa que não vinha desde 2010, com o espanhol Fernando Alonso. Na última corrida, os dois carros da Mercedes vinham com uma configuração de motor visivelmente mais conservadora e o mexicano Sergio Perez, piloto da Racing Point, que também usa motores Mercedes, teve problemas, o que acendeu o alerta para a equipe alemã.

Leclerc conquista vitória em casa para a Ferrari (Foto: Reprodução/Twitter)

A Ferrari, que tem o carro mais rápido nas retas, o que em Monza é uma grande vantagem, aproveitou o talento de Leclerc. Ele defendeu a primeira posição por vinte voltas até que Hamilton errou e Bottas não teve habilidade suficiente para assumir a liderança.

Equipes já se articulam para a próxima temporada

Neste ponto do campeonato, muitas equipes já estão em fases avançadas de planejamento para a próxima temporada, o que inclui a troca de pilotos. Isso pode dar chances à novos talentos, mas também pode significar o fim de nomes consagrados.

Alguns brasileiros estão na disputa por uma vaga na temporada 2020, entre eles está Sérgio Sette Câmara, que vêm obtendo bons resultados na Fórmula 2. Além dele, o dono de um sobrenome conhecido também tem uma pequena chance de ir para a categoria principal, Pietro Fittipaldi.

O narrador do canal Sportv, Guto Nejaim, fala sobre a situação dos brasileiros: “Acho que o Sérgio tem todas as chances, até pelo bom campeonato na F2, no qual ele está atrás apenas do Nicholas Latifi e do De Vries. Para o Pietro, já é bem difícil por conta da superlicença. O ano já está fechando e o tempo é inimigo dele” afirma.

Já está confirmada para 2020 a volta de Steban Ocon para a Fórmula 1, pela equipe Renault, o que pode significar a saída de uma das figuras mais folclóricas da categoria, o alemão Nico Hulkemberg, que, apesar de ser bastante talentoso, nunca subiu no pódio em suas 159 corridas disputadas.

Nico Hulkemberg ainda não tem vaga confirmada para 2020 (Foto: Reprodução/Twitter)

Se há alguma chance de Nico permanecer na Formula 1, essa chance está na equipe Haas, que deve demitir o francês Romain Grosjean, por conta de suas péssimas atuações na última temporada e na atual. Ele não deve ter uma nova chance já que sua habilidade, ou falta dela, já é bem conhecida por todos os times.

Daniel Fernandes – 8° Período

0 comentário em “Fórmula 1: Charles Leclerc vence GP de Monza em dia de festa para a Ferrari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s