Giovanna Campos: ‘Dá para se vestir bem pagando pouco’

Uma forma de conciliar a vontade de economizar nas compras de moda e maquiagem, de divulgar “achados” e de ajudar as pessoas que têm o mesmo interesse que você é criar contas em redes sociais focadas para o comércio. E foi isso que Giovanna Cataldo Veiga de Oliveira Campos, 19 anos, estudante de Engenharia Ambiental, fez. Com uma semana de uso do perfil no Instagram (@achadosdagioo), já havia alcançado a marca de mil seguidores, surpreendendo-a com o inimaginável. Hoje, depois de três meses, está com mais de quatro mil.

 

achadosdagioo

O gosto pela moda no mundo virtual. Foto: Divulgação

Giovanna tem um estilo mais básico, nunca foi consumista e nem ligava para lojas de marca. Opta procurar peças em lojas fastfashion, nas quais faz compras do que precisa e com o dinheiro que economiza. Acostumada com seu jeito alegre, começou a ficar cansada com o ritmo da faculdade, desmotivada, e foi aí que conheceu as contas de dicas de peças baratas nas redes sociais. Para se distrair e compartilhar o que achava de interessante nessas lojas, acabou criando o perfil e se encontrando nessa nova moda. “Dá para se vestir bem pagando pouco”.

Sem pensar na quantidade de seguidores que poderia conseguir e sabendo que não teria retorno financeiro por fazer uma propaganda de graça – “Não preciso fazer um investimento, eu fotografo na loja e posto”-, ficou impressionada com seu começo e ainda mais motivada a continuar, mas não pensa em virar blogueira, mesmo sabendo que assim foi o começo de muitas de hoje em dia. A expectativa é ter o retorno das pessoas que a acompanham, comentando sobre as dicas, agradecendo e até compartilhando outras dicas.

Para se divulgar e começar a crescer, Giovanna entrava na conta de outras meninas que tinham o mesmo estilo de blog e comentava sobre os looks e as dicas de que gostava. “Eu fazia tipo um engajamento manual”. Não deixava de fazer um anúncio para a própria conta e chamava as meninas para conhecerem seu perfil. De repente houve um crescimento muito grande por conta de uma foto postada que fez muito sucesso na aba de pesquisas do aplicativo.

Logo no início, quando conquistou mil seguidores, no auge de sua euforia, uma marca americana entrou em contato para fazer uma parceria. No momento não era vantajoso para Giovanna, mas só de ter recebido a oportunidade já fez com que ela ficasse ainda mais feliz pelo reconhecimento, já que achava que seria muito difícil e demorado conseguir algo do tipo, achando que só alcançaria algo assim depois de conseguir dez mil seguidores.

A maior dificuldade que ela tem encontrado é a forma de distribuição de suas postagens na plataforma. O Instagram quer que os usuários de contas públicas patrocinem os posts para que mais seguidores recebam suas fotos. Pelo estilo do seu perfil, ela consegue ver dados estatísticos do seu crescimento. “Hoje eu tenho quatro mil seguidores, tem foto que eu publico e só 700 pessoas recebem, quando todos deviam receber”. Essa configuração acaba desmotivando-a um pouco, por conta da diminuição do número de curtidas por foto, podendo dar o sentimento de que ela não é valorizada, mas a culpa não é dos seguidores, e sim do aplicativo.

Em sua única experiência com o sistema de patrocínio, investiu R$10,00 em um vídeo sobre o uso de um produto para cabelos, e foi cobrado o triplo do valor no fim do mês, porque a cada mil visualizações é cobrada uma taxa. Preferiu cancelar, para que não cobrassem mais, e acabou sendo bloqueada por um tempo, dando trabalho para conseguir regularizar seu cadastro e voltar a ter domínio da conta.

Nos dados estatísticos do perfil, também é possível ver os horários em que ela mais ganha visibilidade e curtidas. Desde o início da conta, Giovanna já mudou seus horários e números de postagem no dia para que tenha maior proveito. Quanto ao conteúdo, não tem ainda uma distinção do que vale mais a pena. “O pessoal gosta de tudo, um pouco misturado”. Antes, a ideia principal era só postar roupa e um pouco de maquiagem, agora também aproveita as promoções em artigos de decoração, calçados e acessórios.

Mas para manter a conta não basta simplesmente fotografar peças e postar, é preciso observar o que tem estado em alta, os preços, a disponibilidade, e para ir aprimorando sua conta, Giovanna gosta de observar outros perfis como o dela no Instagram. “Eu fico olhando os outros para ver no que acertam e erram, e assim vou aprendendo”. Alguns exemplos dados são quais os tipos de posts que mais são curtidos, que, por muitas vezes, a surpreenderam por terem feito tanto sucesso entre os seguidores, mesmo não sendo peças que fossem o estilo dela.

achadosdagioo

Além de compartilhar as dicas, também é possível fazer novas amizades.  É um espaço tão amplo, tantas pessoas compartilham gostos similares, que acabam entrando em contato com ela para perguntar algo sobre uma peça postada, se tornam seguidores que mais comentam e ajudam a divulgar a conta @achadosdagioo, tanto em outros instablogs quanto em eventos, “Eu acho essa troca muito legal, não vejo como se fosse uma competição”.

Algumas lojas já promoveram eventos nos quais reuniram várias blogueiras para montarem looks que, depois de uma votação, seriam postados no perfil oficial da loja. Em outras, é possível encontrar adesivos do espelho dos provadores com hastags específicas para as clientes postarem foto usando essa marcação, promovendo assim a loja e a conta no Instagram.

Como uma ajuda é sempre bem-vinda, ela já aproveitou a companhia do namorado para fazer um vídeo diferente e levar um pouco de humor para seu “feed”. Giovanna também adora receber dicas de meninas que seguem a sua conta, mostrando peças que não foram ainda descobertas como um achado fashion, colaborando assim com as postagens e ajudando no crescimento da conta, levando mais conteúdo para os seguidores.

Seu ritmo de procura por peças diminuiu por conta dos horários da faculdade. Agora, pelo menos uma vez por semana, ela sai para pesquisar as novidades, fazendo um apanhado geral em lojas de shopping e centros comerciais como o Saara e Praça Saens Peña. Escolhe peças que a agradem e que o público também possa gostar. Mesmo não sendo o estilo dela, experimenta e mostra peças alternativas que possam incrementar o look.

Como o foco da conta é mostrar produtos baratos, Giovanna acredita que os seguidores fiquem mais tentados a comprar, mas, por outro lado, ela não chegou a desenvolver esse consumismo por ser bem controlada. “Geralmente eu saio sem dinheiro para não ter como comprar, já até me arrependi algumas vezes de não ter levado a peça para casa”.

Além de ter tido alguns arrependimentos, já havia pensado em desistir antes mesmo de completar um mês de perfil. Era uma mistura de falta de tempo com preguiça, motivando esse pensamento, mas hoje já não quer mais largar o instablog. Já criou um vínculo com a conta e está adorando todo o crescimento e as oportunidades que estão aparecendo para ela.

Mas como nem tudo é perfeito, já teve vários desencantos quando se trata de conhecer pessoalmente pessoas que ela já acompanhava pela rede social. Em alguns eventos de que teve a oportunidade de participar, esteve com meninas que mostraram ser de um jeito totalmente diferente do que aparentavam, fazendo com que ela mudasse seu ponto de vista e ficasse mais atenta para que ninguém tivesse a mesma impressão sobre ela.

A criação do perfil a ajudou muito em ter mais dedicação com projetos pessoais, não focando somente na faculdade, mas também em atividades que a façam bem e que sejam uma forma de interação com outras pessoas. É um portal por onde pode compartilhar ideias, dar sugestões e se aproximar de quem têm o mesmo gosto, mesmo estando distante.


Reportagem de Anna Beatriz Ferreira Maciel da Cruz para a disciplina Projeto Interdisciplinar de Jornalismo Impresso – 2017/2

Um comentário sobre “Giovanna Campos: ‘Dá para se vestir bem pagando pouco’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s