Entrevistas

Saúde é direito de todo cidadão

Saúde é direito de todo cidadão, mas com hospitais cada vez mais lotados, fazer cumprir essa lei fica cada vez mais difícil. Desde 1997, o governo promove diversos programas para auxiliar no atendimento dos hospitais públicos. Mesmo assim, a sensação é de que nada mudou. Médico intensivista e pneumologista do Hospital Geral de Bonsucesso, Luis Mora mostra o porquê que isso acontece e  apresenta soluções para esses problemas.

Que tipo de paciente chega à emergência?

Geralmente são pacientes portadores de diabetes, hipertensão, doenças que não pode ser resolvidas de imediato. Mas pelo fato dos ambulatórios estarem cheios, esses pacientes vêm até as emergências com a esperança de serem atendidos na hora. O que muitas vezes não é possível nos ambulatórios, sempre lotados com consultas marcadas a longo prazo.

O que acontece com pacientes que não conseguem ser atendidos nas emergências?

Eles são transferidos para outros hospitais ou continuam esperando por atendimento sem previsão de tempo para o atendimento.

Como médico, acredita nos novos programas do governo? Por exemplo, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24h), hoje com oito unidades e previsão para mais 30 unidades para serem construídas?

Acredito sim. Esses programas contribuem para desafogar a grande quantidade de pacientes nas emergências. Os pacientes vão ter melhor atenção e atendimento na UPA e só seriam transferidos para os hospitais emergências os que estiverem em estados mais graves.

O que pode ser feito para evitar a grande lotação nos hospitais?

A sociedade precisa de atenção primária de saúde, ou seja, prevenção de doenças, check-up para ter informação da situação de sua saúde. Muitas vezes o paciente encontra-se doente ou em estado precário de saúde e não é tratado. Mais hospitais são necessários para atender a todos os cidadãos. Ampliar os programas básicos da saúde como o PSF (Programa da Saúde da Família) e o PAD (Programa de Atendimento Domiciliar) seria uma das novas soluções para evitar a superlotação nos hospitais da rede pública de saúde.

Danielle Feijoo – 6º período – Jornalismo Digital

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “Saúde é direito de todo cidadão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s