Qual é a semelhança entre o brasileiro e o papagaio?

Entenda como Eduardo Bolsonaro reforça a imagem do brasileiro malandro

Em março, durante a visita presidencial aos Estados Unidos,o Deputado Federal pelo PSL-SP Eduardo Bolsonaro declarou que ter brasileiros em situação migratória irregular era uma vergonha para o próprio povo. Ter uma figura pública repassando este tipo de visão reforça imagens que há muito deixaram de ser replicadas mundialmente sobre o país.

A alegação foi dita quando comentava-se sobre a nova decisão do governo federal de isentar o visto para a entrada de americanos no Brasil, sem que houvesse uma recíproca dos Estados Unidos. Deu a entender, também, que o brasileiro se aproveitaria dessa brecha para arranjar emprego e viver clandestinamente.

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o personagem Zé Carioca Foto original: Agência Brasil (EBC) Reprodução

Ou seja, o brasileiro seria ainda aquela visão de Zé Carioca, a imagem do malandro que se aproveita em toda oportunidade. Criado por Walt Disney durante o período da Segunda Guerra (1939-45), o personagem teve o intuito de aproximar as relações entre os países durante a política de Boa Vizinhança. No entanto, foi recriado como um papagaio que tem aversão ao trabalho.  

Para o Sociólogo Roberto Vilela, a atitude do Deputado generaliza condutas duvidosas dos imigrantes brasileiros, o que é somado à visão negativa dos americanos da América Latina. “Semana passada, inclusive, um canal norte-americano fez uma reportagem sobre imigrantes latinos ilegais onde todos (independente da nacionalidade) eram chamados de “mexicans”. Ou seja, para eles, do Texas para baixo, malandros ou não, somos todos mexicanos. E a fala do Eduardo Bolsonaro corrobora cirurgicamente com o senso comum dos EUA sobre nós”, afirma.

Eduardo Bolsonaro, como figura pública e filho do presidente, faltou com decoro ao próprio povo. O que começou como uma iniciativa de estreitamento de relações entre os países, acabou por resvalar em uma crítica que reforça o que o americano já pensa do brasileiro.

Arielle Curti / 7° Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s