Brasileiros deixam o país em busca de uma vida melhor

A busca por mais oportunidades e por uma vida melhor está fazendo com que mais brasileiros decidam morar fora do Brasil. Um recente levantamento do IBGE aponta que o índice de desemprego no país subiu para 13,1% no primeiro trimestre deste ano. Outro dado alarmante diz respeito às ocupações formais. O mercado registrou o menor número de trabalhadores com carteira assinada em 6 anos, enquanto os empregos informais crescem na mesma proporção.

Diante desse cenário, muito optam por deixar o país para conseguir melhores condições de trabalho e de estudo no exterior. Segundo a Receita Federal, entre 2014 e 2017 houve um crescimento de 82% nas declarações de saída definitiva do país em relação ao triênio anterior. Esse relevante crescimento acontece devido ao auge da crise econômica em 2015.

Ex-universitário aqui no Brasil, Vinicius Moraes, 23 anos, explica o motivo de ter se mudado do Brasil para a Austrália em 2017. “Eu escolhi a Austrália no momento em que senti que o Brasil estava passando por uma situação socioeconômica muito ruim. Estava desmotivado com as oportunidades de emprego, a qualidade de vida e a questão salarial também. Minha mãe vendo isso me deu essa ideia de começar fazendo um intercâmbio. Mas eu gostei tanto do país que acabei ficando de vez, e agora eu estou estudando TI e business (tecnologia da informação e negócios) em uma faculdade chamada Evirotech, na cidade de Gol Coast. À noite trabalho como catering (entrega de comida).”

TRABALHO PARA O ESTÁGIO

Vinicius a caminho de mais um dia de trabalho. Foto: Acervo pessoal

Já Leonardo compara a realidade brasileira com a de Portugal, país que escolheu para recomeçar a vida. “O que mais me chocou foi a relação entre o custo de vida para suprir necessidades básicas e o salário mínimo do país. Você não tem muito poder de compra, mas você já vive muito melhor do que com um salário mínimo em qualquer lugar do Brasil.”

Outro caso que motiva essa imigração brasileira é a violência. O número de assaltos, mortes por arma de fogo e balas perdidas aumentaram consideravelmente nos últimos anos. A logística da segurança pública não acompanha o crescimento da violência. Com esse cenário implantado em nosso país, aliados aos escândalos de corrupção em nossa política, impostos e a inflação, instalou-se um clima de pessimismo em relação ao futuro.

Contudo, apesar dessas pesquisas mostrarem que uma grande parte da população deseja se mudar de país, engana-se quem acha que o exterior oferecerá um leque de oportunidades. A maioria das pessoas que sai do país não está preparada. É preciso entender a cultura e o brasileiro não está habituado aos costumes sociais dos outros países. Além disso,  muitos não se atentam à documentação necessária para permanecer legalmente no país escolhido.

Conversando com a analista da agência de intercâmbio CI Camila Rosa, ela explica como a pessoa que deseja se mudar do país deve se planejar e como é o perfil dos clientes que procuram a empresa. “Não é só porque a situação hoje no Brasil está ruim que você vai arrumar as malas e ir embora. Tem todo um planejamento a ser feito, conhecer bem o lugar onde você quer morar, porque você vai ficar ali por um tempo. Tem muita gente que vem pra cá pra ficar só quatro semanas, que são as férias do mês, estudando inglês para melhorar e voltar ao trabalho e assim se aprimorar ou então ir para sempre mesmo. Gente que terminou o ensino médio agora e já pensa em sair do Brasil.”


Bernard Murcia – 6º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s