Roda Cultural do Terreirão: os jovens e o rap

Nas noites de sábado a Praça do Futuro da comunidade do Terreirão, que fica localizada no Recreio dos Bandeirantes, é o lugar certo para quem quer se distrair. Isso porque a ‘Roda Cultural do Terreirão’, um projeto idealizado pela ‘ONG Onda Carioca’ e pelo ‘Terreirão Comunidade’, usa o espaço como palco de apresentação. O evento tem o objetivo de transformar a vida dos participantes e dar oportunidades para os novos talentos.

A Roda é um projeto novo na comunidade, mas que tem dado muito certo. Por intermédio dos organizadores Júlio César da Costa e Rogério Cardoso, o evento chama a atenção dos jovens de todos os lugares da cidade e já está colhendo frutos positivos. Por se tratar de música e diversão, o envolvimento é ainda maior.

roda cultural 2 batalha infantil

Batalha de rap infantil

Meninos e meninas de todas as idades se interessam cada vez mais pela iniciativa e fazem do local – a Praça do Futuro – um lugar de “aprendizado, inclusão e respeito”, é o que diz Rogerio, de 42 anos. “Já existe uma conscientização por parte das pessoas que frequentam a praça, e isso está irradiando toda a comunidade. Aqui não se vê lixo no chão, e a preservação do espaço é sempre mantida”, completa o organizador.

Essa conscientização e participação dos jovens fazem do evento um sucesso e os talentos vão surgindo naturalmente. “Temos na comunidade gente muito talentosa, só que eles não tinham apoio, suporte e estrutura para mostrar isso. A ideia do projeto é exatamente esta, fazer com que todos de fora vejam que o Terreirão é um lugar de pessoas muito boas”, relata Rogerio.

Durante o evento, DJs, cantores e grupos de rap fazem o show e, no intervalo de cada um, as batalhas são travadas. Os jovens fazem as inscrições para participarem assim que chegam à praça, e duelam em duplas. A disputa muitas vezes é acirrada, mas quem escolhe o vencedor é o público. Os finalistas das batalhas dão sempre espetáculos de rimas e improvisos. O campeão é premiado com mochilas (confeccionado na ONG Onda Carioca pelo projeto “Costurando”) e outros prêmios doados por alguns parceiros.

roda cultural 3

Participantes da Roda Cultural

Além do trabalho social, a Roda deu uma grande visibilidade para a ONG, que já existe há muito tempo na comunidade. “E tudo foi criando ramificações: A ‘Onda Carioca’ assumiu a pracinha, que virou a ‘Praça do Futuro’, que incorporou a ‘Roda Cultural’, que agora está também com o pessoal do grafite, do boxe, que reforçou ainda mais o ‘Costurando’, e somou ao mais novo projeto em parceria com o Sebrae, que é a ‘Horta Comunitária'”, comenta o organizador.

Todos esses projetos estão prestes a acontecer, e outros já estão acontecendo. A Roda Cultural do Terreirão tem uma forma livre de expressão. E por isso, tem agradado as pessoas. “Apesar de não termos nenhum tipo de ajuda financeira, e nem mesmo o apoio de líderes, comerciantes e empresários da comunidade, estamos oferecendo o nosso melhor para esses jovens, e o bom é que eles estão aproveitando isso”, conclui Rogério.


Brenda Katerine
Mayara de Moura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s