Fabiane Souza conta que desconhecidos elogiam sua trajetória depois do ‘The Voice’

“Muito batalhadora”. Assim se define Fabiane Souza de Alcântara, a mineira de 33 anos que fez todas as cadeiras virarem no The Voice 2016. Nascida em Belo Horizonte, a cantora começou a tocar violão com apenas 7 anos por influência familiar. “Na minha família, ou alguém canta ou toca algum instrumento e, por isso, a música está muito presente”.

Ainda criança, Fabiane passou a ser membro de um conjunto gospel, juntamente com seu tio, irmã e primas. A banda, chamada “Entre Salmos”, subiu ao palco de verdade em 2004 e ganhou em primeiro lugar em um festival mineiro. “Desde então, nunca mais parei de cantar”.

Filha de pastores, a mineira que cresceu cantando em igrejas, hoje em dia tem seu tempo dividido entre duas carreiras: cantora e cabeleireira. Mesmo sendo difícil conciliar as duas profissões, Fabiane é feliz e se sente realizada. “Eu amo as duas profissões e faço com muito amor, mesmo que às vezes seja muito cansativo”.

rhweahg

No entanto, nem tudo foi fácil para Fabiane. Na primeira inscrição para o programa The Voice Brasil, transmitido pela Rede Globo, a cantora não recebeu o apoio de toda sua família. “Mesmo sendo a realização de um sonho, minha mãe ficou brava por eu cantar músicas que não são do estilo gospel”.

Mas tudo melhorou na sua segunda vez no programa. Agora com o apoio dos pais, que torceram a todo o momento, a mineira cativou os fãs e os jurados na terceira noite de audição.  A música escolhida pela cantora que fez com que as quatro cadeiras virassem foi “Eu não quero mais”, hit de Ludmilla. Fabiane teve o direito de escolha e decidiu integrar o time de Lulu Santos.

A cantora, que foi eliminada na batalha dos técnicos, é feliz e grata por sua participação no programa. Agora, Fabiane faz shows e canta em casamentos – além do trabalho como cabeleireira – e afirma que sua vida mudou após o The Voice. “Depois que saí, ganhei visibilidade. As pessoas me reconhecem na rua, me elogiam por minha trajetória”.

rhwearhe

Com muita humildade – como ela mesmo afirma -, a ex-participante do reality musical da Globo sempre conversa e tira fotos com seus admiradores. “A minha relação com os fãs é bem próxima, eu gosto muito de estar perto das pessoas que admiram meu trabalho”.

E mesmo com a visibilidade do programa e a agenda mais cheia do que nunca, Fabiane ainda aguarda, com esperança, por contatos de empresários ou produtores musicais a fim de alavancar sua carreira. “Acredito que tudo tem seu tempo certo para acontecer”.

A mineira, que em seu tempo livre gosta de relaxar e ouvir música em sua casa, teve sua inspiração nas cantoras americanas Mary Mary. Fabiane já gravou versões de músicas das cantoras e tem um sonho: dividir o palco com elas.

Além do The Voice, outro momento que marcou a carreira da cantora foi o concurso Novas Promessas, do qual participou com a banda Entre Salmos e venceu em primeiro lugar. O projeto ocorreu em Minas e foi promovido pela Rede Globo em parceria com a Rede Super de Televisão.

Além de voltar a bombar com a banda, Fabiane têm outros planos para o futuro: investir em sua carreira solo. A cantora pretender tirar esse projeto do papel ano este ano, sempre com muita fé e apostando em seus estilos preferidos – o pop e o gospel.


Reportagem de Larissa Rocha para a disciplina Projeto Interdisciplinar de Jornalismo Impresso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s