Uma noite de samba

Na madrugada da última sexta, dia 9, a casa de shows Fundição Progresso, na Lapa, recebeu um evento imperdível para qualquer carioca amante de samba: uma dose dupla do mais famoso ritmo brasileiro com Maria Rita e Casuarina. Como de costume, os portões foram abertos ao público às 22h e enquanto os presentes esperavam pelo começo da primeira apresentação – marcada para às onze e meia da noite -, as caixas de som da Fundição tocavam um repertório vasto, que ia de Jorge Aragão a Marcello D2, passando por Mart’nália e Diogo Nogueira.

Quem abriu a noite foi a cantora, cujo show deste fim de semana faz parte da turnê “Samba da Maria”. Apesar do horário previsto, a apresentação só começou após a meia-noite, mas isso não desanimou o público – repleto de chapéus Panamá, uma das marcas da malandragem do samba carioca. A cantora iniciou o concerto com dois clássicos da música popular brasileira: “Quando a Gira Girou” e “Coração Em Desalinho”, cujos melismas e notas altíssimas encantaram o público.

maria-rita-5

Já de início, Maria Rita contou um pouco sobre o repertório da noite. “Hoje, eu trouxe um apanhado de sambas que eu gosto de cantar em casa e que vocês gostam que eu cante, então, é um casamento perfeito. É um sonho antigo que eu tenho desde ‘Samba Meu’, de 2007. A nossa ideia era trazer para o palco o samba de roda, tradicional, o samba de raiz que a gente tanto gosta. E a gente já está há um ano e meio nessa, então, muito obrigado”.

Além dos grandes sucessos – como “Tá Perdoado” e “Cara Valente” – e da apresentação da inédita “Cutuca”, a artista também ressaltou que o atual trabalho é uma forma de homenagear os grandes nomes femininos do samba. “À Beth Carvalho, à Alcione, à minha mãe e tantas outras”. E foi assim que a noite alcançou os momentos mais emocionantes, em um turbilhão que começou com “Simplesmente Elis” – samba-enredo da Vai-Vai feita em homenagem à Elis Regina, mãe da cantora, no Carnaval de 2015 –, e atingiu o ápice com “Saudosa Maloca”, que levou Maria Rita às lágrimas.

Durante a canção “O Homem Falou”, alguns espectadores mais afoitos começaram a jogar confere de carnaval em direção ao palco e um dos “disparos” atingiu o rosto da cantora, porém Maria levou o incidente na esportiva, sem ao menos interromper a música – e até riu do acontecido. E para fechar o show com chave de ouro, Maria Rita levantou o público com um dos mais conhecidos hinos da MPB: “Vou Festejar”, eternizado na voz da madrinha do samba, Beth Carvalho.

Após uma hora e meia de apresentação, os espectadores tiveram um intervalo para recuperar o fôlego, e, por volta das duas e vinte da madrugada, os integrantes da banda Casuarina assumiram o palco, iniciando o “segundo round” em grande estilo com a composição “Ambidestra”. Logo após as primeiras músicas, Gabriel Azevedo saudou o público com o bordão mais falado de 2016: “Primeiramente, fora Temer!”, ao que a plateia reagiu em coro. E João Cavalcanti ainda completou o protesto. “Fora, amigo! Já passou da hora faz tempo”.

casuarina-2

Após este momento inicial, o grupo voltou à apresentação da noite. “É uma alegria muito grande dividir o palco mais uma vez com uma das maiores cantoras da música brasileira. Nós ficamos muito felizes de a Maria Rita ter nos convidado de novo. A gente faz essa parceria já há algum tempo. Então: Viva Maria Rita! ”, Azevedo bradou. O repertório do show foi uma mistura de canções famosas do ritmo carioca e composições da Casuarina, e o mix agradou o público. A apresentação contou com clássicos como “Acreditar” e “Sonho Meu”, que despertaram o saudosismo dos espectadores que caíram no samba.

Ao longo do concerto, os membros da banda fizeram muitas piadas a respeito de 2016 ter sido um ano difícil, mas que não foi de todo ruim. “Apesar de tudo, 2016 foi um ano de grandes realizações para a gente, como o “Sete”, nosso sétimo disco, e terceiro autoral, que contou com muitas participações especiais incríveis, inclusive da Maria Rita. O disco já está a venda, então, quem quiser conferir, é só comprar”, declara Cavalcanti. E, para encerrar a noite, a Casuarina expressou seus votos de um ano vindouro melhor. “Feliz Ano Novo e um ótimo 2017 a todos! ”. E, assim, terminou mais uma noite de samba que sacudiu a Lapa.


Daniel Deroza– 4º Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s