Saúde

Fisioterapeuta e Terapeuta ocupacional: hoje é o seu dia

Entenda a importância desses profissionais da saúde e como atuam

Dia 13 de outubro é comemorado o Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional por meio da Lei nº 13.084, sancionada pela ex-presidenta Dilma Rousseff em janeiro de 2015. Profissões extremamente importantes e necessárias, responsáveis por tratar traumas e enfermidades, promover o bem-estar e saúde de pacientes, entre outros.

Como uma formação acadêmica superior que exige anos de especialização, a Fisioterapia é uma área da saúde que trabalha com traumas, enfermidades adquiridas ou doenças causadas por alterações genéticas, trabalhando em prevenções e tratamentos de lesões no corpo humano.

Enquanto a Terapia Ocupacional (TO) é um campo responsável por promover o bem-estar e a saúde das pessoas com problemas sensoriais, físicos, motores e sociais, desde recém-nascidos até idosos. Também é uma profissão da área da saúde e promove tratamentos, prevenções e reabilitações.

O fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional trabalham de forma complementar e por ambos pertencerem a área da saúde contribuindo para as reabilitações, as duas profissões possuem o mesmo conselho: Conselho Federal de Fisioterapia Ocupacional (Cofitto).

O auxílio de um profissional foi de suma importância para a recuperação de Guilherme Vidal, estagiário de 25 anos, que sofreu uma ruptura do ligamento cruzado dos joelhos jogando futebol. Casos como esse são comuns e muitas das vezes há necessidade de cirurgia e reabilitação com fisioterapia. Para Guilherme foram necessários oito meses de tratamento com um fisioterapeuta para obter um resultado satisfatório.

“Hoje eu já posso praticar atividades físicas novamente, inclusive jogar futebol. Apesar da insegurança pelo medo de me lesionar novamente, não tenho dificuldade nenhuma para realizar os mesmos movimentos que antes”, conclui Guilherme.

Guilherme Vidal. Foto: arquivo pessoal

LEIA TAMBÉM: O peso da maternidade solo durante a pandemia

Segundo o Conselho Federal de Fisioterapia Ocupacional, a fisioterapia tem 15 áreas de atuação, tais como: acupuntura; aquática; cardiovascular; dermatofuncional; esportiva; gerontologia; do trabalho; neurofuncional; oncologia; respiratória; traumato-ortopédica; osteopatia; quiropraxia; saúde da mulher e terapia intensiva.

Para saber mais detalhes de cada especialidade, acesse: Cofitto

Exercendo há três anos a profissão de fisioterapeuta na área de traumato-ortopédica e desportiva, Gilberto Moreira enxerga um crescimento de oportunidades no mercado de trabalho, mas acrescenta que a ocupação ainda não tem o reconhecimento que merece. “A maior dificuldade para exercer a profissão depois da formatura é que a maioria dos lugares pedem experiência. Poucos assinam carteira dos fisioterapeutas hoje em dia e é difícil conseguir convênios caso optemos por montar uma clínica própria,” diz Gilberto.

Gilberto Moreira fazendo liberação cicatricial no pós operatório de tendão de calcâneo. Foto: arquivo pessoal

Segundo informações do site do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), fisioterapia está entre os 15 cursos mais concorridos do SISU 2020. Foram mais de 35 mil inscritos e apenas 1.458 vagas. Cenário que tende a piorar devido ao adiamento do Enem, em virtude da pandemia.

A paralisação da economia devido a Covid-19 afetou o setor financeiro em todo o mundo. A terapeuta ocupacional e fisioterapeuta, Claudia da Silva, comenta que até o mês de agosto, por consequência da pandemia, seu atendimento foi nulo. E ainda explica que as pessoas continuam receosas com a doença e por isso a procura ainda está pequena.

Claudia trabalha há 24 anos com fisioterapia na área de ortopedia, reumatologia e neurologia. Sua primeira formação foi em terapia ocupacional em 1986, mas nunca atuou nessa especialidade. Ela enxerga que esse ramo encontra bastante dificuldade e cita que a contratação em hospitais poderia ser maior.

“Ver a melhora dos pacientes é o que me impulsiona a seguir em frente e ter satisfação com o meu trabalho”, conclui a fisioterapeuta.

Claudia da Silva. Foto: arquivo pessoal

A Associação Brasileira de Fisioterapia em Gerontologia (ABRAFIGE), está realizando nesta terça (13) e quarta-feira (14), o I Simpósio Nacional, versão online, para profissionais e estudantes da área que tenham interesse pela Fisioterapia em Gerontologia.

Para se inscrever, acesse: https://associado.abrafige.com.br/events/1

LEIA TAMBÉM: Saúde mental em tempos de pandemia

Alessandra Borges – 8º período

0 comentário em “Fisioterapeuta e Terapeuta ocupacional: hoje é o seu dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s