Dos palcos à telinha, a trajetória da atriz Roberta Piragibe

A timidez fazia parte da vida da atriz Roberta, de 18 anos. Quando criança, era bem envergonhada na rua e ao falar com estranhos, porém, em casa, com sua família, se mostrava bem descontraída, gostava de cantar e dançar no espelho. Sua mãe sempre disse para ela fazer teatro, mas Roberta nunca teve vontade justamente por sua timidez, mas com o convite de uma amiga para fazer uma aula experimental de teatro aos 9 anos, ela acabou gostando e entrou na companhia Artegrimberg, dando início a sua carreira artística.

Mesmo pequena, ela se descobriu nos palcos. Foi perdendo a vergonha aos poucos e, com isso, sua mãe a colocou numa agência de atores que a indicou para alguns testes para novelas. De primeira ela não passou, mas no teste para a novela “Araguaia”, em 2010, Roberta conseguiu seu primeiro papel na televisão. Estava muito nervosa, pois não havia um texto para decorar. Ela não sabia como iria acontecer, estava em pânico. Mas era somente uma entrevista e, junto com outras dez crianças, Roberta foi uma das seis escolhidas.

“O teatro é muito expressivo e dramático. Na televisão, sua expressão tem que ser muito limpa, sem caras e bocas, com naturalidade”, diz Roberta, que apesar da diferença entre os dois, foi bem preparada pela coach da emissora para o papel em “Araguaia” e inclusive fez aulas de forró, para fazer algumas cenas. “Contracenei com a Bruna Marquezine e vários atores de peso. Foi tranquilo para mim, pois tinha muitas crianças, muitas cenas eram reais, filmavam a gente brincando de verdade, foi muito divertido”, conta a atriz.

Roberta-Piragibe agencia cintra

Depois de “Araguaia”, Roberta começou a fazer teatro musical na companhia “Vamos Fazer Arte”, e optou por aulas de canto para se aprimorar no meio. Passado um tempo, foi aprovada no teste para “Avenida Brasil” em 2012, no papel de uma das crianças que fazia parte do lixão comandado por Lucinda.  “Eu contracenei com a Vera Holtz, que é uma pessoa maravilhosa, que eu admiro demais. Aprendi muito com ela e foi incrível fazer essa novela, pois estava repercutindo para o Brasil inteiro, com muita audiência”, diz a atriz.

Após essa época, ela ficou parada alguns anos, pois para pré-adolescentes os personagens ficam um pouco restritos. Nesse período, fez somente uma participação especial no programa humorístico a “Grande Família” como convidada. O auge de sua carreira veio aos 17 anos, com uma oportunidade para a novela “Sol Nascente”, em 2016. Em seu último ano do Ensino Médio, ela fez o teste sem expectativas, não cogitou em passar, pois estudava em período integral para o vestibular. Uma novela poderia atrapalhar seus estudos, mas ela acabou passando e foi escalada para um papel.

Foi a primeira novela em que atuou com uma personagem com mais destaque, a Nanda, par romântico de Peppino interpretado por João Cortês. Com o papel veio mais responsabilidade, um peso maior. “Foi com João que dei o meu primeiro beijo na televisão. Eu estava muito tensa e ele, por já ter experiência no cinema, me tranquilizou”. Roberta fala que o importante no meio artístico é estar sempre estudando, nunca ficar parada, para se aperfeiçoar e dar o melhor de si. “Não podemos deixar as coisas esfriarem”, diz a atriz.


Reportagem de Isabella Medeiros F. Barros para a disciplina Projeto Interdisciplinar de Jornalismo Impresso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s