Comportamento Geral

Conheça os benefícios da dança para o corpo e a mente

A prática da dança é uma forma de arte e de expressão corporal, que estimula a criatividade, trazendo leveza e alegria para a vida de uma pessoa. Dançar também ajuda na socialização, fortalece a musculatura do corpo e melhora a memória. Além disso, traz diversos benefícios para o campo emocional, ajudando a combater a depressão e a baixa autoestima.

O ator Henrique Lott, de 25 anos, faz aulas de jazz e ballet clássico há seis anos. Ele conta que a dança ajuda no dia a dia, pois sente mais disposição para executar as tarefas e para se relacionar. “Tem uma energia tão boa. Acho que é química também, a endorfina, porque você fica com mais vontade de trabalhar, de se relacionar com a sua família, com seus amigos e cria laços de amizade bacanas”. Segundo ele, dançar também ajudou muito no trabalho como ator, pois é uma forma de arte que permite aflorar e expressar as emoções.

Além da expressão artística, a professora de biodança Lícia Barretto explica que a dança amplia a percepção corporal, proporciona prazer e eleva a autoestima. “Danças geram harmonia interna de bem-estar, eliminam o medo da exposição, promovendo alegria e diminuindo o estresse”. Ela conta que as pessoas costumam procurar as aulas para melhorarem questões complicadas em suas vidas, como perdas afetivas, término de relações, complexos de inferioridade e insatisfações com o próprio corpo.

42174209_1984168031640372_3384991011628384256_n
A prática da dança combate a baixa autoestima e a depressão, além de aumentar a consciência corporal Foto: Letícia Montilla / Agência UVA

Outro motivo que leva alguém a procurar as aulas de dança é a vontade de melhorar o desempenho profissional. Segundo conta Edilze Francioni, de 56 anos, dançar ajudou na atuação como médica. “Com a idade, a tendência é ir perdendo a habilidade para a rapidez de raciocínio. Eu voltei a trabalhar dentro de terapia intensiva, o que exige que eu raciocine rápido. Acho que se não fosse o ballet, eu estaria com mais dificuldade”. Ela acredita que a dança possibilita mais gentileza e delicadeza para o exercício da medicina. “É diferente de alguns médicos que tratam com rispidez os pacientes, que são impacientes e grosseiros. O ballet não deixa que a gente fique assim, pois traz suavidade para a profissão”.

42145019_1984169714973537_6948435230051008512_n
A expressão artística e o estímulo da criatividade são algumas das vantagens que as aulas de jazz proporcionam aos alunos Foto: Letícia Montilla/AgênciaUVA

Dançar também ajudou no trabalho de Adriana Faria, de 47 anos. Ela faz aulas de jazz há um ano e meio e afirma que sentiu melhoras na parte neurológica. “Eu sofria de um problema muito sério, que é a falta de memória. Muita coisa eu esquecia, mas agora já consigo lembrar com mais facilidade”. Ela conta que participar das aulas de dança ajudou com os problemas da coluna. “O médico disse que eu não podia fazer mais nada, que eu tinha que ficar parada, vegetando”. No entanto, hoje, com a prática de exercícios, Adriana já não sente mais as dores de antes.

Fazer jazz e ballet também foi muito benéfico para a parte física de Claudia Montenegro. Ela começou as aulas porque sentiu a necessidade de fazer uma atividade que ajudasse na coordenação motora. Hoje, aos 53 anos, confessa que ficou surpresa com seu desempenho. “É uma alegria, porque você olha e pensa: Nossa, eu sou capaz de fazer esse movimento com a cabeça. Eu tenho ginga! Você vai se soltando, se descobrindo. Você descobre músculos e posturas que nunca conheceu, que nem sabia que tinha”. Ela também conta que o cansaço e o estresse devido aos problemas são completamente esquecidos, pois sente muita alegria e felicidade quando está nas aulas de dança.

Katia Cabral também se sente feliz ao dançar. Segundo ela, a prática faz com que sorria à toa, além de melhorar a musculatura do corpo. Bailarina e formada em Educação Física,  Katia dá aulas de ballet e acredita muito nos benefícios proporcionados. “É uma atividade física muito boa, porque trabalha força muscular, alongamento, coordenação motora, equilíbrio, concentração e tem tudo isso com prazer. Fora que, em uma aula em grupo, tem sempre um ganho com as relações que você faz”. Ela acredita que as vantagens vão além de serem apenas emocionais, físicas e sociais. “São também de alimentação artística, mesmo para quem não trabalha com isso, porque eu acho que a arte é boa para qualquer pessoa”.


Letícia Montilla – 6º período

0 comentário em “Conheça os benefícios da dança para o corpo e a mente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s