Geral

Parte da estrutura da mineradora Vale se desprende em Barão de Cocais

De acordo com a empresa Vale, não há risco do vazamento afetar a barragem da mina de Gongo Soco

De acordo com a empresa Vale, não há risco do vazamento afetar a barragem da mina de Gongo Soco

A mineradora Vale informou nesta manhã que na madruga de sexta-feira (31) partes da parede (talude norte) da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, Minas Gerais se desprendeu. A Defesa Civil de Minas Gerais não há indícios de que o incidente tenha causado danos à estrutura da barragem.

Em nota a Vale informou o atual estágio do vazamento. ” Os blocos se acomodaram no fundo da cava e as primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual. A cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, seguem com monitoramento 24 horas por dia de forma remota, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone.”

Desde fevereiro cerca de 400 moradores da Zona de Autossalvamento (ZAS) da barragem das comunidades de Piteiras, Socorro, Tabuleiro e Vila do Gongo já haviam sido removidas preventivamente e foram acolhidas em moradias provisórias alugadas pela Vale, hotéis, pousadas da região e casa de familiares. A barragem está em nível 3 desde 22 de março.

Nível 0 – situação normal, de monitoramento regular.

Nível 1 – Sinalização de instabilidade. Pode exigir monitoramento reforçado.

Nível 2 – A partir deste nível é feito a evacuação de moradores da zona de autossalvamento.

Nível 3 – Cuidados são estendidos para pessoas que estão na Zona de Salvamento Secundária por meio de medidas educativas e a realização de simulados de evacuação.

google.PNG
Talude da Mina de Gongo Soco cedeu nesta sexta-feira (31). Foto: Google Maps

Como parte de ações preventivas de engenharia, a Vale iniciou, no dia 16 de maio, a terraplenagem para construção da contenção em concreto localizada a 6 km à jusante da barragem Sul Superior, em Barão de Cocais. Além dessa estrutura, que fará a retenção de grande parte do volume de rejeitos da barragem Sul Superior em caso de rompimento, a Vale está realizando intervenções de terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito.

Essa obra atuará como barreira física no sentido de reduzir a velocidade de avanço de uma possível mancha, contendo o espalhamento do material a uma área mais restrita. O objetivo é reduzir os possíveis impactos às pessoas e ao meio ambiente no cenário extremo de um rompimento da estrutura.

Tainá Valiati – 7° período 

0 comentário em “Parte da estrutura da mineradora Vale se desprende em Barão de Cocais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s