Venezuela: Conheça a história da crise que chama a atenção do mundo

Em seu momento mais complicado, cresce a aflição do povo em meio à incerteza sobre a liderança do país

Com o fim do governo de Carlos Perez, em 1993, o novo presidente, Rafael Caldeira, assumiu o poder e decretou anistia aos presos envolvidos em uma tentativa de golpe contra o impopular Perez, organizada pelo grupo paramilitar MBR-200 no ano anterior . Hugo Chávez, líder do grupo, foi solto e ordenou que seus companheiros do MBR-200 largassem as armas. Sua popularidade só cresceu desde então, e em 1998, Chávez foi eleito presidente da Venezuela com 56% dos votos, iniciando seu governo em 1999.

O projeto político chavista era inicialmente de promover a melhoria na qualidade de vida dos mais pobres e melhorar a distribuição de renda, porém as classes mais ricas não ficaram nada satisfeitas, e em 2002, houve uma frustrada tentativa de golpe, comandada pelos militares. Chávez voltou ao poder três dias depois, fortalecido politicamente, o que ajudou em sua reeleição em 2006. Mas os problemas de seu governo começaram a ficar claros em 2011.

Naquele mesmo ano, Chávez descobriu um câncer na região pélvica e iniciou tratamento em Cuba. Ainda assim disputou e ganhou sua quarta eleição. Nesse período começava a ficar famoso outro personagem, à sombra do presidente: Nicolás Maduro. A saúde de Chávez se deteriorava e ele precisou se afastar do comando no país, com isso Maduro foi o escolhido por ele para a continuidade do poder, em meio a uma grande crise devido a queda no valor do petróleo (importantíssimo na economia do país). Com a morte de Chávez em 2013, Maduro assumiu a presidência.

venezuela1

Protestos contra o governo de Nicolás Maduro em Caracas (Foto: Reprodução/Twitter)

Contando com o apoio de fortes líderes da esquerda latino-americana como Raúl Castro e o ex-presidente brasileiro Lula, Maduro logo começou a sofrer com uma forte crise econômica e a pressão de adversários políticos, especialmente do ex-prefeito de Chacal, Leopoldo Lopez, que já era opositor ao governo, desde Hugo Chávez, e ganhou ainda mais popularidade após a morte do ex-presidente e do início do conturbado governo de Maduro. Na primeira oportunidade, Maduro mandou prender López, acusado de incitação pública de danos à propriedade em um protesto em 2014. Começava ali a repressão de Maduro contra os opositores ao governo.

Desde então, o país se afunda numa crise política, social e econômica. Essa grave crise fez com que alguns venezuelanos deixassem o país, como é o caso da administradora de empresas Maria Gabriela, “Eu e meu esposo éramos donos de uma pequena livraria, tínhamos casa própria, nenhuma dívida, e as crianças estudavam em escola particular. Mas em 2016 tudo ficou ruim para nós, já não dava para pagar a escola, nem o que comer. Fiquei grávida e então decidimos que já não dava para viver lá” explica.

Maduro foi reeleito, mas essa eleição é considerada ilegal e não é reconhecida por grande parte da comunidade internacional, assim, o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó se declarou presidente da Venezuela, sendo reconhecido entre outros por Brasil e Estados Unidos.  O próprio Donald Trump ameaça uma intervenção militar, como explica o cientista político Guilherme Carvalhido, “Nos Estados Unidos Essa discussão está enfraquecida agora, por causa dos problemas internos do Trump, é mais comunicativo do que real”, diz.

Daniel Fernandes 7º Período

Um comentário sobre “Venezuela: Conheça a história da crise que chama a atenção do mundo

  1. Pingback: Atuação do Brasil na crise da Venezuela | AgênciaUVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s