Saúde

Varíola dos macacos: saiba as principais características da doença

Confira quais são os sintomas mais frequentes e como é feita a sua transmissão

Atualmente, a varíola dos macacos é vista como uma emergência de saúde global pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Com surtos na Europa e nos Estados Unidos, só no Brasil já foram confirmados mais de 5.000 casos, sem contar outros 5.391 que aguardam diagnóstico, como apontam dados coletados pelo Ministério da Saúde.

Apesar da grande preocupação das entidades de saúde internacionais em relação à doença, percebe-se que boa parte das pessoas ainda não conhecem quais são os seus sintomas ou até mesmo como ocorre a sua transmissão. Tendo isso em vista, confira abaixo os principais pontos de tudo o que se sabe sobre a varíola até agora.

O QUE É A VARÍOLA DOS MACACOS ?

É uma zoonose silvestre, ou seja, um vírus que circula entre os roedores e os macacos, mas que também pode contaminar seres humanos, principalmente em regiões florestais. Antes do surto atual os locais com mais ocorrências da doença eram a África Central e Ocidental.

A varíola dos macacos é causada pelo vírus monkeypox, que pertence a mesma família da varíola humana, há décadas erradicada. Embora similares, a varíola dos macacos é bem menos letal que a humana e teve seu primeiro caso relatado apenas em 1970.

QUAIS SÃO OS SEUS SINTOMAS ?

Os sintomas mais frequentes da doença são:

  • Febre
  • Calafrios
  • Dor de cabeça
  • Dor no corpo
  • Erupções cutâneas (bolhas e feridas na pele)
  • Cansaço
  • Inchaço dos gânglios linfáticos

COMO ELA É TRANSMITIDA ?

Ao contrário do que alguns acreditam, todas as pessoas correm o risco de contrair a doença. Segundo a OMS, a transmissão da varíola dos macacos ocorre das seguintes maneiras:

  • Contato direto com a pessoa infectada: Por meio de fluidos corporais como pus e sangue, exposição a secreções respiratórias ou mesmo ao tocar partes do corpo que tenham feridas provocadas pelo vírus. Caso a lesão corporal esteja localizada na boca também é possível transmitir pela saliva.
  • Contato com materiais contaminados: Qualquer material que tenha sido usado pela pessoa infectada, como, por exemplo, roupas, toalhas ou utensílios de cozinha.

A fim de neutralizar a onda de fake news sobre a doença, alguns médicos e especialistas têm usado suas redes sociais para trazer informações a respeito da monkeypox.

Doutora em neurociência, a biomédica Mellanie Fontes usou o Twitter para explicar o que é a varíola dos macacos

Devido ao aumento no número de contaminações pelo vírus no país, o Ministério da Saúde decidiu incluir a varíola dos macacos na Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública. Com essa medida, todos os estabelecimentos de saúde, sejam estes públicos ou privados, ficam obrigados a relatar, em até 24 horas, os registros de casos da doença ao governo.

Foto de Capa: Reprodução/Freepik

Repórter Anne Rocha com edição de texto de Gabriel Folena

LEIA TAMBÉM: Rio inicia campanha de multivacinação para crianças e adolescentes

LEIA TAMBÉM: Nutricast: novo podcast produzido por estudantes investiga influenciadores e dietas milagrosas

0 comentário em “Varíola dos macacos: saiba as principais características da doença

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s