Voe mais alto

Universidade Veiga de Almeida recebe pela primeira vez um evento de carreiras no campus Tijuca.

Nesta segunda-feira (18), começou o evento “Mais Mercado” na Universidade Veiga de Veiga, campus Tijuca. O objetivo é criar oportunidade para os alunos da UVA, saindo da sala de aula e direcionando para o mercado de trabalho, aliando conhecimento científico, tecnológico e com as oportunidades de emprego. O tema da primeira palestra foi “Vida e Carreiras”, que teve como presença a Maria Beatriz Balena – reitora da faculdade -, Mariana Alcântara – coordenadora da Rede Ilumno Brasil -, a aluna Bruna Lombardo e o ex-aluno, Marco Aurélio.

Processed with Rookie Cam

Bruna Lombardo, Beatriz Balena e Marco Aurélio

Abrindo o evento, a reitora da faculdade, Maria Beatriz Balena, falou sobre a importância de pensar numa profissão não só como o quão lucrativo ela é, e sim, pensar sobre aquilo que você aprende – que é muito mais importante do que responder a uma questão de prova. “Antes de abrirmos uma empresa, temos que pensar daqui a 20 anos à frente. É importante pensar ‘aonde você queria estar daqui a 20 anos?’ ‘E que tipo de atividades você queria estar fazendo? ’, é isso que vai nortear sua profissão. Pensar na carreira é muito mais do que pensar em dinheiro para sobreviver”.

Logo em seguida a coordenadora da Rede Ilumno Brasil, Mariana Alcântara, iniciou a palestra falando sobre a excelência no mercado de trabalho. Explicando que existem padrões cada vez maiores, atualmente, o que as empresas consideram como um diferencial é diferente do que era considerado antes. Uma empresa já espera que o funcionário vá participar do processo com uma segunda língua, a terceira já é um diferencial. Com isso, a competitividade aumenta cada vez mais. “Você além de curso, precisa ter uma experiência social, um projeto de sustentabilidade, então são vários outros requesitos que são exigidos e que antes não eram levados em consideração”, explica a palestrante.

Universidade: um mundo de oportunidades

Dando continuidade à palestra sobre “Vida e Carreiras” foi convidado o ex-aluno de administração, Marco Aurélio, que ultimamente desenvolveu um projeto de um restaurante japonês, mas já passou por várias franquias como Spoleto e Banana Jack. Ele contou que começou a trabalhar como garçom, e logo em seguida teve cinco promoções em cinco anos. A faculdade foi uma fase essencial para o empreendedor e, apesar da dificuldade de estudar de manhã e trabalhar no restante do dia, as oportunidades começaram a ficar cada vez melhores. “É importante as pessoas entenderem que as coisas podem acontecer. Sei que o mercado de trabalho é muito competitivo, mas o importante é não abaixar a cabeça e participar de tudo que a faculdade possa oferecer, como esse evento, que abre portas para muitas oportunidades”.

Sabrina Ferreira, Tirle Cruz, Marco Aurélio, Mariana Alcantara e Bruna Lombardo

Sabrina Ferreira, Tirle Cruz, Marco Aurélio, Mariana Alcântara e Bruna Lombardo

Sobre se tratar de oportunidades, foi a vez da aluna do 7º período de Administração, Bruna Lombardo assumir o microfone. Ela participa do projeto de iniciação científica “Artes sem Fronteiras” – coordenado pelo professor Tirle Cruz -, que é sobre artesãs que trabalham com artigos de resíduos sólidos e os transformam em artes. Bruna passou para os alunos a importância de fazer parte de um projeto científico como esse e o quanto a pesquisa abre portas tanto para o conhecimento, quanto para adquirir contatos na faculdade. “É fundamental você saber o que está acontecendo na sua universidade. A iniciação científica é um conhecimento para vida. É muito legal você ter uma visão geral e a UVA está mostrando o quão é importante para ela enriquecer o currículo do aluno e não apenas ter uma formação de sala de aula, mas sim outras coisas que possa compor o aluno”, relatou.

E comandando a segunda palestra da parte da manhã, a Raissa Harrison, Presidente da Salto Consultoria – empresa Jr. -, seguiu com o tema “Manual de Encantamento”, no qual foi possível passar para o público a importância de um bom atendimento. Raissa, mostrou para os alunos de maneira bem divertida como é importante sorrir, ter uma boa aparência, como apertar a mão do cliente e todas as formas de encantar e garantir uma vaga no mercado de trabalho.

Sabrina Ferreira, Raissa Harrison e Mariana Alcantara

Sabrina Ferreira, Raissa Harrison e Mariana Alcântara

A Salto Consultoria é uma empresa júnior de soluções customizadas em Gestão Empresarial da Universidade Veiga de Almeida. “É o primeiro evento de carreiras que eu vejo dentro da UVA. É muito importante estar em contato com os regressos, empresas juniores e outras empresas de fora. É muito importante termos essa proximidade”, conta a presidente. Raissa finaliza alertando aos alunos presentes que a empresa irá abrir o processo seletivo no fim do mês de maio, então é fundamental ficar atento à página no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/saltoconsultoria/

Intercâmbio na França é tema de debate

No fim da tarde, foi realizada no auditório a palestra “Oportunidades de Estudo na França”, com o representante da Campus France, João Rampini, e o diretor comercial da Aliança Francesa, Luiz Carvalho. O objetivo principal do debate era levar aos alunos o leque de ofertas de estudos no país Europeu.

_MG_4832

Luiz Carvalho e João Rampini

Rampini destacou os motivos para se estudar na França, como o o fato de o país ser a quinta maior potência econômica do mundo e investir em pesquisa. De acordo com ele, uma das vantagens do ensino universitário francês é a existência de uma política de igualdade entre nativos e estrangeiros na anuidade paga nas instituições (cerca de €300-350).

O representante da Campus France explicou sobre o funcionamento do ensino superior no país, que é dividido entre universidades e escolas especializadas (que contam apenas com algumas áreas e possuem maior foco na prática). Como não poderia faltar, Rampini também esclareceu dúvidas sobre o processo de seleção para uma instituição francesa. Entre os pré-requisitos, está o teste de proficiência que comprove o nível B2 (intermediário) do idioma local.

Luiz Carvalho foi o responsável por explicar um pouco mais sobre os testes de proficiência e sobre a distribuição dos níveis de comunicação e compreensão, que são unificados na Europa. No Brasil, a Aliança Francesa é o único centro certificador de competência no idioma.

A instituição surgiu como uma iniciativa do governo francês para divulgar a cultura francófona. Os cursos oferecidos visam sempre a contextualização cultural dentro da compreensão da língua. Além disso, a Aliança Francesa também oferece eventos culturais gratuitos e aberto ao público geral.

_MG_4823Um dos destaques da palestra de Luiz Carvalho foi a observação em relação às vagas de cursos em instituições francesas. Mesmo com os cerca de nove mil brasileiros que vão estudar na França por ano, ainda sobram vagas, pois muitos estudantes acreditam que a experiência no exterior é um sonho distante. “A quantidade de oferta é sempre maior que a de candidatos. Não falta vaga, falta gente”, contou Luiz.

Os estudantes da UVA, por exemplo, possuem uma grande oportunidade. A Rede Ilumno fechou convênio com duas instituições francesas: a Paris School of Business (PSB) e a France International Graduate Schools. O programa de intercâmbio permite a equivalência de disciplinas e o aluno efetua o pagamento da mensalidade direto à universidade de origem. Para mais informações, basta entrar em contato com mobilidade@uva.br

Workshops simulam entrevistas de emprego

Além das palestras, o “Mais Mercado” contou com a realização de workshops durante à tarde. O objetivo era ajudar o aluno na busca por um estágio ou emprego. Patrícia Martins, coordenadora acadêmica do IBEU, coordenou o Preparing for a Job Interview”, enquanto Sami Souza e Anna Patrícia Quelhas do Instituto Interagir organizaram o “Simulação e dicas para processos seletivos”.

_MG_4794

“Preparing for a job interview” com a coordenadora acadêmica do IBEU, Patrícia Martins

O primeiro workshop ofereceu aos alunos dicas de como se comportar durante uma entrevista de emprego, apontando erros e acertos com exemplos. Além disso, Patrícia proporcionou aos alunos uma simulação de um diálogo em inglês. Já quem escolheu a segunda oficina, também teve a oportunidade de participar de uma demonstração de dinâmica em grupo, além de receber dicas importantes de como se portar ou preparar um currículo.


Brigida Brito– 7º período
Nathalia Araújo – 7º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s